oo

op

folhadopajeu

Serra Talhada: Márcia Conrado deixa Secretaria de Saúde nesta quinta

Fonte: Blog do Nill Júnior

Secretária fala hoje ao programa Manhã Total, da Rádio Pajeú.

A Secretária de Saúde de Serra Talhada, Márcia Conrado, se afasta, nesta quinta-feira (04.06), da Secretaria. O afastamento se faz necessário diante da Lei Eleitoral, visto que Márcia vai concorrer à Prefeitura do município.

A despedida, está prevista para às 16h, na Secretaria de Saúde. Márcia fará a entrega da nova Regulação em Saúde do município e deverá fazer um balanço das ações à frente da Secretaria. Após isto, se afasta para dar início a agenda de pré-candidata.

O evento terá transmissão ao vivo, nas redes sociais da Prefeitura de Serra Talhada.

Márcia fala à Pajeú: Nesta quinta-feira, o comunicador Nill Júnior, conversa com Márcia Conrado, durante o programa Manhã Total. Será às 09h15. Você pode ouvir e fazer perguntas sintonizando FM 99,3 e ligando para (87) 3838-1213, pela Internet no www.radiopajeu.com.br ou no WhattsApp (87) 9-9956-1213. Ainda no Facebook www.facebook.com/radiopajeu .

Ainda pode ouvir a entrevista em celulares com Android, pelo aplicativo da emissora disponível no Google Play. Basta procurar Pajeú e baixá-lo. Ainda em aplicativos como radios.net ou Tunein Rádio. Foto: Arquivo/Farol de Notícias.

Site da Prefeitura de Afogados é alvo de Hackers

Desde ontem, o site da Prefeitura de Afogados da Ingazeira foi aparentemente hackeado.

Na página, onde são postadas notícias da municipalidade e informações do Portal da Transparência, além de outros serviços, aparecem as mensagens de hackeamento.

A mensagem diz “Hacked by HighTech. Us: m4gr1nh0 & SynchrONizeThanks to: Aj4x, SANNINJA, s3aBrazilian RulezZzZ * e uma conta de Twitter. A Prefeitura ainda não se manifestou.

Ex-prefeito de Custódia, Nemias Gonçalves, morre após ataque de abelhas

Morreu agora a pouco o ex-prefeito de Custódia, Nemias Gonçalves (PSB). Ele foi atacado por abelhas em sua propriedade rural. Alérgico a picadas, foi levado às pressas para o Hospital de Custódia.

O veneno causou uma reação alérgica fatal chamada anafilaxia. Isso ocorre porque o sistema imunológico considera o veneno inoculado como um invasor prejudicial e reage liberando uma substância química chamada histamina. A liberação de histamina e outras substâncias químicas é o que causa sua reação.

A informação é de que foram muitos picadas. O prefeito já teria dado entrada em parada cardiorrespiratória na unidade de saúde de Custódia, a unidade Mista Elizabete Barbosa. Médicos tentaram reanimá-lo, sem sucesso. Nemias vivia na comunidade rural por ser de grupo de risco, prevenindo contrair a Covid-19.

Nemias era Secretário de Agricultura do município. A filha de  Nemias, Luciara Frazão é atual vice-prefeita. O prefeito Emmanuel Fernandes, o Manuca soube da morte quando dava uma entrevista à Rádio Panorama FM e não conteve as lágrimas. A cidade decretou luto oficial.

Nemias foi prefeito de Custódia por três mandatos. Tinha 67 anos. Era ligado ao grupo do ex-deputado estadual José Aglailson, pai do prefeito de Vitória de Santo Antão, Aglailson Júnior (PSB). Na última eleição, Gonçalves apoiou o deputado federal André de Paula (PSD).  A cidade está em choque.

Para líder do governo, nova MP vai gerar forte contratação de empréstimos por micro e pequenas empresas

O líder do governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), avaliou nesta quarta-feira (3) que haverá uma forte contratação de empréstimos por micro e pequenas empresas após a publicação da medida provisória que cria o Programa Emergencial de Acesso ao Crédito. A MP 975 remove entraves e institui um fundo garantidor para os empréstimos, o que tem potencial para destravar o crédito para as empresas em dificuldade por causa da pandemia do coronavírus.
“O que ocorreu, e a gente reconhece como uma crítica legítima, é que o programa de crédito para micro e pequenas empresas não funcionou bem, mas o governo editou nova medida provisória refazendo o programa e instituindo um fundo garantidor para os empréstimos. Eu acredito que vai se iniciar nesta semana uma forte de contratação junto a micro e pequenas empresas”, afirmou o líder em entrevista à emissora de rádio de Pernambuco.

No total, segundo ele, o governo federal já editou 20 medidas provisórias e investiu R$ 445 bilhões em ações para enfrentar a pandemia e minimizar os impactos sociais e econômicos. Os recursos foram destinados para a proteção de trabalhadores informais e com carteira assinada, ajudar empresas e socorrer estados e municípios.
“Aos estados e municípios foram repassados R$ 76 bilhões – dinheiro na veia, além do alívio financeiro através da suspensão dos empréstimos contratados. Isso é para se ter uma ideia da solidariedade e do apoio do governo Bolsonaro na maior crise de saúde e econômica da história do Brasil”, disse o líder.

Fernando Bezerra Coelho também falou sobre a aproximação do governo federal do bloco político chamado Centrão. Para o líder, a crise causada pela pandemia vai exigir medidas duras, que dependerão da aprovação do Congresso Nacoinal. “Não existe boa ou velha política. O que existe é a política bem feita. É preciso ter maioria no Congresso Nacional. É preciso formar coalizão e ter laços de aproximação. Ao longo do ano passado, houve altos e baixos na relação com o Parlamento, mas o Congresso eleito tem forte identidade com a agenda econômica do governo Bolsonaro. No início deste ano, com a chegada da pandemia, o presidente percebeu que o Brasil vai precisar de medidas duras, e iniciou contato maior com os partidos”, explicou.

ARTICULAÇÃO – Fernando Bezerra Coelho anunciou ainda o repasse de R$ 49,8 milhões em recursos extraordinários do Ministério da Saúde para 18 municípios de Pernambuco reforçaram as medidas de enfrentamento à pandemia do coronavírus. A articulação do senador assegurou a destinação de R$ 5 milhões para Caruaru, no Agreste pernambucano. “São recursos exclusivos para a área da saúde de modo que as prefeituras poderão ampliar o número de testes, contratar profissionais e reforçar a compra de medicamentos e insumos neste momento que a área da saúde está sobrecarregada.”

Afogados: Defesa Civil entrega donativos às famílias do Borges

Representantes da Defesa Civil de Pernambuco estiveram na manhã desta terça (02) em Afogados da Ingazeira entregando donativos às famílias atingidas pela enchente no bairro Borges.

As famílias são recebem assistência e acompanhamento por parte da Prefeitura de Afogados da Ingazeira em Parceria com a Diocese. A entrega das doações foi acompanhada pela Secretária Municipal de Assistência Social, Joana Darc, e pelo Coordenador da Defesa Civil municipal, Carlos Neves.

Os kits entregues continham travesseiros e produtores de higiene pessoal, como creme dental, escova de dentes, desodorante, sabonete, shampoo, absorvente e papel higiênico. “Essas doações são um reforço ao trabalho que fazemos junto a essas famílias, em parceria com a nossa diocese, na pessoa do Bispo Dom Egídio Bisol, onde realizamos um acompanhamento contínuo a essas 260 pessoas que foram atingidas pela força das águas,” informou Joana Darc.  Segundo ela, a ação conjunta, incluindo aí pessoas e empresas, já arrecadaram e entregaram material de construção, móveis usados, cestas básicas e colchões.

“A Prefeitura também entrou com o aluguel social para as famílias que precisaram. Mas não se trata apenas de apoio material, também ajudamos na parte emocional, com acompanhamento psicológico, uma vez que sabemos das dificuldades gigantescas que passa quem perde tudo, de uma hora para a outra,” avaliou Joana Darc, destacando a parceria com a defesa civil do Governo de Pernambuco.

Bolsonaro diz que pode liberar mais parcelas do auxílio emergencial

Sancionado em 1º de abril, benefício tinha duração inicial prevista de três meses. Bolsonaro não informou se o valor continuaria em R$ 600, caso ajuda seja estendida.

O presidente Jair Bolsonaro afirmou na noite desta terça-feira (2) que pode liberar mais três parcelas do auxílio emergencial, criado em razão da crise econômica causada pela pandemia do novo coronavírus.

Bolsonaro também disse que espera que governadores adotem medidas que permitam que a população volte a trabalhar.

“Temos mais uma parcela de R$ 600,00, depois mais duas acertadas com o Paulo Guedes. Falta definir aí o montante. E vamos esperar que até lá os outros governadores entendam o que seja melhor pro seu estado e adotem medidas pra voltar aí o povo a trabalhar”, disse Bolsonaro ao falar com apoiadores na saída do Palácio da Alvorada.

Desde o início da pandemia, Bolsonaro tem dado declarações contra o isolamento horizontal. Ele defende a abertura de comércios e que apenas pessoas do grupo de risco e idosos fiquem em quarentena.

“Os problemas estão se avolumando. O pessoal informal, eu já falei pra vocês, 38 mi de pessoas, eles perderam quase tudo. Ninguém vende mais biscoito Globo na praia do Rio. Nem vende mate na arquibancada do estádio de futebol e nem no churrasquinho de gato na praça. Isso é atividade de cada um. Essas pessoas estão em casa graças ao auxílio, que é de todo mundo, é dinheiro de todo povo. R$ 600 pra eles se não o desespero teria batido neles e problemas outros poderiam ter tido”, disse Bolsonaro.

Pouco antes destas declarações, entretanto, mas na mesma conversa com apoiadores, o presidente havia dito que os valores das próximas parcelas podem ser menores. Bolsonaro não deu detalhes de como isso aconteceria.

“Você pode ver, nós gastamos… Nós não, o Brasil já gastou quase R$ 700 mi com a pandemia. Muita coisa foi feita. Esse próprio auxílio emergencial de 600 que tá quase certo a quarta e a quinta parcela, de valores menores um pouco, que tá sendo ajustado pelo ministério da Economia, ajudou a evitar problemas sociais”, afirmou Bolsonaro.

O benefício do auxílio emergencial foi sancionado pelo presidente no dia 1º de abril. Na época, Bolsonaro afirmou que o montante de R$ 600,00 seria pago por três meses em razão da crise econômica causada pela pandemia do novo coronavírus.

O governo definiu que o benefício duraria três meses ou até o fim da emergência do coronavírus no país. A validade do auxílio pode ser prorrogada de acordo com a necessidade.

Tem direito ao benefício trabalhadores informais; desempregados; MEIs e contribuintes individuais do INSS; maiores de idade; e que cumpram requisitos de renda média. A mulher que for mãe e chefe de família pode receber R$ 1,2 mil por mês.

Coronavírus: 52% das pessoas que se infectaram em Pernambuco estão recuperadas

FOTO: GIL COHEN-MAGEN/AFP

O boletim epidemiológico da covid-19 desta terça-feira (2), em Pernambuco, traz recorde diário de pacientes que já se recuperaram da doença no Estado. Nas últimas 24 horas, foram registradas 2.158 pessoas que passaram por todo o ciclo da doença e não apresentam mais sintomas. Com isso, sobe para 18.590 o número de pacientes curados da covid-19 no Estado (4.967 são de pacientes que chegaram a apresentar um quadro grave da doença e outros 13.623 tiveram sintomas leves). Esse total de recuperados representa mais da metade (52%) das pessoas que se infectaram em Pernambuco pelo novo coronavírus.

Até agora, Pernambuco totaliza 35.508 pessoas que, desde o início da epidemia, adoeceram pelo novo coronavírus: 14.797 graves e 20.711 leves. Dos casos graves, 1.068 evoluíram bem, receberam alta hospitalar e estão em isolamento domiciliar. Outros 5.829 estão internados, sendo 223 em unidade de terapia intensiva (UTI) e 5.606 em leitos de enfermaria, tanto na rede pública quanto privada.

Além disso, o Estado tem 2.933 pessoas que morreram em decorrência da covid- 19.

Com prefeitos, Paulo Câmara discute regionalização do plano de convivência com o coronavírus

A Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe), promoveu nesta terça-feira (02), mais uma assembleia extraordinária de prefeitos, com a presença do governador Paulo Câmara. O encontro teve por objetivo apresentar aos prefeitos as novas recomendações dispostas no plano de convivência com o coronavírus em Pernambuco, além de receber sugestões dos gestores pernambucanos para a construção de planos regionalizados.

É claro que cada região pernambucana possui suas particularidades. Foi seguindo esse aspecto que a cidade de Petrolina, no Sertão do São Francisco, foi a primeira a divulgar o seu plano de retomada da economia. Segundo o prefeito Miguel Coelho “todo o estudo foi discutido e teve o consentimento do Governo do Estado. Petrolina é a segunda cidade no Estado que mais realiza testes, seguindo critério populacional, testamos 1.700 pessoas a cada 100.000 habitantes, só ficamos atrás do Recife. Além da nossa proximidade com Juazeiro, na Bahia, que também está flexibilizando o isolamento. Toda retomada seguirá as recomendações das organizações sanitárias e será gradativa”, frisou o prefeito.

A curva do coronavírus em Pernambuco está em movimento de estabilização, segundo o governo. No entanto, para o governador Paulo Câmara, “ainda temos um grande percurso dessa maratona pela frente. Ao longo desses dias fizemos esforços importantes e isso pode mostrar, ao longo das próximas semanas, que tudo aquilo que planejamos pode se concretizar. Além do mais, o isolamento ainda é uma questão necessária”, concluiu o governador.

O Secretário de Planejamento de Pernambuco, Alexandre Rebêlo, apresentou aos prefeitos o plano de convivência com o coronavírus em Pernambuco. Segundo ele, “em Pernambuco, a tendência da curva é de estabilização da pandemia. Nós trabalhamos com três índices, o número de novos casos, o número diário de óbitos e a capacidade do sistema de saúde, por meio da quantidade de leitos de enfermaria e UTI, e os três também mantém a tendência de estabilização”, enfatizou.

Os prefeitos pernambucanos opinaram sobre os investimentos do Estado na saúde no interior, a abertura de templos religiosos, a situação dos transportes complementares, a concepção de um plano que tenha medidas regionais. O secretário de Saúde, André Longo, “nesse momento nós preferimos ser conservadores e decidimos não fazer nenhuma flexibilização regional pelo menos durante essa semana. No entanto, a partir da próxima semana tudo isso será levado em conta”, disse o secretário.

O governador Paulo Câmara sugeriu reuniões, na próxima semana com os municípios das macrorregiões de Pernambuco. “Esses encontros ajudarão na discussão das peculiaridades de cada região. Desde o início é nosso intuito buscar essa regionalização, tenho discutido isso com a área da saúde. Evidentemente não dá pra discutir o plano município por município, mas dá pra gente montar por macrorregião”, afirmou o governador.

Para o presidente da Amupe, José Patriota, que também é prefeito de Afogados da Ingazeira, no Sertão, “a situação é nova para todos os gestores e o diálogo entre Estados e Municípios é fundamental. A discussão regionalizada nos deixa mais próximo do problema e, consequentemente, mais próximo de acertar e vencer essa pandemia o mais rápido possível, seguindo as orientações das organizações sanitárias internacionais”, concluiu Patriota.

Ministério Público e Polícia Federal pedem a colaboração da Anvisa na investigação dos respiradores do Recife

 

O Ministério Público Federal (MPF) em Pernambuco e a Polícia Federal (PF) solicitaram, por meio de ofício, a colaboração da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para apurar supostas irregularidades que podem ter ocorrido na compra de 500 ventiladores pulmonares realizada pela Prefeitura do Recife. A gestão municipal pretendia utilizar estes equipamentos nos seus hospitais de campanha que atendem os pacientes com o novo coronavírus (covid-19). O contrato foi feito com a microempresa Juvanete Barreto Freire e fabricado pela Bioex Equipamentos Médicos e Odontológicos.

Na sexta-feira (29), a Anvisa informou, pela sua assessoria de imprensa, que não tinha dado autorização para que o equipamento da microempresa fosse usado, porque o mesmo não tinha obedecido várias regras e normas exigidas por aquela instituição, incluindo a apresentação do relatório de avaliação clínica do equipamento em seres humanos.

A PF e o MPF em Pernambuco desejam saber da Anvisa se as empresas Juvanete Barreto Freire, Bioex Equipamentos Médicos e Odontológicos e BRMD Produtos Cirúrgicos possuem certificação, homologação ou autorização para o fornecimento de ventiladores pulmonares para uso adulto e pediátrico. A Bioex e a BRMD são da família de Juvanete. Tanto a Polícia Federal como o MPF-PE pediram para a Anvisa fornecer detalhes do andamento do procedimento de certificação ou autorização do ventilador pulmonar BR2000, além de dizer se ele poderia ser usado em seres humanos.

Como mostrou o JC, os testes foram feitos em porcos e somente depois que parte dos aparelhos já haviam sido entregues à prefeitura.

O contrato entre a PCR e a microempresa foi assinado no dia 01º de abril. O documento previa a venda de 500 ventiladores pelo preço de R$ 11,5 milhões. No entanto, o capital social da empresa era de R$ 50 mil, segundo informações do Ministério Público de Contas (MPCO). Entre outros fatores, a discrepância dos valores do futuro contrato e o porte do negócio provocaram suspeitas no MPCO que fez uma denúncia sobre a compra no dia 21 de maio.

Um dia depois, a empresa cancelou o contrato com a PCR, que devolveu os 35 respiradores que estavam nos hospitais, mas não tinham sido utilizados, porque aguardavam a autorização da Anvisa.A empresa também devolveu o valor que tinha sido pago até então (R$ 1,075 milhão) à prefeitura pelos 35 ventiladores entregues.
Após o rompimento do contrato foram divulgados nas redes sociais testes dos equipamentos em porcos realizados no Instituto de Pesquisa e Inovação Tecnológica e Educação da Santa Casa, de São Paulo, no dia 04 de maio.

Segundo informações do MPF em Pernambuco, podem ter ocorrido “peculato, uso de documento falso, falsidade ideológica, dispensa indevida de licitação e associação criminosa” na aquisição desses respiradores.

Há um inquérito instaurado para apurar as supostas irregularidades na compra dos ventiladores pulmonares. Na quinta-feira da semana passada, foram cumpridos pela PF mandados de busca e apreensão no Recife e em São Paulo dentro da Operação Apneia, que apura o caso.

Afogados confirma o sétimo caso de Covid-19

 

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira informa que temos mais um caso positivo no município.
O paciente é do sexo masculino, 54 anos, realizou coleta de swab em hospital na cidade de Caruaru, onde se encontra internado em tratamento de outras enfermidades. A família já foi contactada e está sendo monitorada pela equipe de Saúde do município.

No primeiro dia de funcionamento, com o objetivo de ampliar a testagem da população, a unidade de campanha instalada em Afogados da Ingazeira realizou dez testes rápidos. Todos deram negativo para covid-19.

Grupo hacker expõe dados pessoais de Bolsonaro, filhos e aliados

O grupo de hackers Anonymous Brasil expôs na noite desta segunda-feira dados pessoais do presidente Jair Bolsonaro e de seus filhos, o vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ) e o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP). A publicação das informações ocorreu no Twitter por meio de links para páginas com os documentos.

Poucos minutos após a publicação das informações, as postagens foram retiradas do ar.

“Apagamos os documentos com as informações pessoais do Carlos Bolsonaro e do Jair, todos conseguiram salvar? O twitter é automático, esse tira do ar esse tipo de arquivo, por isso retiramos. Vocês podem compartilhar o link pela DM. Quem tiver comenta, quem quiser também”, afirmou o perfil.

Também foram divulgadas informações pessoais do deputado estadual Douglas Garcia (PSL-SP). O deputado confirmou pelo Twitter a veracidade dos dados compartilhados pelo grupo hacker e informou que fará um boletim de ocorrência.

Carnaval das Caretas 2019