20 de junho de 2021

Náutico não vence o Sport em finais há mais de 50 anos

Nos últimos anos, o Náutico conseguiu quebrar alguns tabus. Ao vencer o Campeonato Pernambucano de 2018, acabou com o jejum de 14 sem conquistas no torneio. Ao faturar a Série C de 2019, eliminou a pecha de nunca ter ganho um troféu nacional. Há, porém, uma barreira incômoda quando são colocadas na mesma frase as palavras “Sport” e “final”. O Timbu não vence o rival em uma decisão desde 1968, ano do hexacampeonato estadual. Mais de 50 anos carregando o fardo. Peso que pode aumentar ou ser completamente eliminado no Clássico dos Clássicos da final do Estadual 2021.

Ao todo, Sport e Náutico já se encontraram em 18 finais. O Leão ganhou 12, enquanto o Timbu venceu seis. Até o final da década de 60, a vantagem era vermelha e branca. Na época, o Clássico dos Clássicos fora protagonista de oito decisões. Seis vencidas pelos alvirrubros (1951, 1954, 1963, 1965, 1966 e 1968) e duas pelos rubro-negros (1955 e 1961).

A partir da década de 70, o Sport teve mais 10 finais diante do Náutico. Ganhou todas. Sequência que começou em 1975 e continuou em 1977, 1981, 1988, 1991, 1992, 1994, 2010, 2014 e 2019. Dessa lista, apenas a primeira das 10 decisões mais recentes teve o embate que definiu o campeão nos Aflitos. As demais foram na Ilha do Retiro, com exceção de 2014, em que o jogo derradeiro ocorreu na Arena de Pernambuco.