Profissionais do SAMU pedem conscientização sobre acionamento do serviço em Petrolina

Assim como os profissionais que trabalham nos hospitais e em postos de saúde de Petrolina, os médicos e outros colaboradores do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) precisam superar momentos de violência no exercício da profissão. Em um desses casos, por volta das 15h desta sexta-feira (17), uma equipe do serviço viveu uma situação de risco durante um atendimento.

Tudo começou com uma ligação para o número 192, já em tom agressivo por parte dos solicitantes. No questionamento de rotina feito pela equipe do SAMU, os familiares da pessoa que aguardava atendimento destrataram os profissionais e não repassaram os detalhes solicitados, mesmo assim, uma Unidade de Suporte Avançado (USA) foi encaminhada ao local, no bairro Jardim São Paulo. Quando a equipe chegou à residência encontrou a paciente sentada, consciente e orientada – situação diferente do que havia sido relatado por telefone.  Quando o médico foi conversar com os familiares da paciente para orientá-los sobre os serviços do SAMU, um familiar começou a agredi-lo verbalmente e o tom da conversa gerou risco de violência iminente, precisando a equipe defender o profissional. O caso foi parar na delegacia, onde a equipe médica registrou Boletim de Ocorrência (BO).

Apesar dos trabalhos de conscientização realizados pela prefeitura, a secretária executiva de Atenção à Saúde, Ana Carolina Freire, afirma que casos como esse são comuns na cidade. “Esses episódios são rotineiros em Petrolina, inclusive com ameaça de morte, deixando nossas equipes vulneráveis em situações de violência. É importante que, no momento do atendimento por telefone, as pessoas falem a real situação do paciente, pois a prioridade é prestar o atendimento à vítima no menor tempo possível, inclusive com o envio de médicos conforme a gravidade do caso”, destaca.

Apoio

Ana Carolina pede a colaboração dos petrolinenses na utilização do serviço e frisa que é preciso, também, a população entender que o SAMU só realiza atendimento pré-hospitalar, ou seja, assistência prestada em um primeiro nível de atenção. “A gente pede a colaboração da população no sentido de nos ajudar nesse trabalho, que é tão essencial. É preciso um processo de educação muito intenso, porque algumas pessoas às vezes manipulam as informações, pra dar maior gravidade ao caso, e ocupam desnecessariamente o serviço. Enquanto esse tipo de coisa acontece, pessoas estão sendo prejudicadas pela falta do atendimento”, finaliza a secretária executiva.

Com emenda de Fernando Filho, centro de produção de mel é inaugurado em Petrolina

Cerca de 70 produtores da região ribeirinha de Petrolina agora contam com um centro estruturado para produção de mel. O equipamento foi inaugurado, nesta quarta-feira (15), no Sítio Mandacaru. A casa do mel foi construída pela Codevasf através de emenda parlamentar de R$ 250 mil direcionada pelo deputado federal Fernando Filho.
O novo centro de apicultura terá capacidade de produção de 50 toneladas de mel por ano. A estrutura conta com diversos equipamentos como balança, centrífuga, decantadores entre outras máquinas que melhoram a qualidade do produto e agiliza todo o processo de fabricação. Antes da construção do equipamento, os produtores operavam de forma 100% artesanal, limitando o trabalho dos apicultores.
A mudança no patamar de produção de mel e a possibilidade de mais renda para os produtores foram apontadas pelo deputado Fernando Filho como uma esperança para a qualidade de vida dos criadores de abelha. “Hoje, essa casa tem recebido algo em torno de 200 colmeias, mas a capacidade pode ser até de mil. É uma estrutura, portanto, que vai garantir muito mais oportunidade e renda aos trabalhadores”, disse o deputado no ato de inauguração.
A Associação dos Criadores de Abelha de Petrolina (Acape) ficará responsável pela administração do espaço. Em nome dos produtores, o presidente da entidade, Gilvan Pereira, destacou a importância da casa do mel para aumentar a produção dos associados. “A gente pediu apenas ao deputado uma carroça para ajudar no transporte do mel, mas ele foi além disso. Prometeu uma casa de mel e hoje estamos contentes comemorando a chegada desse sonho ao Mandacaru”, lembrou Gilvan.

Começou o 19º Encontro de Motociclistas de Afogados da Ingazeira

Teve início nesta quinta-feira (16) o 19º Encontro de Motociclistas de Afogados da Ingazeira. O evento teve início na Rua Professor Vera Cruz, na sede dos Dragões de Aço com um churrasco 0800 para os participantes que chegaram.

O evento tem sequência nesta sexta-feira (17) e no sábado (18). Na sexta, às 09h, aconteceu a recepção aos motociclistas e às 10h, as inscrições e entrega dos troféus. o evento aconte no anel viário (Campo do Nascente), onde estão instaladas as barracas, praça de alimentação e palco.

Todas as noites, sempre a partir das 19h, apresentações culturais. No domingo, às 07h, café da manhã na sede dos Dragões de Aço. 13h, churrasco de despedida e convite para 2021 também na sede dos Dragões de Aço.

Abertas matrículas para Escola de Música em Afogados

A Escola Municipal de Música Bernardo Delvanir Ferreira abriu matrículas para diversos cursos, num total de 70 vagas, distribuídas entre os cursos de iniciação musical e instrumentos – violão, teclado, trombone, trompete, clarinete, violino clássico, viola clássica, violoncelo e bateria.

As matrículas podem ser feitas na sede da escola, na Rua Antônio Vidal – nº 68, nos horários de oito ao meio-dia e de duas às cinco da tarde.

Para matrícula, são necessárias a declaração da escola regular em que o aluno está matriculado, xerox da certidão de nascimento ou RG e comprovante de residência. A matrícula e as aulas são gratuitas, ofertadas como política pública da Prefeitura de Afogados da Ingazeira.

As matrículas se encerrarão quando do preenchimento das vagas disponíveis. A previsão para início das aulas é no próximo dia 10 de fevereiro.

Totonho critica aceno de Sandrinho ao PT: “não tem representatividade”

Ex-prefeito não poupou nas críticas contra o vice-prefeito Alessandro Palmeira.

Por André Luis

O ex-prefeito e pré-candidato a Prefeitura de Afogados da Ingazeira, Totonho Valadares (MDB), recebeu a reportagem do blog nesta quinta-feira (17), em sua fazenda onde falou sobre o aceno feito pelo vice-prefeito do município, Alessandro Palmeira, o Sandrinho (Rede), para que o Partido dos Trabalhadores (PT), voltasse a compor o conjunto de forças da Frente Popular.

O aceno aconteceu durante discurso na posse da nova diretoria do PT de Afogados, no último sábado (11), que passou a ser presidido por Mônica Solto e confirmada posteriormente em entrevista ao blog no dia seguinte.

O ex-prefeito também comentou sobre a fala do vice-prefeito, que “Afogados não pode ser governada por um bolsonarista”.

Sobre o aceno ao PT, Totonho, que ainda faz parte da Frente Popular, disse que Sandrinho não tem representatividade para falar em nome do grupo. “Porque o partido que ele pertence, que é a Rede, não tem há muito tempo esse protagonismo dentro da Frente Popular” e completou: “se, por exemplo, tivesse fazendo isso o Prefeito José Patriota, ou outras lideranças mais experientes até que me deixava preocupado”.

Para o ex-prefeito, o aceno e a maneira que Palmeira acenou para a nova junção de forças entre PT e o PSB, vai de encontro ao que ele considera “um dos mais importantes acontecimentos na política pernambucana e talvez brasileira”, disse se referindo a entrevista dada pelo publicitário Edson Barbosa (Edinho), ao jornalista Magno Martins no último dia 15 de janeiro.

Para Totonho a entrevista de “Edinho mostra, por exemplo, que os ‘coveiros’ da eleição que foi perdida nacionalmente, teve exatamente como os grandes responsáveis o PT e o PSB. O impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, foi o PSB o grande protagonista.”

O emedebista lembrou o caso da petista Marília Arraes. “Foi uma negociata, tiraram uma moça neta de Miguel Arraes, sacaram essa menina. Golpe é isso! Quer dizer, ela tinha todas as chances de aparecer e ser a candidata a governadora. Tinha mais de 30% de intenções de voto.” Disse Totonho se referindo às eleições de 2018, quando o PT rifou a candidatura de Marília para apoiar o PSB e a reeleição do governador Paulo Câmara.

“Então o próprio PT e o PSB fizeram uma organização de suas lideranças e frustraram, aniquilaram, impediram que tanto a Marília aqui em Pernambuco, como Márcio Lacerda lá em Minas Gerais, pudessem ser vitoriosos naquelas campanhas. Isso fica provado que o caminho que o vice-prefeito está tomando. Primeiro, o de protagonista, que ele não tem a qualificação, nem a experiência e nem o conteúdo pra ser… O Patriota tem. Tem e tem demonstrado!” Alfinetou.

Ainda alfinetando o vice-prefeito, Totonho disse que Sandrinho está querendo dividir o protagonismo da política afogadense com o Prefeito José Patriota. “Esse negócio de gestão compartilhada é coisa da cabeça dele.” Questionado se não seria com o aval do prefeito Patriota, ele disse não acreditar que seja. “Pode até ser, mas não acredito.” Disse.

Como resposta a fala do vice-prefeito que “Afogados não pode ser governada por um bolsonarista”, Totonho leu um texto supostamente escrito por um internauta de nome Paulo Vinicius Duarte que foi publicado no blog do Itamar França.

No texto o suposto internauta critica a fala do vice-prefeito chegando a chama-lo de ‘despreparado’ o que segundo Totonho representa o sentimento de parte da  população de Afogados em relação ao vice-prefeito Alessandro Palmeira.

“Então quando a população sente isso, que o cara é despreparado que tá fazendo determinadas coisas que não estão alinhadas e que não tem protagonismo, não tem estatura política para esse tipo de coisa… Se eu estivesse vendo isso do Prefeito José Patriota, tudo bem, mas não. Estou vendo de uma pessoa que poderá ser o seu candidato, como eu poderei ser o candidato. Porque eu faço parte da Frente Popular e tenho estrutura dentro do grupo.” Pontou o ex-prefeito.

Justiça livra Dinca Brandino da acusação de conluio em leilão de frota de 2004

A Prefeitura de Tabira perdeu Ação Civil Pública por Atos de Improbidade Administrativa que moveu contra o ex-prefeito de Tabira, Dinca Brandino.

Além de Dinca, foram alvos da ação Dionelson Amâncio, José Antônio Veras de Carvalho, José Edinaldo Galdino, Almires Pereira, Nelson João de Siqueira Filho e Ivan Amorim.

A queixa, de que Dinca e os demais teriam agido em conluio em uma licitação tipo leilão, ferindo princípios da legalidade e publicidade.

No olho do debate, o polêmico leilão para venda de automóveis previsto para dezembro de 2004. Pouco antes, Dinca havia perdido as eleições para Josete Amaral, que conseguiu em primeiro momento suspender a alienação dos bens. Só que o TJPE permitiu o leilão em apenas 24 horas, o que feria em tese o princípio da publicidade.

O juiz observou que só essa questão, da falta de publicidade do leilão merecia análise, já que os veículos haviam sido leiloados por valores próximo aos de mercado.  Recaia sobre Dinca a acusação de que tentaria de forma atabalhoada, sem planejamento ou publicidade, se desfazer dos veículos.  No embate político, Dinca foi acusado de entregara prefeitura com frota defasada por conta do leilão.

Mas, com base em jurisprudência e análise, o Juiz Jorge William Fredi alegou que, mesmo que eventualmente parem suspeitas de conluio entre o ex-prefeito e os licitantes, “estas não foram devidamente comprovadas nos autos”, justificando a improcedência do pedido.

O juiz disse que houve oportunidade para que o município de Tabira indicasse mais provas, o que não aconteceu.

Assim, julgou improcedentes os pedidos da acusação de improbidade administrativa e  improcedente o pedido de anulação do leilão,  considerando que já  se vão mais de quinze anos de sua realização.

A informação foi repassada ao blog pelo advogado Edilson Xavier, que atuou na defesa de Dinca. Veja o teor integral da decisão clicando aqui. 

Presidente da Embratur destaca importância da Paixão de Cristo de Nova Jerusalém para o Turismo

O presidente do Instituto Brasileiro do Turismo – Embratur, Gilson Machado, afirmou que a Paixão de Cristo de Nova Jerusalém, realizada em Pernambuco durante a Semana Santa, é o maior espetáculo de teatro da América Latina.

“É preciso mostrar para o mundo o orgulho brasileiro de ter uma atração como essa. Queremos transformar o turismo no propulsor da recuperação da economia do Brasil e do Nordeste e a Paixão de Cristo é uma grande aliada nessa tarefa”, disse o executivo nesta sexta-feira, 17, no Recife, durante evento de lançamento da campanha promocional da temporada 2020 do espetáculo que acontecerá de 4 a 11 de abril.

Ele revelou que acredita que o presidente Jair Bolsonaro virá a Pernambuco assistir ao espetáculo na pré-estreia que acontecerá dia 3 de abril. “No ano passado ele tinha confirmado que viria, mas teve de cancelar devido a problemas de saúde”.

Para o secretário estadual de Turismo, Rodrigo Novaes, o espetáculo de Nova Jerusalém é um instrumento de grande importância para atrair visitantes para o Estado. “A grande maioria dos Estados sofre com o turismo entre o Carnaval e as festas juninas. Pernambuco não passa por isso graças a Paixão de Cristo, que todos os anos atrai milhares de pessoas para Fazenda Nova”, ressaltou.

“A Paixão de Cristo é responsável pelo incremento no turismo pernambucano na Semana Santa, pois atinge Recife, Gravatá, Caruaru, Brejo da Madre de Deus e muitos outros municípios”, destacou Carlos Maurício, diretor da Associação Brasileira da Indústria de Hoteis (ABIH- PE). Para ele, o evento é uma atração importante para o fortalecimento da fé numa época pouco atrativa, no que se refere ao turismo, em vários outros estados.

Em janeiro, a Sociedade Teatral de Fazenda Nova, responsável pela realização do espetáculo,  começa a intensificar a divulgação da temporada de 2020 da Paixão de Cristo que será realizada na Semana Santa na cidade-teatro de Nova Jerusalém, localizada no município do Brejo da Madre de Deus, agreste de Pernambuco, a 180 km do Recife.

Nesta sexta-feira, em evento realizado a sede da TV Globo Nordeste, foram apresentados os primeiros filmes promocionais e as peças gráficas que serão divulgados nos mais diversos veículos de comunicação, incluindo mídias sociais. Os filmes foram criados e dirigidos pelo cineasta Eduardo Morotó e as peças gráficas foram desenvolvidas pela Agência Oficina Comunicação.

Realizada desde 1968, no maior teatro ao ar livre do mundo, a Paixão de Cristo de Nova Jerusalém já foi assistida por cerca de 4 milhões de turistas do Brasil e exterior, consolidando-se como uma das principais atrações turísticas do País durante a Semana Santa.

Entre os artistas convidados para esta temporada estão Caco Ciocler, no papel de Jesus; Christine Fernandes, como Maria; Sérgio Marone, interpretando Pilatos; Edson Celulari, como Herodes; Juliana Knust, no papel de Madalena e a influenciadora digital Thaynara OG, interpretando a Rainha Herodíades.

Além dos artistas convidados, o elenco é formado também por mais de 50 atores e atrizes pernambucanos, entre os quais se destacam Ricardo Mourão (Caifás), Júlio Rocha (Pedro), Eduardo Japiassu (Judas) e Paulo de Pontes (Anás).

Ao todo, 450 atores e figurantes atuam no espetáculo sob a direção artística de Carlos Reis e Lúcio Lombardi. A coordenação geral é de Robinson Pacheco, presidente da Sociedade Teatral de Fazenda Nova.

“A Paixão de Cristo vem se atualizando todos os anos e, por isso, se tornou um produto turístico atrativo para Pernambuco. Pensamos na peça como um todo, desde o início. Temos uma equipe que lança mão dos seus talentos e se doa por completo. Temos gratidão a todos por tudo que o espetáculo se transformou”, afirmou Robinson.

Novos conselheiros tutelares tomam posse em Petrolina

Os novos conselheiros tutelares de Petrolina tomaram posse nesta sexta-feira (10), em cerimônia que contou com a presença da vice-prefeita Luska Portela. Os candidatos, que permanecerão no cargo até 2023, foram escolhidos através de uma votação popular no mês de outubro do ano passado. No processo eleitoral, 58 candidatos concorreram a 10 vagas de conselheiros titulares e 10 vagas para suplentes.

O Conselho Tutelar é um órgão público autônomo que tem como principal atribuição atender crianças e adolescentes cujos direitos previstos no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) estejam ameaçados, por ação de outras pessoas ou por omissão da sociedade e do Estado.

O órgão recebe denúncias de maus-tratos e é responsável por acompanhar os trâmites, além de atender e encaminhar crianças e adolescentes vítimas de abuso. Os conselheiros têm como função zelar e acompanhar os menores em situação de risco e decidir, em conjunto, medidas de proteção.

A vice-prefeita Luska Portela ressaltou a importância do trabalho em conjunto com a prefeitura. “Essa é uma missão muito importante para Petrolina. Esses novos conselheiros vão ajudar, junto com o município e os órgãos competentes, a cuidar e proteger nossas crianças e adolescentes de todo tipo de abuso”, frisou.

Irã admite que derrubou avião ucraniano por engano; presidente diz que tragédia é ‘imperdoável’

Investigação confirmou hipótese de vários países, de que míssil abateu Boeing e matou 176 pessoas na quarta-feira (8). Segundo comunicado, foguete foi disparado por erro humano.

O Irã anunciou neste sábado (11) que seus militares derrubaram sem intenção o avião ucraniano que caiu na quarta-feira (8) perto de Teerã. Na tragédia morreram 176 pessoas. O presidente iraniano, Hassan Rouhani, chamou o desastre de “erro imperdoável”.

Militares informaram que o avião voava perto de um local sensível e foi derrubado devido a um erro humano. O comunicado lido na TV estatal diz que as partes ​​responsáveis serão punidas.

Operador tomou ‘má decisão’

Amir Ali Hajizadeh, o comandante das forças aeroespaciais, afirmou que a Guarda Revolucionária aceita a responsabilidade plena pelo incidente.

A Guarda Revolucionaria explicou que o operador do sistema de defesa confundiu o avião com um míssil de cruzeiro.

Hajizadeh afirmou em uma declaração televisionada que o operador tentou contatar seus superiores para obter a aprovação para efetuar o disparo, mas que o sistema de comunicação falhou e ele tomou “uma má decisão”.

O avião foi derrubado por um míssil de curto alcance, segundo ele.

O presidente iraniano, Hassan Rouhani, escreveu em uma rede social que uma investigação interna das Forças Armadas concluiu que a aeronave foi abatida por mísseis. Segundo o líder do Irã, as apurações sobre “essa grande tragédia e erro imperdoável” continuam.

O líder supremo do país, o aiatolá Ali Khamenei, manifestou seus “profundos sentimentos” às famílias das vítimas e pediu para que as forças armadas “busquem os erros prováveis e a culpa no incidente doloroso”.

Hassan Rouhani

@HassanRouhani

Armed Forces’ internal investigation has concluded that regrettably missiles fired due to human error caused the horrific crash of the Ukrainian plane & death of 176 innocent people.
Investigations continue to identify & prosecute this great tragedy & unforgivable mistake.

10.9K people are talking about this

Rouhani também declarou que seu país “lamenta profundamente”. As Forças Armadas iranianas prestaram condolências a todas os parentes das vítimas. O ministro iraniano das Relações Exteriores, Mohamad Zarif, também disse lamentar profundamente e pediu desculpas às famílias e aos mortos.

“É um dia triste”, escreveu Zarif, o ministro de Relações Exteriores, em uma rede social, citando um “erro humano em tempos de crise causada pelo aventureirismo dos americanos. Nosso profundo arrependimento, desculpas e condolências ao nosso povo, às famílias de todas as vítimas e às outras nações afetadas”.

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, cobrou um pedido oficial de desculpas de Teerã e pediu que as investigações sobre o desastre continuem.

Indícios

Canadá, Reino Unido e EUA diziam que o avião, um Boeing 737, foi abatido por um míssil iraniano, provavelmente por engano, e vários vídeos que apontam para esta tese foram postados nas redes sociais.

O Irã, entretanto, negava categoricamente a hipótese até a manhã deste sábado. Na sexta-feira (10), o chefe de aviação civil iraniano, Ali Abedzadeh, mostrou imagens da caixa-preta da aeronave e afirmou que qualquer declaração antes da análise dos dados seria “opinião”.

Afogados FC terá em média R$ 150 mil de cota de televisão no estadual 2020

Presidente da FPF, Evandro Carvalho. Foto: FPF/Divulgação

O presidente da Federação Pernambucana de Futebol (FPF), Evandro Carvalho, confirmou informações sobre o orçamento do Campeonato Pernambucano de 2020, com data de estreia marcada para 18 de janeiro.

Em entrevista ao comentarista Ralph de Carvalho, da Rádio Jornal, o mandatário da entidade falou sobre a liberação dos estádios e antecipou a divisão de cotas entre os clubes que vão participar do certame.

“A Rede Globo só firmou contrato com Pernambuco. Não renovou contrato com outros Estados no Nordeste e Norte. Nós teremos a partir desse e do próximo ano São Paulo, Rio, Minas e Pernambuco com televisionamento. A cota é R$1 milhão para Sport, R$1 milhão para Náutico, R$1 milhão para Santa Cruz e R$1 milhão para a Federação. A Federação pega esse crédito e rateia com os clubes intermediários e coloca uma cláusula no contrato que exige que tenha televisionamento de pelo menos um clube intermediário com um dos três clubes grandes. É uma forma indireta de gerar receita para o clube. Eles ganham em torno de R$ 150 mil. Entre os clubes está o Afogados FC. Esse ano teve um plus significativo. Porque a Federação esse ano vai custear a arbitragem do Campeonato. É a primeira vez no Brasil que isso acontece”, comentou Evandro Carvalho.

Justiça condena militante do PSTU por fake news contra Mendonça Filho

Professor terá que pagar indenização de R$ 50 mil à União

A Justiça Federal condenou o autor de umas das mais danosas fake news propagadas contra Mendonça Filho quando foi ministro da Educação.

O professor João Rosa Paes Landim Neto, 47 anos, ligado ao PSTU do Piauí, foi condenado a pagar R$ 50 mil de indenização para a União, por propagar no seu site, o Mídia Popular, notícia falsa atribuindo a Mendonça Filho e ao MEC um suposto estudo para cortar salários dos professores com base em “regalias como piso nacional, aposentadoria, férias de 45 dias, aposentadoria especial e descanso pedagógico”.

“O caráter abusivo e ilícito da reportagem é nítido, especialmente considerando que foi divulgada a foto do ministro, e abaixo, entre aspas, um texto como forma de reprodução de suas palavras, levando a falsa compreensão pelo leitor de que a frase é de sua autoria”, afirmou a juíza Marina Rocha Cavalcanti Barros Mendes, da 5ª vara do Tribunal Regional Federal.

A juíza acatou o pedido da Advocacia Geral da União e determinou, também, a remoção da postagem. Essa fake news foi feita em 2016 e chegou a atingir os trends topics do twitter. Na época, o então ministro Mendonça Filho pediu e conseguiu direito de resposta e a Advocacia Geral da União entrou com ação judicial por danos morais.

“A verdade sempre prevalece, mas o dano para a minha imagem foi incalculável. Até hoje sou questionado por uma frase que nunca disse e um estudo que nunca existiu no MEC”, afirmou Mendonça.

Na campanha passada Mendonça foi alvo dessa fake news, inclusive por parte de advogados que compartilharam a notícia falsa. “O TRE foi firme e puniu todas as fakes news contra mim. Até porque, a esquerda é mestre em atacar os adversários com mentiras. Debate de ideias não é com eles”, completou.

O ex-ministro vai encaminhar a decisão da Justiça Federal para a CPI da Fake News para que este caso seja analisado pela comissão.  “Como não me intimido com mentiras, não meço esforços na minha defesa e na preservação daJustiça condena militante do PSTU do Piauí que fez fake news de professores contra Mendonça Filho a pagar indenização de R$ 50 mil à União minha honra”, declarou.

Ana Arraes planeja deixar presidência do TCU seis meses antes do prazo, de olho em Pernambuco

Foto: Beto Oliveira/Câmara dos Deputados

Para quem leu como apenas uma especulação ou bravata a promessa de voltar a se dedicar a vida pública, até mesmo disputando o governo de Pernambuco, depois de passar pela presidência do Tribunal de Contas da União (TCU), a atual vice-presidente do órgão, Ana Arraes, dá sinais bastante eloquentes de que não está para brincadeira.

A ex-deputada federal Ana Arraes, ainda hoje filiada ao PSB, assumirá o TCU após a passagem de José Múcio Monteiro, que se encerra no final do ano. Ela terá dois anos de presidência no TCU, entre 2021 e 2022, caso não se aposente ou renuncie ao cargo.

Reportagem do JC desta quinta mostra que houve quem não acreditasse que a disposição de Ana Arraes fosse real e possa ganhar corpo. “Não acredito que ela vá abrir mão do cargo antes destes dois anos e meio para se aposentar. Mas, se colocando na disputa majoritária, ela teria apoio do partido, e Geraldo Julio esperaria o seu momento”, declarou um parlamentar, que não quis ser identificado pelo JC.

De acordo com informações de bastidores, o plano de trabalho já costurado internamente na casa aponta que ela planeja deixar a presidência do TCU, renunciando ao cargo, seis meses antes da conclusão do mandato, originalmente no final de 2022. Além de ajudar a pacificar o TCU, com a ascensão em sua vaga de um nome de consenso entre os grupos que formam o órgão de controle federal, Ana Arraes estaria desimpedida legalmente para voltar a encarar o desafio das urnas. A lei elietoral impõe prazo de desincompatibilização.

Na entrevista que concedeu ao blog, nesta terça-feira, a ministra Ana Arraes disse com todas as letras que reza apenas para ter saúde nos próximos anos, de modo a tirar do papel os planos de ajudar a população mais carente do Estado, conforme suas palavras.

“Eu vou me aposentar daqui a dois anos e meio e, se eu estiver bem, como estou agora, pois já sou uma idosa, eu pretendo continuar na luta. Na luta pelo povo pobre de Pernambuco, pelas crianças que precisam de creches, umas das minhas batalhas na Câmara”, afirmou, na terça, revelando o seu desejo de pleitear um cargo eletivo e entrar na disputa pelo executivo estadual.

Ao JC, nesta quarta, o presidente estadual do PSB, Sileno Guedes, procurado pela reportagem para comentar as declarações, foi curto. “Só comentaria se fosse um debate político. No entanto, não se faz esse tipo de debate com uma ministra do TCU. Ela é impedida”, afirmou, ao JC. *As informações são do Blog de Jamildo.

Histórico de Notícias

janeiro 2020
D S T Q Q S S
« dez    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

 

Af. da Ingazeira-PE

Barragem de Brotas