Deputado e Ministro prometem terminar Barragem da Ingazeira até 2018

download (1)

O Deputado Ricardo Teobaldo publicou um vídeo garantindo a retomada das obras da Barragem da Ingazeira. Ele aparece ao lado do Ministro da Integração Hélder Barbalho, que faz o anúncio.
 
“Quero em primeira mão dizer que nós estamos assegurando a liberação e a garantia para retomada das obras da Barragem da Ingazeira, inclusive fazendo que essa obra seja prioritária para o Governo Federal para conclusão até o ano de 2018”.
No último dia 18 de maio, uma reunião entre o promotor Lúcio Luiz de Almeida Neto, o Chefe de gabinete Gustavo Canuto,   Arystofales Rafael (Assessor Jurídico ) e o Diretor do Departamento de Projetos Estratégicos Antônio Luitgards Moura e os prefeitos Geovani Martins, o Danda, de Santa Terezinha e Tião de Gaudêcio, de Quixaba, tratou do tema.
 
O promotor, que é coordenador regional da 3ª Circunscrição do MP, levou o debate sobre a necessidade de liberação do setor orçamentário do Ministério da Integração Nacional e da área econômica do Governo para retomada da Adutora do Pajeú em sua segunda etapa e da Barragem da Ingazeira.
 
A informação é de que para a Adutora do Pajeú em as segunda etapa, houve garantia para de que a obra não vai parar nos próximos quatro meses, com liberação de R$ 45 milhões anunciada pelo Ministério, divididas entre as empresas Sangoban, dos tubos, e MRM, da execução. . Mas ainda há um longo caminho a percorrer. São cerca de R$ 20 milhões para o Ramal de Sertânia e R$ 19 milhões para o de Santa Terezinha.
 
Em relação a Barragem de Ingazeira, restava garantia da liberação de um crédito de R$ 33 milhões. “O Ministério tem a autorização para gastar. Mas o recurso está  contingenciado pela equipe econômica, que segurou  80% dos recursos do Ministério.  Precisamos liberar via emenda parlamentar ou convencendo os Ministério da área econômica, de Fazenda, Casa Civil e Planejamento”, explicou.
Fonte: Blog do Nill Júnior

Ministério da Saúde vai fechar unidades do Farmácia Popular até agosto

farmacia-popular

O Ministério da Saúde deve fechar, até agosto, as 367 unidades próprias do programa Farmácia Popular. O encerramento já havia sido anunciado em março deste ano. Segundo o governo, os estados e municípios poderão assumir os custos dessas unidades próprias. O programa “Farmácia Popular – Aqui tem Farmácia Popular”, realizado em parceria com farmácias privadas, continua funcionando normalmente.

Segundo o governo, a mudança vai ampliar a oferta de medicamentos para o tratamento de doenças como diabetes, hipertensão e asma. Isso porque, segundo o Ministério da Saúde, manter as farmácias gastava até 80% dos recursos totais do programa e apenas 20% eram efetivamente gastos na compra e distribuição de medicamentos aos pacientes.

De acordo com o órgão, a iniciativa permitirá o aumento no valor repassado anualmente pelo ministério aos estados e municípios, que será reajustado de R$ 5,10 por habitante para R$ 5,58.

“Não haverá nenhum prejuízo de acesso ao usuário. Pelo contrário, estamos ampliando o acesso, ampliando a oferta de medicamentos e não estamos terminando com o Farmácia Popular. Estamos fortalecendo a rede credenciada. Os medicamentos exclusivos na farmácia de rede própria representam menos de 7% da procura dos usuários. Ou seja, cerca de 93% dos usuários buscam medicamentos para hipertensão, diabetes e asma, disponíveis na rede credenciada do Farmácia Popular. Os demais medicamentos estão disponíveis tanto nas unidades básicas quanto nas farmácias próprias da prefeituras”, disse o ministro da Saúde, Ricardo Barros.

O Ministério da Saúde afirma que os medicamentos de maior procura — hipertensão, diabetes e asma — representam mais de 90% dos usuários do programa e já estão disponíveis nas drogarias conveniadas do Aqui Tem Farmácia Popular. Esses e os demais medicamentos também são ofertados nas farmácias da Atenção Básica, que receberão os recursos adicionais.

Temer “enterra” Farmácia Popular, critica Humberto

thumbnail_34997342722_c14b33e46c_z

O líder da Oposição no Senado, Humberto Costa (PT-PE), fez duras críticas ao fechamento das unidades do programa Farmácia Popular.

Segundo o Ministério da Saúde, até agosto deste ano, todos os 367 estabelecimentos próprios que oferecem medicamentos gratuitos e com descontos deixarão de funcionar.

“O que Temer está fazendo é sacrificando a vida de milhares de pessoas carentes, que dependem desses medicamentos e não têm recursos e acesso a outros pontos de venda dos remédios. Temer age como coveiro e vai enterrar mais um programa bem sucedido no país. E ainda corre o risco de também de levar com ele para a cova os brasileiros”, afirmou o senador, que é ex-ministro da Saúde e criador do programa.

O fim das atividades do Farmácia Popular também foi questionado pelo próprio Conselho Nacional de Saúde (CNS). Ainda em maio, o CNS divulgou uma carta pedindo a suspensão do fechamento das unidades e entregou ao ministério um abaixo-assinado com mais de 100 mil assinaturas contra a medida.

Segundo Humberto, além da dificuldade no acesso aos medicamentos, o fim do programa também vai prejudicar a oferta de remédios para a população. Enquanto o Farmácia Popular possuía uma oferta de 110 tipos diferentes de medicamentos, gratuitos ou com desconto, as farmácias particulares que compõem o Aqui Tem Farmácia Popular só irão ofertar 42 produtos para a população carente.

“Mais uma vez, o governo de Michel Temer decide cobrar a conta dos mais pobres, dos que mais precisam. Uma ação como essa é um crime. Milhares de famílias vivem o drama de não ter dinheiro para comprar remédios fundamentais para garantir uma vida com dignidade. Foi pensando na situação dessas pessoas que criamos o programa que assegura medicamentos para pessoas que sofrem com problemas como diabetes e pressão alta. Fomos o primeiro país do mundo a fazer isso nessa proporção e agora estamos jogando esse legado e a vida dessas pessoas no lixo”, sentenciou Humberto.

Julgamento da chapa Dilma-Temer é retomado

age20170606435

O TSE retomou, há pouco, por volta das 9h10, o julgamento da chapa-Dilma-Temer, que pode resultar na cassação do presidente Michel Temer. Gilmar Mendes, presidente TSE, deu início à abertura da sessão, com a aprovação da ata da sessão de ontem. 
Herman Benjamin, relator da ação, comenta as preliminares que serão analisadas na sessão de hoje do TSE.

A principal questão será decidir se os depoimentos de executivos da Odebrecht —requeridos pelo ministro Herman Benjamin, relator da ação—, poderão ser utilizados como prova ou se deverão ser excluídos do julgamento.

Benjamin convocou em fevereiro oitivas de delatores da Odebrecht, a partir de notícias sobre a Operação Lava Jato veiculadas na imprensa. Os advogados de defesa afirmam que nenhuma dessas testemunhas foi requerida pelas partes.

A primeira sessão, na noite de ontem, durou três horas. Os ministros decidiram sobre quatro questões preliminares. Por exemplo, que cabe ao TSE, e não exclusivamente ao STF (Supremo Tribunal Federal) julgar a cassação do presidente.

O que aconteceu ontem:

 – Os representantes de Dilma e Temer divergiram sobre a possibilidade de separar de contas de ambos. Para os advogados da petista, se Temer quisesse se eleger em 2014, “iria à urna, apertaria o 13 e votaria em Dilma Rousseff”. Para os do peemedebista, a eventual separação “não contraria absolutamente nenhuma decisão” do TSE.

 – Para os advogados de defesa, a ação teria perdido objeto após o impeachment de Dilma Rousseff (PT). Os ministros entenderam que não.

 – A corte também rejeitou uma manifestação da defesa pedindo a exclusão dos depoimentos do marqueteiro João Santana, convocado a testemunhar pelo relator da ação.

 – Gilmar Mendes e Herman Benjamin entraram em um embate. Mendes, presidente da corte, afirmou que “o TSE cassa mais mandatos do que candidatura”. Benjamin retrucou: “O TSE cassa quem é contra a democracia”.

Prefeitura de Afogados da Ingazeira determina local para comercialização de fogos de artifício nesse São João

Festejos-Juninos-e-Copa-do-Mundo-aquecem-vendas-de-fogos-em-Lagarto-Lagartocomoeuvejo-2014-6

Buscando garantir a segurança da população e atendendo a uma determinação do Ministério Público e do Corpo de Bombeiros, a Prefeitura de Afogados da Ingazeira informa que só será permitida a comercialização de fogos de artifício no Anel Viário, nas imediações do cruzamento da Av. Rio Branco com a Av. Artur Padilha.

Quem insistir em comercializar fogos de artifício fora desse local, terá a mercadoria apreendida pela Polícia Militar e Corpo de Bombeiro.

Expoagro 2017 anuncia Elba Ramalho, Daniel Bueno, Ciel Rodrigues, Maciel Melo, Fulô de Mandacaru, Henrique & Juliano, entre outros

cats

Entrada será um 01 kg de alimento não perecível
 
Durante entrevista coletiva esta manhã na Secretaria de Educação, o Prefeito de Afogados da Ingazeira José Patriota anunciou a programação da Expoagro 2017 e Festa de Emancipação Política. Antes o gestor pediu a compreensão da população para o fator “dificuldades” que definiu os critérios para fechar a programação.
 
“Mantivemos o mesmo limite, o mesmo teto dos últimos anos da festa, mantendo o mesmo custo, o mesmo orçamento do ano passado e buscando novos parceiros”. Ele agradeceu o apoio do Governo do Estado. Disse estar praticamente pronta a programação de emancipação no tocante às ações durante o dia.
 
Uma das novidades será a 13ª Exposição solidária, dia 28, com liberação de crédito para os produtores. Haverá uma atração Gospel, para a comunidade evangélica. Quarta-feira, haverá um consenso fechado com representantes das igrejas evangélicas.
 
Ele defendeu a festa como impulso da cadeia produtiva da cidade. “O comércio de roupa, alimentos, bebidas, cadeia de hospedagem, gera oportunidade. Há pessoas sem emprego formal que produzem, comercializam a  partir das festas”. Foi uma defesa, segundo o próprio prefeito, a quem tenta descaracterizar e criticá-lo pela realização.
 
Outra novidade foi o anúncio de que haverá doação de entrada com um quilo de alimento não perecível. Metade será para vítimas das chuvas e metade para famílias carentes de Afogados. Até o fim da semana haverá anúncio dos locais de  arrecadação e troca por ingresso.
 
Dia 29, Forró do Muído, Elba Ramalho e Ciel Rodrigues.
Dia 30, serão quatro atrações: Daniel Bueno, Maciel Melo , Henrique & Juliano e Cavaleiros do Forró.
Dia 1º Coletivo da Terra (artistas da região), Os Nonatos, Fulô de Mandacaru e Amigos Sertanejos.
 
Antecipou para evitar vazamentos: Um dos motivos da antecipação foi evitar especulações e o vaza vaza na imprensa. Nas últimas coletivas, o prefeito chegou para anunciar uma programação que já estava bastante vazada.
 
Esse ano, o prefeito foi que buscou driblar essa movimentação. A programação foi fechada na noite de ontem, com a decisão de anúncio esta manhã, pegando até  a imprensa de surpresa. 

Caixa antecipa saque das contas inativas do FGTS

20170606113954699066o

A Caixa Econômica Federal antecipou novamente o calendário de saques de contas inativas do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS).

Para os beneficiários nascidos em setembro, outubro e novembro, a data para início dos saques, prevista em 16 de junho, foi remarcada para o próximo sábado, dia 10 de junho.

A medida foi anunciada nesta terça-feira (6/6), pelo presidente da Caixa, Gilberto Occhi, em coletiva na sede do banco em Brasília.

Com a nova fase de pagamentos, a expectativa é já superar os R$ 30 bilhões liberados das contas inativas, informou o presidente. Segundo Occhi, a projeção inicial de pagamentos entre R$ 30 bilhões e R$ 35 bilhões será facilmente superada ao final do programa. “A perspectiva de pagamentos se aproxima dos R$ 40 bilhões”, disse.

Para operacionalizar os saques, 2.015 agências da Caixa abrirão das 9 horas às 15 horas neste sábado, e outras 69 agências terão a sala de autoatendimento disponível aos beneficiários. Já nos dias 12, 13 e 14 de junho, as agências abrirão duas horas mais cedo do que o habitual para atender os beneficiários.

A antecipação, segundo Occhi, se deve à proximidade da data prevista inicialmente ao feriado de Corpus Christi.

Entre 10 de março e 2 de junho, a Caixa registrou o pagamento de R$ 27,6 bilhões relativos às contas inativas do FGTS, 95,2% do total inicialmente previsto no período (R$ 29,1 bilhões). Foram beneficiados 16,3 milhões de trabalhadores, 81% do total, segundo a Caixa.

O saque das contas inativas do FGTS para beneficiários nascidos em dezembro está prevista para 14 de julho. Até lá, trabalhadores nascidos nos outros meses também poderão solicitar o pagamento.

Fonte: Blog do Nill Júnior

Com falha bizarra de zagueiro do Flu, Flamengo vence 1º jogo da final do Carioca

Com falha bizarra de zagueiro do Flu, Flamengo vence 1º jogo da final do Carioca

Em um jogo tenso, uma falha bizarra do zagueiro Renato Chaves acabou permitindo que o Flamengo derrotasse o Fluminense por 1 a 0, no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, na tarde deste domingo, no primeiro duelo da finalíssima do Campeonato Carioca.

Aos 33 do primeiro tempo, Renato Chaves tentou afastar uma bola lançada pelo lateral direito Pará, do Flamengo, para a área, mas ele furou de maneira ridícula. A bola sobrou livre para o atacante Everton. Ele apenas ajeitou e finalizou no canto direito da meta de Cavalieri.

O resultado dá uma vantagem considerável ao Flamengo. Um empate no próximo domingo, no Maracanã, dará ao time rubro-negro o título. No caso de vitória do Fluminense por um gol de diferença, a decisão será nos pênaltis; se triunfar por dois gols será campeão.

O Flamengo foi campeão carioca pela última vez em 2014. O time é recordista de títulos no Estado, com 33 taças. Já o Fluminense não levanta o troféu da competição desde 2012, mas ainda assim tem se mantido como o segundo clube em número de conquistas: 31.

O segundo jogo da final será no próximo domingo, às 16h (de Brasília), no Maracanã.

Entenda o que são contas inativas do FGTS

Resultado de imagem para fgts

 

A partir de março, quem foi demitido por justa causa ou pediu para sair do emprego até dezembro de 2015 poderá sacar recursos de contas do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), as chamadas contas inativas. Não há limite máximo para o saque dos valores, que serão liberados conforme o mês de aniversário do trabalhador. Como descubro se tenho uma conta inativa no FGTS? Acesse o site criado pela Caixa e preencha com os dados solicitados (CPF ou PIS). Também é possível consultar no aplicativo do FGTS, nas agências da Caixa, por meio do cartão cidadão, em postos de autoatendimento e no internet banking da Caixa. Para consultar o saldo da conta do FGTS, o trabalhador precisa informar seu número PIS, que consta na carteira de trabalho, e cadastrar uma senha, caso seja seu primeiro acesso à plataforma. Quem pode sacar o FGTS? Todas as pessoas que possuem contas do FGTS que ficaram inativas até 31/12/2015. Segundo o governo, são 10,1 milhões de trabalhadores. A conta inativa será considerada aquela vinculada a um contrato de trabalho já extinto, e com data de desligamento até 31/12/2015. Uma única pessoa pode possuir várias contas do FGTS, uma para cada trabalho com carteira assinada. Cada conta é encerrada quando o respectivo contrato é finalizado. Normalmente, existe saldo de contas inativas de pessoas que pediram demissão, mas não puderam sacar o FGTS.

Mês de aniversário Saque a partir de
Janeiro e fevereiro 10/03/2017
Março, abril e maio 10/04/2017
Junho, julho e agosto 12/05/2017
Setembro, outubro e novembro 16/06/2017
Dezembro 14/07/2017

 

TROCA DE COMANDO NAS POLÍCIAS MILITAR E CIVIL REVELA A FALTA DE RUMO NA SEGURANÇA PÚBLICA, DIZ SÍLVIO COSTA

O governador Paulo Câmara acaba de nomear seu terceiro comandante geral da Polícia Militar e o segundo chefe da Polícia Civil em dois anos de gestão. Nesta sexta-feira, semana em que o Poder Executivo comandou a aprovação à força do Projeto de Lei Complementar 1166/2017 na Assembleia Legislativa de Pernambuco, a exoneração do coronel Carlos D’Albuquerque e do delegado Antônio Barros foi recebida com surpresa, principalmente pela proximidade do Carnaval. Para a Bancada de Oposição na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), a medida é uma demonstração do quanto o Governo do Estado está sem rumo na questão da segurança pública em Pernambuco.

“Mais uma vez, o Governo do Estado aposta na troca de comando para tentar mudar o quadro da violência, como já fez nos últimos anos, com o comando da PM, com a coordenação das delegacias e com a chefia de alguns batalhões de polícia. Mas não é isso que vai mudar a realidade da segurança no Estado”, destaca o deputado Silvio Costa Filho (PRB), líder da Bancada de Oposição na Alepe.

O parlamentar sugere o diálogo franco com a categoria de policiais civis e militares, assim como o envolvimento de toda a sociedade na reformulação do Pacto pela Vida. “As medidas adotadas pelo Governo não vêm surtindo efeito, tanto que em janeiro tivemos o mês com maior número de homicídios em dez anos, com 479 mortes, e mais de 100% de aumento nos crimes contra o patrimônio nos últimos cinco anos, com 114.802 casos em 2016 ante os 55.684 registrados em 2011”, comparou.

Vice-líder da Oposição, o deputado Joel da Harpa (PTN) alerta para a continuidade da tensão na categoria. “O fim da mesa de negociação e a postura autoritária do Governo acirrou os ânimos da tropa. A questão salarial não agradou, pelas distorções que apresenta, e se deixou de contemplar a melhoria das condições de trabalho. Não dá para o policial continuar indo para a rua sem o mínimo de equipamentos de segurança”, defendeu.

A Bancada de Oposição vai encaminhar, à Comissão de Cidadania e Direitos Humanos, um pedido para realização de audiência pública para discutir o futuro do Pacto pela Vida. “O próprio professor José Luiz Ratton, um dos idealizadores do projeto, já declarou que o Pacto perdeu sua essência. Esperamos que o Governo do Estado abandone o cabo de guerra e aceite o debate e as contribuições para a mudança desse quadro”, afirmou Silvio.

Fonte: Blog do Finfa 

Histórico de Notícias

agosto 2019
D S T Q Q S S
« jul    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

 

Af. da Ingazeira-PE

Barragem de Brotas