oo

op

Daily Archives: 2 de março de 2020

Avenida Cardoso de Sá ganha nova camada de asfalto em Petrolina

Melhoria na mobilidade urbana: prefeitura retoma recapeamento da Avenida Cardoso de Sá

Se para a maioria o final de semana é sinônimo de descanso, para a Prefeitura de Petrolina é o momento ideal para acelerar o recapeamento de importantes avenidas da cidade. Com baixo fluxo na via, a Avenida Cardoso de Sá passou a receber uma nova camada de asfalto do trecho das rotatórias da Facape até a da BR-428, sem causar tantos transtornos no tráfego de motoristas e pedestres.

“Nossa cidade nunca viu tanta pavimentação como agora, somos o município com maior número de novas obras em Pernambuco. A gestão do prefeito Miguel Coelho tem se empenhado para entregar para os petrolinenses mais de 600 ruas pavimentadas, novas unidades de saúde, como no São José, Vila Marcela e tantos outros bairros, além das duplicações da Estrada da Banana e Clementino Coelho. Com tanta obra, temos trabalhado até mesmo nos finais de semana para diminuir o impacto para a população” afirma o secretário de Infraestrutura, Mobilidade e Serviços Públicos, Fred Machado.

Essa e outras obras fazem parte do programa Petrolina Cresce, que tem trazido ações estruturadoras para o município. Além da Cardoso de Sá, as Avenidas Nilo Coelho; das Nações e a Avenida da Integração, que será concluída com a drenagem no trecho da “curva de Manoel dos Arroz”, receberão reparos até o final de maio.

Fotos: Jonas Santos

PMs desocupam batalhões, e parte dos veículos da polícia voltam às ruas após fim do motim no Ceará

Policiais militares votam por encerrar motim no Ceará mesmo sem anistia. Depois de 13 dias de paralisação, parte da categoria voltou às ruas nesta segunda-feira (2).

Policiais militares que estavam amotinados durante a paralisação da PM desocuparam os batalhões de Fortaleza e do interior do Ceará nesta segunda-feira (2), após o fim do motim da categoria que durou 13 dias. No entanto, até as 10h15 desta segunda, os carros da polícia que foram danificados e tiveram os pneus esvaziados permaneciam no 18º Batalhão da PM, no Bairro Antônio Bezerra, na capital.

Já no interior, parte dos carros e motos da polícia passaram por manutenção e já foram vistos nas ruas.

No entorno do 18º Batalhão, os policiais atuam para tentar retirar todos os veículos do local. Comandantes de outros batalhões também se dirigiram ao local para identificar se há veículos pertencentes a suas equipes.

Os policiais catalogam os carros para identificar as condições dos veículos. Um borracheiro foi contratado para recuperar os pneus esvaziados pelos policiais. Outros veículos que precisam de maiores reparos devem ser rebocados para oficinas.

O quarteirão onde fica localizado o 18° foi bloqueado sob a justificativa de que haveria uma perícia nos veículos oficiais, nos entornos e no próprio batalhão.

Patrulhas no interior

Na cidade de Sobral, a base da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) e do Batalhão de Policiamento de Rondas Intensivas e Ostensivas (BPRaio), considerado um dos batalhões de elite da PM, também foi desocupada pelos policiais durante a madrugada desta segunda. O local estava fechado pelos PMs desde o dia 21 de fevereiro.

Carros da polícia voltaram a circular nas ruas de Sobral após o fim da paralisação. Apesar disso, alguns veículos que foram danificados continuam com os pneus esvaziados.

O coronel Colares, comandante do 3° BPM de Sobral, afirmou que todo efetivo da cidade está atuando nas ruas nesta segunda-feira. O coronel disse ainda que o comando da PM realiza um o levantamento de equipes e viaturas disponível. “O trabalho está normal na cidade”, disse.

Já em Iguatu, os carros da polícia tiveram os pneus recalibrados e parte dos veículos já saíram para as ruas. O trecho da Rua Adeodato Matos, no entorno do 10º Batalhão da PM, também liberado.

Sertanejo Henrique, da dupla com Netto, morre após mais de 20 dias internado

O cantor sertanejo Henrique, da dupla Netto e Henrique, morreu na madrugada desta segunda-feira (2). A informação foi divulgada pelo Hospital de Base de São José do Rio Preto (SP), onde ele estava internado há 22 dias. Ele sofreu traumatismo craniano após se envolver em um acidente no dia 8 de fevereiro.

Henrique tinha 22 anos e, no dia do acidente, seguia pela Avenida Navarro de Andrade, em Santa Fé do Sul (SP), quando bateu na traseira de uma caminhonete. Após a colisão o veículo pegou fogo, mas ele foi retirado do veículo antes que as chamas começassem.

Desde então, Henrique estava internado na UTI do Hospital de Base. Ele apresentou uma melhora e até chegou a ter a sedação retirada, mas não resistiu.

Produtores e cantores usaram as redes sociais para lamentar a morte do cantor. O produtor musical José Renato Mioto postou a mensagem: “Meu amigo, é muito difícil acreditar que você se foi tão cedo, um coração gigante, quanto talento, quanta humildade, quanta energia boa e tanta coisa por vir ainda. É, to aqui sem entender. Vão ficar as lembranças boas”, escreveu.

Segundo a funerária responsável pelo velório, o corpo deve chegar a Fernandópolis às 13h para ser velado. O corpo segue às 19h para Santa Salete, onde será velado e enterrado nesta terça-feira (3).

A assessoria de imprensa da dupla emitiu uma nota dizendo que Henrique “lutou bravamente por sua vida, mas teve complicações decorrentes de seu estado de saúde e não resistiu. Henrique, e seu companheiro Netto, estavam vendo o sonho de viver da música bem pertinho. E assim como a música nos ensina sobre a vida, às vezes a saudade vem. Agradecemos a todos que enviaram as melhores energias, suas orações não foram em vão. Desejamos força à família, aos amigos, ao companheiro Netto e a todos nós que tivemos a oportunidade de dividir momentos com ele.”

Acidente

No dia do acidente, a Polícia Militar fazia ronda pelo local e constatou a batida. A equipe conseguiu tirar Henrique, que estava desmaiado, do carro, que pegou fogo em seguida. O Corpo de Bombeiros foi chamado apagou o incêndio.

O motorista da caminhonete não se feriu. Já o cantor foi resgatado pelo Samu e encaminhado à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade.

Ele chegou com trauma de face e múltiplas escoriações. Após o atendimento, Henrique foi encaminhado para a Santa Casa de Santa Fé do Sul e depois transferido para o Hospital de Base de Rio Preto, onde chegou a passar por cirurgia.

A dupla

A dupla Netto e Henrique era do interior paulista e teve o clipe da música “Forçar a Barra” publicado no Youtube no dia 17 de janeiro deste ano. Em menos de um mês, o vídeo estava com mais de 3 milhões de visualizações.

A dupla chegou a postar no Facebook que a canção foi tocada pela primeira vez em uma rádio no dia 23 de janeiro. Um dia depois, os cantores fizeram uma postagem sobre o sucesso da música.

Carnaval das Caretas 2019