30 de junho de 2022

Hélio critica atletas que não tomaram duas doses da vacina: ‘Só idiotas não tomam’

O técnico Hélio dos Anjos não escondeu a revolta ao saber que dois atletas do elenco do Náutico não poderão atuar pelo clube em competições organizadas pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), por conta de não terem tomado as duas doses da vacina contra a Covid-19. O zagueiro João Paulo e o atacante Júlio não estão com o esquema vacinal completo – o defensor, inclusive, só tomou a primeira dose ao chegar ao Timbu, no início de janeiro. Como a entidade máxima do futebol só permite a presença de jogadores em campo que já tenham recebido as duas doses, a dupla só poderá atuar no Campeonato Pernambucano, competição promovida pela Federação Pernambucana de Futebol (FPF).

“Perdemos jogadores por questões que fogem ao nosso controle. Não posso entender como João Paulo e Júlio não tomaram vacina. Eu tomei as minhas vacinas. Todo mundo precisa. Só os idiotas não tomam. Não estou falando que meus jogadores são idiotas, mas isso é uma irresponsabilidade grande. Isso foge até do controle do clube, embora eu ache que poderíamos ter uma atenção maior. É uma questão de saúde. Tem de ser orientado não somente pelo clube, mas sim pela vida”, reclamou o treinador.

A dupla, inclusive, ficou fora da partida desta terça (25), nos Aflitos, perante o Campinense, pela Copa do Nordeste. Além dos compromissos pelo torneio, João Paulo e Júlio não poderão jogar pela Copa do Brasil enquanto não receberam a segunda dose da vacina – algo que só deve ocorrer em março. O segundo, inclusive, testou positivo para o vírus.

Sobre o empate em 0x0 com o Campinense, o treinador citou que faltou lucidez ao time. “O maior problema foi a lucidez de jogo. Temos dois beiradas (Robinho e Ewandro) que, na minha visão, não tiveram tanta qualidade do jogo, sem acionar os laterais. Em um momento como esse, é natural ter problemas a mais. Mas a articulação ofensiva da equipe não foi positiva. Também não gostei da instabilidade na saída de bola no primeiro tempo, com erros de passe excessivos”, lamentou o treinador.