28 de julho de 2021

Fernando Filho defende soluções estruturantes para o desenvolvimento do Nordeste

O deputado federal Fernando Filho (DEM-PE) destacou nesta sexta-feira (9) a vocação do Nordeste para a geração de energia limpa e defendeu soluções estruturantes para o desenvolvimento da região. Durante a inauguração de usina solar fotovoltaica em São José do Belmonte, no Sertão de Pernambuco, o ex-ministro de Minas e Energia ressaltou que a redução da desigualdade social no país passa pelos investimentos em infraestrutura no Nordeste.
“Durante a inauguração da usina de Sobradinho, diziam que o Sertão ia virar mar, e o Sertão, de fato, vai virar mar, mas um mar de placas solares. O potencial e a vocação que temos para energia limpa, seja a energia do sol, do vento ou, futuramente, com hidrogênio, mostram que temos todos os requisitos para fazer esse nosso pedaço do Brasil, que não é o problema do país, pelo contrário, a solução de um Brasil mais igualitário passa por uma solução estruturada para o Nordeste”, disse o deputado.

Para Fernando Filho, os investimentos na região devem ir além dos programas sociais, que são políticas de Estado. “O que nós queremos não é apenas uma ajuda ou um auxílio, que é muito importante. Não menospreze, porque é fundamental. Mas já ficou comprovado neste governo que isso não é uma política de uma pessoa ou de um partido, mas uma política de Estado. A gente quer para além disso. Para muito além disso. A gente precisa do apoio, do incentivo, mas a gente precisa das obras e da infraestrutura que o governo do presidente Bolsonaro tem tido a oportunidade de nos proporcionar”, acrescentou.

Segundo o deputado Fernando Filho, a usina solar inaugurada nesta sexta, iniciada quando exerceu o cargo de ministro de Minas e Energia, abre um novo capítulo na história de Pernambuco. Ela integra um projeto maior, que abrange outros dois empreendimentos. No total, as três usinas receberam investimentos da ordem de R$ 3 bilhões e têm potencial para gerar 810 megawatt-pico de energia solar.

De acordo com o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, R$ 100 bilhões serão investidos em energia solar nos próximos dez anos, no Brasil. “E o Nordeste será participante deste processo. Por isso, agradeço ao ministro Fernando Filho por tudo que já realizou e pelas referências que representa para todos nós do MME.”
Também participaram da inauguração o ministro do Turismo, Gilson Machado, o deputado estadual Antonio Coelho (DEM) e os prefeitos de São José do Belmonte, Romonilson Mariano, e de Serra Talhada, Márcia Conrado.