André Ferreira filia ao PSC Alvinho Patriota, que quer discutir o Sertão na Alepe

A chapa do PSC à Assembleia Legislativa ganhou mais força no Sertão, com a filiação do ex-presidente da Câmara de Salgueiro Alvinho Patriota. Ele foi recebido na sigla pelo presidente estadual e pré-candidato ao Senado, deputado estadual André Ferreira, pelo presidente da Alepe, Guilherme Uchoa, e pelo empresário Junior Uchoa.

Alvinho será um dos representantes do Sertão do Pajeú na chapa do partido, que há mais quatro meses vem sendo montada e tem potencial de eleger seis ou sete deputados estaduais.

“Alvinho Patriota já demonstrou a sua capacidade de trabalho quando conduziu com competência a Câmara de Salgueiro. Para nós, do PSC, é um quadro que reforça nossa chapa e ajuda a estruturar nosso partido no Estado”, afirmou André Ferreira.

Ao falar sobre a sua filiação, Alvinho Patriota afirmou que optou pelo PSC pelo projeto que o partido está apostando.

“André (Ferreira) falou da necessidade de interiorizar ainda mais o PSC. É importante isso para o partido ter uma vida orgânica. Nasci em Sertânia, moro em Salgueiro e toda a minha família tem ações pelo Sertão. Estou à disposição para estruturar a legenda no Sertão”, afirmou o ex-presidente da Câmara de Salgueiro, que é irmão do deputado federal Gonzaga Patriota.

Prometendo fazer um mandato independente, Alvinho Patriota quer trazer as questões da sua região para o debate na Assembleia Legislativa.

“Precisamos discutir as obras paradas no Sertão, como a Ferrovia Transnordestina, que está parada. A Transposição do Rio São Francisco é outro caso que temos que discutir. Não é possível que os sertanejos ouçam o barulho da água que passa pelo canal em direção à Paraíba e não ter o direito de tomar uma gota dela. São muitos assuntos necessitam de debate, e é isso que vamos fazer na Assembleia”, colocou Alvinho Patriota.

Foto: Divulgação

Governo ainda deve R$280 milhões do FEM dos anos de 2014 e 2015, denuncia Silvio

O Governo Paulo Câmara deve aos municípios pernambucanos cerca de R$ 280 milhões das edições 2014 e 2015 do Fundo Estadual de Apoio ao Desenvolvimento Municipal (FEM), além de nem sequer ter lançado as edições 2016 e 2017 do programa, nem ter dado, até agora, nenhuma sinalização se vai ou não lançar a edição de 2018. Dos R$ 733 milhões destinados durante as três edições do Fundo, o governo do Estado deixou de repassar 38% desse total.

O que chama atenção é que o orçamento previsto para 2018, de R$ 51 milhões é cinco vezes menor do que 2013, quando o fundo foi lançado e foram investidos R$229,2 milhões.

Para o líder da Oposição na Assembleia Legislativa de Pernambuco, Silvio Costa Filho (PRB), a redução mostra o descompromisso do governador Paulo Câmara com os municípios. “O FEM é uma importante ajuda para os municípios, mas infelizmente não está sendo tratado como deve. É fundamental que o governo mantenha o auxílio e não o trate como peça de marketing. Entendemos que ações objetivas sejam tomadas, pagando o que deve aos municípios. Além disso, o Fundo deve ser mantido pelos próximos governadores e de maneira impositiva, buscando mecanismos na desburocratização para a liberação do recurso para ajudar os municípios”, destacou.

No decorrer do Governo Paulo Câmara, o número de municípios beneficiados pelo FEM teve uma diminuição expressiva, sendo 182 cidades, em 2013, e 94 em 2017. Quase a metade. “O Governo vem reduzindo os repasses exatamente no momento em que os municípios mais precisam de recursos por causa da crise econômica. Esses valores apenas representam saldos de anos anteriores”, avaliou.

“Enquanto gastou R$50 milhões, em 2017, com a Arena de Pernambuco e R$30 milhões em consultorias e outros gastos, esqueceu de investir nos municípios, um compromisso estabelecido no início da gestão e que infelizmente não tem sido honrado pelo governador Paulo Câmara. É preciso que os prefeitos se mobilizem e se unam e cobrem objetivamente uma posição do governo do Estado”, pontuou.

O deputado vai apresentar um pedido para que os secretários de Planejamento e Administração, Marcio Stefanni e Milton Coelho, respectivamente, sejam convidados a prestar esclarecimentos sobre o Fundo na Alepe o mais breve possível. “Fazemos um apelo para que o Governo Paulo Câmara apresente a edição 2018 do FEM e encontre uma forma de compensar os municípios pelo não lançamento das edições 2016 e 2017.

Paralisação de Fiscais Agropecuários afeta trânsito de cargas no Vale do São Francisco

O presidente da Federação da Agricultura do Estado de Pernambuco (Faepe), Pio Guerra, e o presidente do Sindicato Rural de Petrolina, Jailson Lira, reuniram-se com o secretário estadual de Agricultura e Reforma Agrária, Wellington Batista, na última terça-feira (03), para pedir medidas que viabilizem o retorno dos serviços de emissão das Guias de Trânsito Animal (GTAs) e de Permissão do Trânsito Vegetal (PTVs).

A expedição desses documentos foi interrompida devido à greve decretada por Fiscais Estaduais da Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária de Pernambuco (Adagro), na segunda-feira (02).

De acordo com o presidente do Sindicato, a fruticultura é a principal atividade econômica do Vale do São Francisco, com uma grande movimentação de cargas para abastecimentos dos mercados interno e externo, e consequentemente a mais afetada neste momento em que os serviços estão inoperantes.

“Sem a expedição dos documentos de transporte, os carregamentos serão interrompidos, acarretando prejuízos incalculáveis aos produtores e à economia do Estado”, alertou Lira.

O secretário de Agricultura tratará o assunto, junto à diretoria da Adagro,  na tentativa de garantir a continuidade dos serviços essenciais para liberação do transito de cargas.

Câmara de Afogados discute Orçamento Participativo com lideranças urbanas

Na última segunda feira (2) a Câmara de Vereadores de Afogados da Ingazeira realizou uma grande discussão com lideranças urbanas sobre o Orçamento Participativo. Na reunião foi aprovado um calendário que prevê a visita da Câmara à todos os bairros do município, ouvindo a prioridade dos moradores para inserir nas leis orçamentárias (LDO e LOA).

Ao início do encontro o ex secretário de finanças de São José do Egito, Tarcísio Leite trouxe uma explanação rápida e objetiva de como funciona o Orçamento Participativo.  Logo após a sua fala as lideranças urbanas e vereadores apresentaram propostas e sugestões para fechamento do calendário. Moradores de Brotas lamentaram o fato do Conselho estar desacreditado: “Infelizmente os conselhos estão desestimulados, algumas metas são definidas e infelizmente o poder executivo não tem atendido, tem requerimentos nesta casa desde 2013 que são prioridades do bairro”, lamentaram os moradores.

O Presidente da Casa, Igor Mariano e o vereador Augusto Martins entregaram para todos os participantes uma cópia da lei municipal que obriga a realização do orçamento participativo e uma cópia da cartilha Câmara nas escolas que contém o papel detalhado de cada vereador, o que pode e o que não pode ser feito pelo legislativo.

Augusto Martins como autor da proposta conduziu o encontro e fechou as datas que serão realizadas as reuniões nos bairros: “Vamos aos bairros ouvir o povo e inserir suas prioridades na lei, este é um compromisso da Câmara de Vereadores”, destacou Martins. 

O vereador Daniel Valadares falou da importância de conselhos, associações e Câmara De Vereadores estarem juntos cobrando melhorias: “Nossa voz certamente será mais forte porque falaremos uma só voz, o executivo terá a sensibilidade de atender as demandas do povo”, frisou Valadares.

Agenda – A Câmara volta a se reunir em sessão ordinária na próxima segunda-feira (9), às 20h.

Secretário de educação básica Rossieli Soares assume lugar de Mendonça no MEC

O secretário de Educação Básica, Rossieli Soares da Silva, vai substituir Mendonça Filho (DEM-PE) no comando do Ministério da Educação. Mendonça deixará o cargo para disputar as eleições. A informação foi confirmada pela assessoria do Ministério da Educação na manhã desta quinta-feira (5).

Rossieli está no MEC desde maio de 2016. Antes, ele era o secretário de educação do Estado do Amazonas. Também ocupou outros cargos no governo amazonense, apesar de ser natural do Rio Grande do Sul.

Por lei, os ministros que quiserem se candidatar na eleição de outubro precisam deixar os cargos seis meses antes do pleito, prazo que termina neste sábado (7).

Mendonça Filho é natural de Recife, foi governador e vice-governador de Pernambuco (1999-2002 e 2003-2006). Também foi secretário de Estado, deputado estadual, deputado federal.

Para assumir o Ministério da Educação em 26 de outubro de 2017, se licenciou do mandato de deputado federal na legislatura de 2015 a 2019.

Propostas

O político ficou conhecido por ser o autor da PEC (Proposta de Emenda Constitucional) que instituiu a reeleição para cargos do Executivo, inclusive presidente da República, a partir de 1998. A medida permitiu que Fernando Henrique Cardoso e depois Lula e Dilma tivessem um segundo mandato consecutivo.

Entrou para a política pouco depois de completar 20 anos. Foi eleito deputado estadual, em 1986 – o mais novo do Brasil na época. Exerceu dois mandatos seguidos na Assembleia Legislativa de Pernambuco. As informações são do site G1.

Maioria do STF nega habeas corpus preventivo a Lula

Por 6 votos a 5, o Supremo Tribunal Federal (STF) negou no início da madrugada desta quinta (5) habeas corpus no qual a defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva tenta impedir eventual prisão após o fim dos recursos na segunda instância da Justiça Federal. Os advogados tentavam mudar o entendimento firmado pela Corte em 2016, quando foi autorizada a prisão após o fim dos recursos naquela instância. O julgamentodurou mais de 10 horas.

Em julho do ano passado, Lula foi condenado pelo juiz federal Sérgio Moro a nove anos e seis meses de prisão. Em janeiro deste ano, o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) aumentou a pena para 12 anos e um mês na ação penal do triplex do Guarujá (SP), na Operação Lava Jato.

Com a decisão, Lula perde direito ao salvo-conduto que foi concedido a ele pela Corte no dia 22 de março e impedia sua eventual prisão. Dessa forma, o juiz federal Sérgio Moro poderia determinar a prisãoimediata do ex-presidente, no entanto, a medida não é automática, porque ainda está pendente de mais um recurso na segunda instância da Justiça Federal.

Em casos semelhantes na Lava Jato, o juiz determinou a prisão sem esperar comunicação do tribunal. Em outros, aguardou a deliberação dos desembargadores.

No dia 26 de março, a Oitava Turma do TRF4 negou os primeiros embargos contra a condenação e manteve a condenação de Lula, no entanto, abriu prazo para notificação da decisão até 8 de abril, fato que permite a apresentação de um novo embargo. Para que a condenação seja executada, o tribunal deve julgar os recursos e considera-lós protelatórios, autorizando Moro, titular da 13ª Vara Federal em Curitiba, responsável pela primeira sentença de Lula, assine o mandado de prisão.

Votaram contra a concessão do habeas corpus o relator, Edson Fachin, Alexandre de Moraes, Luís Roberto Barroso, Rosa Weber, Luiz Fux e a presidente, Cármen Lúcia. Gilmar Mendes, Dias Toffoli ,Ricardo Lewandowski, Marco Aurélio e Celso de Mello se manifestaram contra por entenderem que a prisão só pode ocorrer após o fim de todos os recursos na própria Corte. As informações são do jornal Folha de Pernambuco.

Armando participa de congresso da Amupe e prestigia filiação de Álvaro Porto ao PTB

O senador Armando Monteiro (PTB-PE) participa, nesta quinta-feira (5), do 5º Congresso da Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe), no Centro de Convenções, em Olinda. O petebista fará abertura da mesa redonda que tem como tema “Desafios e oportunidades dos municípios na implementação dos ODS”. O encontro começará às 14h e terá as presenças do secretário-executivo da Comissão Nacional de ODS (CNODS), Henrique Villa; do prefeito de Barcarena (PA), Antônio Carlos Vilaça; e do presidente da Amupe, José Patriota, entre outras autoridades.

O 5º Congresso da Amupe tem como tema “Objetivos de Desenvolvimento Sustentável: Meta Global, Ação Municipal”. Durante o evento, que se estende até a sexta-feira (6) e reunirá prefeitos de todas as regiões de Pernambuco, haverá o lançamento do Prêmio Prefeito Empreendedor, pelo Sebrae, e também do Anuário dos Municípios Pernambucanos 2018, em formato digital. Além disso, diversas oficinas temáticas serão oferecidas para aperfeiçoamento da gestão pública.

FILIAÇÃO – Ainda nesta quinta-feira, à noite, o senador Armando Monteiro participa da filiação do deputado estadual Álvaro Porto ao PTB. O evento ocorrerá no Hotel Tavares Correa, em Garanhuns, num grande ato que reunirá lideranças políticas do município e do Agreste.

Foto: Divulgação

OTS e ORF autuam mais de mil e oitocentos condutores no mês de Março

As Operações Trânsito Seguro – OTS, e Rota de Fuga – ORT, do Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco – DETRAN-PE, juntas, durante o mês de março, abordaram 6.018 veículos em blitzes nas cidades de Recife, Olinda, Paulista, Cabo, Jaboatão dos Guararapes, Igarassu, Abreu e Lima, Ilha de Itamaracá, Aldeia, São Lourenço, Camaragibe, Caruaru, Limoeiro, Vitória de Sto Antão, Carpina, Paudalho, Goiana, Arcoverde, Custódia, além de Gravatá e Brejo da Madre de Deus, onde o ênfase foi na educação, fluidez e teste de alcoolemia com motoristas de coletivos.  As equipes de Operações tiveram o auxilio de um drone que auxiliou nos trabalhos de fluidez dos veículos que seguiam para a paixão de Cristo em Gravatá e em Nova Jerusalém.

Na ação, que contou com a parceria da Polícia Militar – PM, e do Batalhão de Policiamento de Trânsito – BPTran, foram autuados 1.861 condutores por não uso do cinto de segurança, inclusive no banco traseiro; falar ao celular durante a condução do veículo; não portar Carteira Nacional de Habilitação – CNH, e documento de porte obrigatório (Certificado de Registro e Licenciamento de Veiculo – CRLV); dirigir sob o efeito de álcool; falta de equipamento obrigatório de segurança; e carregar criança sem o uso da cadeirinha. Desses, 332 tiveram o veículo removido para o depósito do Órgão, 78 motoristas tiveram sua CNH recolhida por recuso ou constatação de alcoolemia e 1 condutor que ao realizar o teste do bafômetro estava acima do teor permitido, foi encaminhado para audiência de custódia por ter sido autuado no crime de alcoolemia.

A OTS tem como foco infrações do cotidiano, comuns nas ruas e avenidas, sempre garantindo o cumprimento das leis e da fluidez do trânsito. Já a ORT, que foge do modelo convencional de blitz estática e mobiliza as equipe para que os agentes se posicionem estrategicamente, a fim de impedir a evasão dos infratores, tem como objetivo principal coibir a realização de manobras perigosas nas vidas como calçadas, colocando em risco a segurança no trânsito, inclusive dos pedestres.

De acordo com o diretor presidente do Detran-PE, Charles Ribeiro, os agentes de trânsito estão nas ruas por determinação do Governador Paulo Câmara, para garantir aos cidadãos mais tranquilidade.  É importante que cada um faça seu papel e pedimos aos condutores prudência na hora de dirigir e não fazer a mistura fatal que é álcool e direção, porque se for necessário agiremos com coercitividade. “O Detran está participando da Operação Octopus, disponibilizando agentes de trânsito da ORF e OTS, guinchos, viaturas e motos, sendo parceiro da PM-PE, com foco na diminuição de acidentes e da violência”, destacou Ribeiro.

Rodrigo Novaes volta a falar da CPI das Faculdades após determinação do MEC

O deputado Rodrigo Novaes (PSD) voltou à tribuna, na última terça-feira (03), para falar sobre a CPI das Faculdades Irregulares, colegiado que presidiu de 2015 a 2016. O motivo do pronunciamento foi a determinação do Ministério da Educação (MEC) ao cancelar os diplomas emitidos desde 2012 por faculdades irregulares aqui do Estado.  

“Desejamos que essas faculdades sejam fechadas, que esses cursos sejam proibidos, que os administradores dessas instituições irregulares sejam presos. Mas, não desejamos que os estudantes sejam prejudicados. Esse não é e nunca foi objeto de nossa CPI”, afirmou Novaes. Ele comentou que desde o início foi solicitado ao MEC que encontrasse uma alternativa. “Pedimos que fossem realizados exames de proficiência para que o estudante avaliação sobre o seu nível e pudesse ser dirigido a uma instituição para concluir o curso”, explicou.

Além disso, o deputado fará uma solicitação ao MEC e ao Ministério Público Federal (MPF). “É preciso que as ações criminosas sejam investigadas e que estes criminosos sejam  presos. E que os estudantes que não concluíram os cursam tenham seu dinheiro de volta e seus danos morais reparados. É necessário mais atenção  do MEC com esses estudantes”, reforçou.

O vice-líder do governo ressaltou ainda que irá à Câmara dos Deputados para um encontro com o novo presidente da Comissão de Educação, o deputado federal Danilo Cabral (PSB). Na ocasião, Novaes irá propor a realização de uma CPI nacional para investigar as irregulares nos outros estados da federação. “Há centenas de instituições praticando estas fraudes em quase todo território nacional”, finalizou.

Foto: Jarbas Araújo 

Nova lista de convocados no processo seletivo é divulgada pela Secretaria de Educação de Petrolina

Foram divulgadas pela Secretaria de Educação de Petrolina (SEDU) mais duas convocações dos classificados no processo seletivo para a contratação e profissionais para atuar na Rede municipal de ensino.  Os editais 21 e 22 estão disponíveis no Diário Oficial do município, no site: https://doem.org.br/pe/petrolina.

 Os editais convocam os candidatos classificados para os cargos de Assistente de Criança; auxiliar Administrativo; auxiliar de sala de aluno autista; professor de AEE; professor Educação Infantil; auxiliar de cozinha e auxiliar de limpeza – estes últimos foram classificados no processo seletivo realizado em 2017, mas ainda em validade. O comparecimento do candidato deve acontecer até a próxima sexta – feira (06), no auditório da SEDU, localizado no Centro de Convenções, 2º andar, no Centro, das 8h às 16h, munido de toda a documentação original e cópias relacionadas no Anexo II do edital, para tratar da contratação e localização nas unidades escolares.

A secretária executiva de Planejamento e Monitoramento, Leilane Moraes, alertou a necessidade do comparecimento imediato dos convocados para suprir a lacuna nas escolas e ressaltou que a ausência nas datas e horários previstos acarretará a desclassificação do candidato. “Esperamos que todos que fizeram as provas fiquem atentos às convocatórias e se apresentem para que possamos encaminhar para as escolas que estão precisando desses profissionais”, pontuou.

Carnaíba: vereadores da oposição falam sobre mudanças na Câmara e escolha de novo presidente

Em encontro com a reportagem da Folha do Pajeú, nesta terça-feira (03), os vereadores Nêudo da Itã (PSB), e Gleybson Morais (PDT), que formam parte da oposição em Carnaíba, falaram sobre as mudanças na gestão da Câmara, a votação para o novo presidente do legislativo, além das escolhas para as eleições deste ano. O grupo que se opõe ao prefeito Anchieta Patriota (PSB), atualmente é formado pela maioria de seis vereadores.

Nêudo, presidente da Câmara de Vereadores de Carnaíba, há um ano e três meses, fez uma avaliação de sua gestão. Segundo ele, desde que está à frente do comando da casa, houve mais transparência no processo político do legislativo e maior envolvimento da população nas decisões.

“Projetos que antigamente chegavam na câmara de vereadores, e eram votados meia-noite, uma hora da manhã, para que a pessoas não tomarem conhecimento, na minha gestão como presidente, não aceito isso”, falou Nêudo.

E acrescentou: “No passado não existia plateia, a população não ia a câmara de vereadores, hoje a gente já teve sessões com oitenta pessoas. E isso demostra que o povo está acompanhando de fato os trabalhos.”

Nêudo, também pretende levar sessões do legislativo aos bairros e comunidades rurais do município. “Algumas pessoas têm dificuldade de ir as reuniões na cidade, então a gente vai levar a câmara até a população”, disse.

A partir de janeiro de 2019, quem assumirá a posição de presidente será Gleybson. Através de um consenso do grupo, ele foi escolhido em uma votação feita de maneira aberta.

“A gente almeja dar conta da responsabilidade da qual assumimos, dando sequência ao trabalho desenvolvido por Nêudo”, disse Gleybson, que está em seu primeiro mandato como vereador.

Questionado se o grupo apoiaria o ex-prefeito Didi, em 2020, Gleybson, declarou que não têm uma visão clara do que pode acontecer: “A gente não sabe do futuro porque está um pouco distante ainda, isso o tempo que vai dizer.”

Para as eleições de 2018, a oposição ao prefeito Anchieta, que aumentou de quatro para seis vereadores na câmara, e se mantém sem divisões, irá apoiar os deputados Júlio Cavalcanti (estadual) e Zeca Cavalcanti (federal).

Atos contra habeas corpus a Lula reúnem milhares pelo País

Em várias cidades do Brasil, manifestantes favoráveis à prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) foram às ruas nesta terça-feira (3) para cobrar que o o STF (Supremo Tribunal Federal) não conceda habeas corpus ao petista.

No Recife, o ato aconteceu na avenida Boa Viagem, no bairro homônimo, na Zona Sul. Os cerca de 2 mil manifestantes, segundo a organização do Vem Pra Rua Recife, se concentraram diante da Padaria Boa Viagem, de onde saíram por volta das 19h10 em direção ao Segundo Jardim.

Os manifestantes caminharam por, aproximadamente, 1 quilômetro vestindo as cores da bandeira brasileira e levando faixas e cartazes. Em cima do trio elétrico, integrantes do movimento discursaram contra o presidente Lula. “Fomos pedir justiça igual para todos e a manutenção da prisão de condenados em segunda instância”, disse a economista Maria Dulce Sampaio, coordenadora do Vem Pra Rua Recife.

Em São Paulo, ao menos oito quarteirões da avenida Paulista, entre a avenida Brigadeiro Luís Antônio e a rua Augusta, foram ocupados por manifestantes pedindo a prisão de Lula. Até as 19h, não havia estimativa do número de participantes. Carros de som de cinco movimentos –Vem pra Rua, MBL (Movimento Brasil Livre), Endireita Brasil, Direita Brasil e Nas Ruas– se espalhavam pelo trajeto.

Em Brasília, centenas se reuniram em frente ao Congresso Nacional. Segundo a Polícia Militar, por volta das 19h, antes de ter um início uma forte chuva, cerca de 400 pessoas estavam no local.

O MBL disse ter marcado atos em mais de 70 cidades, espalhadas por 21 estados. O movimento Vem Pra Rua afirmou que foram convocados protestos em mais de cem cidades, em 20 estados. Na avenida Paulista, a garoa que caía em alguns momentos foi ignorada pelos manifestantes, muitos deles vestindo verde e amarelo, com bandeiras do Brasil e cartazes.

Discursos nos alto-falantes e cartazes citavam os ministros do STF. A ministra Rosa Weber era o principal alvo da pressão, com pedidos para que ela ouça recado das ruas. O voto de Rosa é considerado decisivo no julgamento: ela é contra a prisão após segunda instância, mas tem decidido os casos seguindo a atual jurisprudência do tribunal.

“Ei, Lula, vai para a cadeia” e “Lula, ladrão, seu lugar é na prisão” eram alguns dos coros entoados na Paulista, puxados nos carros de som. Duas faixas gigantes, que podiam ser lidas do alto dos prédios e helicópteros, exibiam as expressões “Lula na cadeia” e “STF corrupto”.

Em Brasília, os manifestantes também fizeram críticas ao ministro do STF Gilmar Mendes –uma das placas o chamava de traidor. Em Curitiba, um membro da organização pediu que os manifestantes fizessem uma prece para que o STF rejeite o habeas corpus. Ele afirmou que o procurador da Lava Jato Deltan Dallagnol havia lhe enviado uma mensagem: “É uma luta contra gigantes e cada um tem seu papel nela.”

Em meio a buzinas e rojões, ambulantes vendiam bonecos “pixulecos” e camisetas com a inscrição “Moro, República de Curitiba”. No Rio, centenas de pessoas reuniram-se em frente ao posto 5 da orla de Copacabana. Em Salvador, uma carreata com cerca de 200 veículos foi organizada em protesto em favor da prisão de Lula. As informações são do jornal Folha de Pernambuco.

Histórico de Notícias

fevereiro 2020
D S T Q Q S S
« jan    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829

 

Af. da Ingazeira-PE

Barragem de Brotas