14 de agosto de 2020

Copa do Brasil vai virar ano pela primeira vez, mas Brasileirão não é novidade; veja outras ocasiões

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) publicou nesta quinta-feira nova versão do calendário de competições, após a paralisação por conta da pandemia do novo coronavírus. E pela primeira vez na história, a Copa do Brasil vai terminar sua edição no ano seguinte ao que começou. Já no Brasileirão isso não é novidade.

O caso mais recente foi em 2000, na Copa João Havelange. E o motivo veio no Brasileiro de 1999, por conta do Caso Sandro Hiroshi, em que o então jogador do São Paulo foi punido por documentação adulterada em seus times anteriores. O Tricolor Paulista viu pontos ganhos em campo contra o Botafogo irem pro time carioca, que escapou do rebaixamento, levando o Gama à queda.

No entanto, o time do Distrito Federal brigou na Justiça Comum e a CBF ficou impossibilitada de organizar o Brasileiro de 2000, que ficou a cargo do Clube dos 13. A competição foi chamada de João Havelange – em homenagem ao brasileiro ex-presidente da Fifa – e acabou sendo inchada, com times das três divisões nacionais.

O segundo jogo da final, entre Vasco e São Caetano, foi realizado em 30 de dezembro daquele ano, mas a grade de uma das arquibancadas cedeu, ferindo vários torcedores. A partida acabou sendo remarcada para 18 de janeiro de 2001, no Maracanã, e o Cruz-Maltino venceu por 3 a 1, com gols de Juninho Pernambucano, Jorginho Paulista e Romário, conquistando o tetracampeonato nacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *