Atraso Em Aluguel Da Delegacia De Buíque Leva Proprietário A Protestar Com Faixa No Fórum

Quatro meses de atraso e uma ação judicial de despejo que não anda há cinco meses levou o proprietário do imóvel aonde funciona a Delegacia de Polícia de Buíque, o empresário Roberval Ramos, a protestar novamente com a colocação de uma faixa em frente ao Fórum Dr. João Roma, no centro da cidade.

Na faixa os dizeres “Delegacia de Buíque. Alugueis atrasados, contrato vencido, mandado de despejo (ação 08-2016), Governo e Justiça não resolvem e agora recorrer a quem”?, demonstra todo a apreensão do proprietário que vem levando um calote de R$ 11.600,00 do Governo de Pernambuco, comandado pelo socialista Paulo Câmara (PSB) e sendo ignorado pela Justiça, por isso o protesto em frente ao Fórum de Buíque.

Não é a primeira vez que o fato acontece. Em 2016 ele afixou uma faixa cobrando o pagamento do Estado em frente a própria delegacia e diante disso entrou com ação de despejo para ter a propriedade de volta. Segundo Roberval, o processo nº 0030652-07.2016.8.17.2001 se arrasta há cinco meses na 8ª Vara da Fazenda Pública da Capital. A última movimentação do processo foi em 11 de outubro do ano passado na situação de concluso para julgamento, o que ainda não ocorreu.

Roberval Ramos lamenta que sua propriedade fique ocupada indevidamente enquanto o Governo do Estado tem duas casas no município precisando apenas de uma reforma para abrigar não apenas a delegacia de polícia, como outro órgão qualquer. De acordo com ele, o Governo do Estado alega que está aguardando a prefeitura para fazer a reformam que alega não ter recursos para isso.

Enquanto não consegue receber os quatro meses atrasados e nem tem uma definição da justiça para ter sua propriedade de volta, a Delegacia de Polícia de Buíque segue funcionando na Rua Odilon de Azevedo, nº 28, no centro da cidade.

Para Roberval é lamentável que o estado e a justiça simplesmente ignorem sua situação e não deem uma solução definitiva lhe devolvendo o imóvel que lhe é de direito. “Eu só quero recuperar meu imóvel e receber o que o governo me deve”, finaliza Roberval Ramos.

 

Fonte: Blog Júnior Cavalcante

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *