20 de maio de 2022

Dólar opera em alta e volta a superar a casa de R$ 5

O dólar opera em alta nesta quinta-feira (28), voltando a superar os R$ 5, acompanhando mais uma vez a ampla força da moeda norte-americana no exterior.

Às 9h30, a moeda norte-americana subia 0,83%, a R$ 5,0073. Veja mais cotações.

Na quarta-feira, o dólar chegou a bater R$ 5,0403, mas fechou em queda de 0,45%, a R$ 4,9675. A desvalorização veio depois de a moeda engatar três pregões de ganhos, ao longo dos quais acumulou salto de 8,04%. Com o resultado, passou a acumular alta de 4,38% no mês, mas mantém queda no ano, de 10,89%.

O que está mexendo com os mercados?

No exterior, as bolsas da Europa subiam e o petróleo era negociado em queda.

Os mercados globais seguem guiados pelas apostas de uma alta mais agressiva dos juros nos EUA e por preocupações com os impactos da guerra na Ucrânia e das restrições de combate ao coronavírus na China.

Juros mais altos nos EUA elevam a atratividade de se investir na segura renda fixa norte-americana, o que tende a aumentar o ingresso de recursos na maior economia do mundo e, consequentemente, valorizar o dólar frente a outras moedas.

Por aqui, a FGV divulgou que o Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M) desacelerou para 1,41% em abril, passando a acumular alta de 14,66% em 12 meses. Já a confiança do comércio registrou a segunda queda seguida, enquanto que a dos serviços alcançou em abril o maior nível em cinco meses.

Na cena política, segue também como fator de preocupação a crise entre o governo e o Judiciário, após o perdão concedido pelo presidente Jair Bolsonaro ao aliado Daniel Silveira (PTB-RJ), condenado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) a oito anos e nove meses de prisão por estímulo a atos antidemocráticos e ataques a ministros do tribunal.