Get Adobe Flash player

Para visualizar este conteúdo corretamente, é necessário ter o Flash Player instalado.

 A imagem pode conter: 4 pessoas, pessoas sorrindo, close-upA imagem pode conter: 4 pessoas, pessoas sorrindo, close-up

A imagem pode conter: 4 pessoas, pessoas sorrindo, close-upA imagem pode conter: 4 pessoas, pessoas sorrindo, close-upA imagem pode conter: 4 pessoas, pessoas sorrindo, close-up

Encabeçada pelos senadores Armando Monteiro (PTB) e Fernando Bezerra, além do ministro Mendonça Filho (DEM) e o deputado federal Bruno Araújo (PSDB), o chamado G4, principal grupo de oposição ao governador Paulo Câmara, prepara já para o mês de dezembro um evento público de grandes proporções no Recife, marcando assim o ponta pé inicial de suas incursões conjuntas por todo o Estado.

Já para os primeiros meses de 2018 o grupo pretende realizar uma caravana realizando congressos em todas as regiões de Pernambuco. Em sua rápida passagem pelo município de São José da Coroa Grande, no sábado passado, o senador Fernando Bezerra informou que até o final do mês de março o grupo apresentará os nomes que comporão a chapa.

Confiante, FBC também revelou que o imbróglio que envolve o comando do PMDB estadual será definido ainda este ano e que o grupo conseguirá formar um arco de aliança superior a que hoje orbita o governador Paulo Câmara. Além do PTB, PMDB, DEM e PSDB, a oposição já contabiliza o apoio do PRB, Podemos, PV e PRTB. Há a expectava ainda da ida do PR para o time por meio do prefeito de Jaboatão dos Guararapes, Anderson Ferreira, além de outros partidos da base aliada do PSB.

A ida de prefeitos pertencentes a partidos da Frente Popular é outro assunto guardado a sete chaves pela oposição, que prepara a partir do próximo ano um anúncio ao estilo conta-gotas com o propósito de enfraquecer aos poucos o palanque de Paulo Câmara.  

Fonte: Blogpontodevista.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *