11 de julho de 2020

Bolsonaro faz gol de placa na escolha do ministro da Educação

Fonte: Blog do Edmar Lyra

Após dois ministros com conturbadas passagens pelo Ministério da Educação, Ricardo Vélez Rodríguez e Abraham Weintraub, o presidente Jair Bolsonaro anunciou o nome do economista e professor Carlos Alberto Decotelli da Silva para o posto.

Além de bacharel em economia pela UERJ, é mestre pela FGV, doutor na Universidade de Rosário na Argentina e pós-doutor na Universidade de Wuppertal, na Alemanha, todos em administração. Ele estava à frente do FNDE desde o início do governo Bolsonaro, tendo participado da equipe de transição.

Decotelli é o primeiro negro a tornar-se ministro da Educação, além do mais possui credenciais que refutam qualquer questionamento sobre sua escolha. Assim como na Infraestrutura, na Ciência e Tecnologia e na Agricultura quando escolheu nomes qualificados para as respectivas pastas, Bolsonaro escolheu um ministro a altura do cargo que a Educação exige.

A decisão foi um verdadeiro gol de placa, num momento em que o presidente Jair Bolsonaro tem claramente buscado uma melhor relação com o Congresso Nacional e com o Poder Judiciário. Sem as rusgas de Abraham Weintraub com setores da república, a situação institucional do governo tende a melhorar de forma significativa com a chegada de Decotelli.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *