Ventos fortes assustam e causam prejuízos em áreas do Nordeste

Fotos: Seriza Janaína/Marconi Pereira/WhattsApp

Atualizado às 17h00

Chuvas fortes com ventania ou apenas o segundo fenômeno natural  foram registrados em áreas do Nordeste, principalmente nos estados de Pernambuco e Paraíba. Em Campina Grande, segundo o coordenador da Defesa Civil, Ruiter Sansão, a chuva causou diversos estragos pela cidade, mas não houve registro de feridos.

Segundo a Defesa Civil, houve quedas de árvores e desabamento de tetos de residências. Além disso, a estrutura de um posto de gasolina foi danificada e parte do teto das arquibancadas do estádio do Campinense, o Renatão, desabou.

Ainda de acordo com a Defesa Civil, os ventos marcaram 60 km/h. Segundo relato de moradores, tetos de quadras escolares também desabaram e telhas de alguns condomínios da cidade também foram arrancadas com a ventania.

A chuva teve início por volta das 12h. Os vendedores da Feira Central de Campina Grande precisaram deixar o local após a Defesa Civil emitir um alerta sobre o teto do Mercado Central cair com a chuva. Segundo o órgão, na quarta-feira (16), houve registros de danos na estrutura do local.

Campina Grande:

Em Afogados da Ingazeira, ventos fortes assustaram a causaram prejuízos em áreas da cidade. No acesso à cidade, a força foi tanta que arrancou árvores. O portão da agência dos Correios na cidade cedeu com o fenômeno natural.

Em áreas rurais, a imagem lembrava uma tempestade no deserto, com baixa visibilidade em virtude da nuvem de poeira. Uma placa de publicidade cedeu próximo à Diomedes Gomes. A estrutura dos camarotes do bloco A Onda para o carnaval também foram danificadas.

Em Tabira, uma árvore atingiu um veículo de passeio. Por sorte não havia ninguém no veículo e os danos foram apenas materiais. Lá também houve ventos fortes.

Muitos ouvintes ligaram para a Rádio Pajeú assustados com o fenômeno. Os relatos foram de muito medo e apreensão com a força dos ventos e a nuvem de areia, além dos prejuízos. Em um momento da tarde, o fornecimento de energia elétrica chegou a ser interrompido.

Moradores de Arcoverde também  foram surpreendidos na tarde desta segunda-feira (28) com fortes ventos que trouxeram medo e prejuízos a cidade. Leitores do blog Mais Pernambuco relataram quedas de árvores, residências com telhados arrancados e queda de placas de comércio.

Em Carnaíba, também houve relatos. À Rádio Pajeú, ouvintes  informaram fortes ventos que derrubaram barracas em Ibitiranga, onde acontecia a festa de São Sebastião. Uma mulher foi atingida, mas sem gravidade. Em Roça de dentro, também relatos de árvores derrubadas e muito medo.

Uma árvore antiga veio ao chão no Bairro Zé Dantas, próximo à casa do prefeito do município, Anchieta Patriota. Também ouve registros em Sertânia e Serra Talhada.

Afogados da Ingazeira:

Carnaíba:

Arcoverde:

Já a Região Metropolitana do Recife (RMR) amanheceu debaixo de chuva e ao som de trovões nesta segunda-feira (28). Em alguns bairros da área central da capital pernambucana, foram registradas quedas de energia.

A Defesa Civil do Recife informou que mantém um plantão 24 horas, podendo ser acionada pelo telefone 0800-0081-3400. A ligação é gratuita. “A orientação é que, em caso de necessidade, moradores de locais de risco procurem locais seguros para se abrigar”, ressaltou o órgão.

Fonte: Blog do Nill Júnior 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carnaval das Caretas 2019