25 de outubro de 2021

Márcia Conrado sanciona retroativos dos professores contratados de Serra Talhada

A prefeita Márcia Conrado sancionou o Projeto de Lei nº 035, de autoria do Poder Executivo, que trata dos retroativos relativos ao ano de 2021 dos salários dos professores contratados da Rede Municipal de Ensino de Serra Talhada, cujos salários foram equiparados ao piso da categoria no último mês de julho pela atual gestão.

A gestora comentou a conquista para os professores municipais: “A educação é prioridade em nosso governo, e entendemos que uma educação de qualidade se faz com valorização profissional. Apesar de todas as dificuldades impostas pela pandemia, esse ano conseguimos garantir a equiparação salarial dos professores contratados e agora estamos sancionando os retroativos da categoria referentes a 2021, projeto aprovado por unanimidade pela Câmara de Vereadores, a quem estendo meus sinceros agradecimentos. Sabemos que os desafios ainda são imensos, mas com trabalho e determinação vamos avançando a cada dia, valorizando todas as categorias, que juntas contribuem para o desenvolvimento de Serra Talhada”, afirmou Márcia Conrado.

“Garantir esse direito é um dever nosso, mas tenho certeza que só pudemos garanti-lo graças ao empenho de nossa equipe, que é determinada e sabe trabalhar com planejamento, empatia e responsabilidade. Sei o quanto nossos professores esperavam por isso, então me sinto honrada em fazer parte de um governo que está atento às reivindicações da categoria e que nos dá as condições para continuarmos trabalhando pelas melhorias cada vez maiores da educação de Serra Talhada”, comentou a secretária de Educação, Marta Cristina.

Na solenidade, realizada na Secretaria Municipal de Educação, a prefeita Márcia Conrado fez a entrega do padrão esportivo aos alunos que irão representar Serra Talhada nos Jogos Escolares de Pernambuco, na modalidade atletismo masculino e feminino. “Quero desejar boa sorte aos nossos alunos em mais uma competição dos jogos escolares, evento importante de incentivo ao esporte como ferramenta de inclusão social”, concluiu a gestora.