Compesa promete fim do rodízio em 80% de Afogados com otimização de ETAs

O Gerente Regional da COMPESA, Gileno Veras e o Chefe de Distribuição, Whashington Jordão, confirmaram a pouco ao Debate das Dez do Programa Manhã Total, da Rádio Pajeú FM, que com as intervenções previstas para a Estação de Tratamento de Afogados da Ingazeira e a entrega da ETA Tabira, a Capital do Vale terá 80% de sua área sem necessidade de rodízio.

A ETA Tabira já deve ser entregue até outubro. A ETA Afogados passará por intervenções até o primeiro semestre do ano que vem. A Gerência informou que intervenções pontuais em áreas como Sã Braz e Planalto buscam, melhorar a distribuição.

“Com esse incremento vamos ter 80% de Afogados sem rodízio”, disse Jordão. Segundo eles, respondendo a várias queixas de  ouvintes,  a cidade ainda vive os efeitos de um problema com uma peça que está prejudicando a vazão do Sistema Zé Dantas e vem do Rio Grande do Sul e com as consequências de um grande estouramento semana passada da rede que abastece a cidade.

Muitas áreas do centro tem reclamado a falta de água, algo raro diante da oferta de água geralmente melhor para esse setor. Bairros como São Francisco, Sobreira, Costa e São Sebastião também tem reclamado. É um dos maiores colapsos de distribuição nos últimos anos. A COMPESA diz que tem monitorado a falta de água e acredita que  nos próximos quinze dias o rodízio deve estar dentro do que ocorre geralmente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carnaval das Caretas 2019