oo

op

Monthly Archives: dezembro 2019

Luciano Duque oficializa hoje Márcia Conrado como nome do seu grupo para 2020

O Prefeito de Serra Talhada, Luciano Duque (ainda no PT), oficializa hoje às 19h no Batukão o seu nome para a disputa das eleições 2020.

Pela movimentação de bastidores e assessores, por tudo que foi discutido no período pré eleitoral e por sinais do próprio prefeito, ninguém duvida que a Secretária de Saúde, Márcia Conrado, será alçada à condição de nome oficial do grupo.

Márcia foi nomeada Secretária de Saúde em 13 de agosto de 2014. Pouco se lembra agora, mas em dezembro do mesmo ano, surgiram especulações de que sairia da gestão em uma mini-reforma administrativa. O Governo negou.   A partir daí, Márcia foi ganhando protagonismo na gestão. Se destacou com ações como a entrega de 21 Unidades Básicas de Saúde (UBS). Também foi eleita Secretária de Articulação Regional do COSEMS-PE e se destacou na articulação do SAMU da III Macrorregião.

A atuação começou a render especulações sobre o seu potencial político. A cirurgiã dentista começou a montar uma agenda de visitas a comunidades e lideranças políticas. A candidatura foi ganhando corpo e desbancou nomes importantes como o vice, Márcio Oliveira e o Presidente da CDL, Marcos Godoy, que também tinham interesse.

Já disse em entrevista não teria receio de disputar contra o ex-prefeito Carlos Evandro, seu primo. “Tarefa colocada em minha mão, pode ter certeza que a gente chega até o fim. Não fujo da raia, não”, afirmou.

Márcia tem  34 anos.  É cirurgiã dentista formada pela UFPE e com especialização em ortodontia e endodontia. Também ocupou a função de coordenadora de Saúde Bucal no Município. É filha do ex-vereador Izivaldo Conrado de Lorena e Sá, vereador por três mandatos e Presidente da Casa, e da atual vereadora Alice Pereira de Lorena e Sá, a Alice Conrado. Tem origens  no Distrito de Bernardo Vieira, na zona rural de Serra Talhada.

Blog acompanha o anúncio: o blog estará a postos acompanhando ao vivo o anúncio oficial, passo importante no xadrez político de Serra Talhada. A equipe estará dando detalhes da movimentação e acompanhando bastidores, como adesão ao anúncio, vereadores e lideranças presentes e o impacto no processo sucessório da Capital do Xaxado.

Petrolina amplia serviços de saúde e fecha ano como destaque em PE

A Prefeitura de Petrolina tem feito grandes investimentos para melhorar a qualidade e ampliar a oferta dos serviços de saúde na cidade. Este ano, o destaque da pasta foram os investimentos em infraestrutura e a ampliação dos serviços, algo comprovado através de números. Das 15 novas Unidades de Saúde implantadas pelo prefeito Miguel Coelho, 3 Unidades Básicas e uma de apoio foram inauguradas em 2019, beneficiando 12 mil pessoas, além da mudança para um prédio novo do posto de saúde do São Gonçalo. Demonstrando o empenho da administração municipal na melhoria da infraestrutura dos estabelecimentos de saúde para garantir atendimento mais digno e humanizado à população, estão em construção mais 3 unidades (Vila Macela, São José e Mandacaru).

Também estão em andamento, a reforma da Policlínica Municipal e a construção do Centro de Parto Normal e Centro de Referência da Mulher. Já o Centro de Atenção Psicossocial III (Caps AD) ganhou prédio próprio, com estrutura adequada que atende em média 350 pacientes por mês, além de oito acolhidos. Através da plataforma ‘Petrolina Cuida’, o município ganhou o Centro de Especialidades Odontológicas na Vila Mocó (CEO Tipo 3), que em apenas 9 meses realizou mais de 1.200 procedimentos. Além disso, Petrolina ampliou a cobertura de saúde bucal para 52% no ano de 2019.

Atendimentos

Também através da plataforma Petrolina Cuida, milhares de procedimentos foram realizados (exames laboratoriais, de imagem, oftalmo, fisioterapia, cirurgias, entre outros). A prefeitura ainda realizou 6 edições do ‘Construindo o Novo Tempo na Saúde’, com quase 4 mil atendimentos em diversos bairros, além de 4 mutirões de exames laboratoriais (5.460 exames realizados, com 600 pacientes atendidos).

 

Destacam-se nessas ações a realização de 1.700 cirurgias eletivas e 3.414 exames de imagem. Todos esses investimentos contribuíram para Petrolina alcançar o 1º lugar em Pernambuco e 8º no Brasil no acesso e qualidade em saúde básica. A prefeitura também comemora a reestruturação do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), com a entrega, recentemente, de duas novas ambulâncias de Suporte Básico, a realização de mais de 650.000 exames laboratoriais, recebimento de 100% do incentivo financeiro para cobertura vacinal, realização de concurso público e a inauguração da nova sede do Tratamento Fora do Domicílio (TFD).

A secretária da pasta, Magnilde Albuquerque, explana sobre as ações realizadas em 2019 e destaca que os trabalhos em andamento são muito efetivos e garantem aos petrolinenses uma perspectiva animadora. “Foi um ano de muito trabalho e muitas conquistas, cumprindo o desejo do prefeito Miguel Coelho de ampliar a nossa Atenção Básica, e dessa forma acompanhar de maneira ordenada o crescimento da nossa cidade. Com prédios novos, equipes qualificadas e ampliação dos serviços vamos atender mais pacientes com melhor qualidade, um marco para a nossa Petrolina. A gente sabe que o caminho é longo, mas o passo que vem de dentro da prefeitura é maior”, pontua a secretária.

Afogados : comoção no Adeus a Zé Nazário

A cidade de Afogados da Ingazeira despediu-se do ex-presidente da Câmara de Vereadores, José Tenório de Morais, o Zé Nazário.

Uma multidão acompanhou o cortejo fúnebre e prestou solidariedade à família. O trajeto seguiu da Câmara de Vereadores até o Cemitério São Judas Tadeu.

Zé Nazário foi vítima de um infarto fulminante na manhã desta segunda (16). Muitas pessoas dentre populares, amigos e políticos homenagearam  o vereador e ex-presidente da Câmara de Vereadores no velório que aconteceu no plenário da Casa.

Zé Nazário é pai do ex-vereador e também ex-presidente Frankilin Nazário, que renunciou este ano.

Cresce preocupação com cigarros eletrônicos

O Instituto Nacional de Câncer (Inca) fez na semana passada um alerta sobre o uso de cigarros eletrônicos. A instituição destacou o risco trazido por inúmeras substâncias tóxicas, na maioria aditivos com sabores de nicotina, que causam dependência química. Nos Estados Unidos, essa modalidade – o vaping – está relacionada a pelo menos 52 mortes, 4 recentes.
O Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC) relatou até anteontem 118 casos de hospitalização em 50 Estados. O número de pessoas internadas com problemas respiratórios chega a 2.409. Como forma de conter o problema, o Conselho de Saúde Pública do Estado de Nova York baniu na quinta-feira, 12, o uso de sabores nos cigarros eletrônicos por 90 dias. A porta-voz do departamento, Jill Montag, disse que o número de jovens que usa os aparelhos e consome os vapores é “alarmante”.
Acredita-se que as lesões respiratórias sejam causadas pelo uso excessivo nos produtos de acetato de vitamina E, composto normalmente ligado a misturas com o THC, principal substância psicoativa encontrada nas plantas do gênero cannabis (maconha).
Na quinta-feira, em um artigo publicado na prestigiosa revista Science, alguns dos principais especialistas americanos na área pediram medidas para redução do consumo – incluindo Amy Fairchild, de Ohio; Ronald Bayer, de Columbia; Cheryl Healton e David Abrams, de Nova York; e James Curran, de Emory. Segundo eles, é preciso criar nesse instante programas de redução de danos para jovens, a exemplo do que ocorreu na Inglaterra. A ideia é impor limites de nicotina e restrições de publicidade.Continua depois da publicidade
Brasil
Segundo a Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia (SBPT), três casos de doenças pulmonares ligados ao uso de cigarros eletrônicos já foram relatados no País. Mas não há detalhes a respeito.
No informe mais recente, o Inca ainda destaca que os dispositivos também são responsáveis por vários acidentes por explosões das baterias. Além disso, estudos científicos demonstram que a chance de um jovem começar a fumar cigarros convencionais quadruplica a partir do uso dos dispositivos eletrônicos.

Congresso deve votar nesta semana o Orçamento para 2020

O acréscimo de R$ 1,8 bilhão ao fundo eleitoral, feito pela Comissão de Orçamento do Congresso, vem causando protestos de profissionais da saúde.

Para que se chegasse ao valor de R$ 3,8 bilhão, como consta neste momento na proposta de Orçamento para 2020, a saúde perdeu R$ 500 milhões de previsão orçamentária. Foi a área mais afetada.

É possível que na votação em plenário, o valor do fundão caia para R$ 2 bilhões – que foi a sugestão inicial do presidente Jair Bolsonaro. O ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta já se manifestou dizendo que espera uma reflexão por parte dos parlamentares.

“A gente fica um pouco preocupado porque tenho certeza que nas eleições municipais o cidadão vai estar, literalmente, pautando o assunto saúde. Se perguntar para ele se ele quer o recurso em saúde ou no processo eleitoral, tenho certeza que ele vai querer em saúde.

O presidente do Conselho do Instituto Horas da Vida, Gonzalo Vecina Neto, também se disse preocupado.

China já ensina programação de computadores para crianças de oito anos

Em um século de avanços tecnológicos e aprimoramento da inteligência artificial, a China investe no aprendizado do futuro da nação: as crianças.

Desde 2017 o país tem feito grandes investimentos em robótico e inteligência artificial. Foi estabelecido um plano de desenvolvimento para que cursos de programação sejam ministrados em escolas primárias e secundárias.

Porém, um número crescente de crianças está aprendendo a programar antes mesmo de iniciar a vida estudantil.

Em 2017 o valor do mercado chinês de Educação e programação para crianças foi de mais de R$ 4 bilhões. A expectativa é de que esse mercado aumente, em 2020, para R$ 22 bilhões.

O Centro Educacional de Pequim inclui atividades com blocos de montar, que exercita habilidades de programação para crianças menores de 6 anos.

Segundo o gerente geral da escola, algumas dessas crianças aprendem mais rápido do que os adultos.

Prefeitura aumenta em 600% orçamento voltado a crianças e adolescentes de Petrolina

Para que crianças e adolescentes tenham garantidos seus direitos à saúde, educação ou lazer é fundamental uma boa gestão do orçamento público. E a cidade de Petrolina comemora em 2019 um grande avanço no que diz respeito às ações voltadas aos cuidados com os pequenos petrolinenses. O município aumentou em 600% o Orçamento da Criança e do Adolescente (OCA) que é um instrumento que tem o objetivo de tornar transparente a execução orçamentária anual dos gastos públicos com crianças e adolescentes.

Segundo este levantamento, desenvolvido pela Fundação Abrin, Petrolina registou uma evolução de destaque entre os anos de 2016 e 2018. Os dados mostram que em 2016, o município investia apenas R$ 99,13 per capita neste público, já em 2018 o valor saltou para R$ 611,73.  Segundo a articuladora do Selo ‘Prefeito Amigo da Criança’, Kátia Carvalho, os números revelam o compromisso da atual gestão em oferecer políticas públicas, cada vez mais, eficientes aos petrolinenses.

O município de Petrolina vive um momento de grande desenvolvimento econômico e um crescimento que passa por todas as áreas. Mas, algumas políticas públicas não são ações visíveis como obras, por exemplo, então quando trazemos números assim nós podemos dar um retorno à comunidade e ratificar nosso compromisso com as pessoas, acima de tudo”, disse.

Petrolina usa o sistema de apuração desenvolvido pela Fundação Abrinq desde a adesão ao programa “Prefeito Amigo da Criança”. O OCA está disponível à população através do site da prefeitura http://petrolina.pe.gov.br/ .

Mais de 21 mil candidatos fazem prova do Vestibular do IFPE

Um total 21.797 candidatos de todo o Pernambuco realizou neste domingo (15) a prova do Vestibular 2020.1 do pelo Instituto Federal de Pernambuco (IFPE).

A disputa é por 4.715 vagas em 61 cursos, distribuídos em técnicos, superiores e de Educação de Jovens e Adultos (Proeja). O índice de abstenção foi de 16,84%, que representa 4.414 candidatos. Já o tema da redação para os que concorrem aos cursos superiores foi “A liberdade de expressão na internet: possibilidades e limites”.

As provas começaram a ser aplicadas às 9h nos municípios que sediam os 16 campi do Instituto. Pela primeira vez, o exame também foi realizado em comunidades indígenas e quilombolas. O vestibular ocorreu na comunidade do povo Tuxá, em Inajá, em três escolas do povo Xukuru, em Pesqueira, e em Bom Conselho, atendendo a comunidade remanescente de vários quilombos. “É uma forma de inclusão, de fortalecer o acesso ao IFPE e de aproximação aos povos do campo”, explica Thamiris Queiroz, presidente da Comissão do Vestibular (CVEST).

O gabarito das provas será divulgado a partir das 16h deste domingo (15) no site cvest.ifpe.edu.br. Quem discordar do resultado poderá interpor recurso somente nesta segunda (16). Os resultados das análises dos recursos serão divulgados junto com o gabarito definitivo, no dia 20, a partir das 17h. A divulgação do listão dos aprovados está prevista para o dia 9 de janeiro de 2020.

CONCORRÊNCIA – O curso superior mais concorrido foi o de Análise e Desenvolvimento de Sistemas (manhã) do Campus Recife, com 18,35 candidatos por vaga. Em seguida, estão Design Gráfico (manhã) do Campus Recife com 14,42 e Engenharia Civil (noite) do Campus Afogados da Ingazeira com 13,05.

Na modalidade Integrado ao Ensino Médio o curso mais procurado foi o Técnico em Segurança do Trabalho (manhã) do Campus Recife, que registrou 33,65 candidatos por vaga. Na sequência, estão os cursos Química (manhã) com 32,65 e Edificações (manhã) com 25,30, também ofertados no Campus Recife.

Já na modalidade Subsequente, que exige o Ensino Médio completo, o curso de maior concorrência foi Técnico em Enfermagem (tarde) do Campus Belo Jardim com 11,57 candidatos por vaga. A segunda posição ficou com o Técnico em Eletrotécnica (noite), do Campus Recife, registrando uma concorrência de 10,45 por vaga. O terceiro mais concorrido foi Mecânica (noite) também do Campus Recife, com um total de 9,18 candidatos disputando uma vaga.

Marconi Santana inicia agenda de fim de ano

O prefeito de Flores, Marconi Santana, deu início na última sexta-feira (13), a agenda de fim de ano, que começou com participação na Formatura da Turma do ABC da Creche Maria Carmelita Brasileiro Santana.

O momento foi marcado por agradecimentos ao gestor pelos investimentos garantidos para melhorias da oferta de ensino, principalmente no educandário infantil, que teve sua construção iniciada no final do seu segundo mandato, como prefeito do município.

A cerimônia de entrega dos certificados foi prestigiada por autoridades do executivo, legislativo e de familiares dos pequenos formandos.

Já na manhã deste sábado (14), Marconi Santana esteve no distrito de Sítio dos Nunes, onde ao lado de Policiais Militares entregou dezenas de cestas básicas para famílias carentes do distrito. A ação é fruto de uma parceria entre Prefeitura de Secretaria de Defesa Social de Pernambuco.

De Sítio dos Nunes, ao lado da Primeira Dama Lucila Santana, o gestor de Flores promoveu um momento (almoço), de confraternização para os moradores do Distrito de Fátima.

Na ocasião, Marconi prestou contas dos investimentos já destinados para o distrito e fez promessa de iniciar, logo nos primeiros meses de 2020, os trabalhos de pavimentação de mais cinco ruas.

No final da tarde, ao lado dos vereadores, Alberto Ribeiro e Jeane Pereira, Marconi  prestigiou a Formatura da Turma do ABC da Escola Romão Ferreira de Azevedo, no Saco do Romão. “Fazemos questão de manter essa agenda de fim de ano, pois o nosso sentimento de união, fraternidade e espírito natalino nesta época do ano só aumenta”; disse Marconi que neste domingo (16), almoça em Sítio dos Nunes.

Trump pede tratamento justo no Senado em processo de impeachment

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, que encara os trâmites de um processo de impeachment, “deseja receber um tratamento justo no Senado e um devido processo que desgraçadamente segue sendo negado na Câmara dos Representantes”, afirmou nesta sexta-feira (13) a porta-voz da Casa Branca, Stephanie Grisham.

O Comitê Judiciário da Câmara dos Representantes aprovou as acusações contra Trump por abuso de poder e obstrução do Congresso, que agora serão submetidas à votação no plenário da casa (de maioria democrata).

Em comunicado, Grisham acrescentou que “esta farsa desesperada da investigação do impeachment no Comitê Judiciário da Câmara chegou ao seu vergonhoso fim”.

Em setembro, os democratas anunciaram o início de uma investigação de impeachment depois que um informante revelou aos serviços de inteligência o conteúdo de uma conversa telefônica de julho entre Trump e o presidente da Ucrânia, Volodimir Zelenski.

Na conversa, Trump pressionou o ucraniano a investigar o rival político e ex-vice-presidente Joe Biden, além do filho do democrata, Hunter, por suposta corrupção na Ucrânia.

Nos últimos meses, seis comissões da Câmara dos Deputados realizaram uma investigação para abrir um processo de impeachment do presidente com depoimentos de testemunhas tanto de portas fechadas como em público.

*Com informações da EFE

Governo acaba com multa de 10% do FGTS na demissão

Mudança já foi publicada no Diário Oficial, mas também está na MP do Emprego Verde Amarelo

Fernanda Brigatti/Folha de São Paulo

O governo Bolsonaro acabou com a multa de 10% do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) paga pelas empresas à União em demissões sem justa causa. Com isso, os desligamentos feitos a partir de 1º de janeiro de 2020 estarão dispensados desse pagamento.

A extinção dessa cobrança, chamada de contribuição social e criada por uma lei complementar de 2001, foi incluída pela comissão mista que discutiu a Medida Provisória 889, a dos novos saques do FGTS.

Essa MP foi convertida na lei nº 13.932, assinada pelo presidente Jair Bolsonaro na quarta (11) e publicada na edição de quinta-feira (12) do Diário Oficial da União.

Quando um funcionário é demitido sem justa causa, a empresa tem que calcular uma multa de 50% sobre todos os depósitos realizados na conta desse trabalhador. Desse total, 40% referem-se a uma indenização pela dispensa e são pagos ao funcionário. Os outros 10% vão para o governo.

No relatório encaminhado pela comissão mista, o senador Chico Rodrigues afirma que a contribuição já cumpriu sua função. Quando foi criada, a cobrança pretendia compensar os pagamentos de atualização monetária devidos às contas do Fundo de Garantia em decorrência dos planos econômicos.

Em 2018, o recolhimento desses valores somou R$ 5 bilhões em arrecadação ao FGTS. “Trata-se de um tributo a mais a elevar o custo do trabalho, tornando a dispensa sobremaneira onerosa para o empregador, que já está sujeito ao pagamento da multa de 40% sobre todos os depósitos ao Fundo e suas remunerações”, diz.

O advogado e professor de direito do trabalho da FMU (Faculdades Metropolitanas Unidas), Ricardo Calcini, diz que a extinção da contribuição pode reforçar a tese de empresas que buscaram o judiciário para cobrar a devolução desse valor.

“As empresas defendiam justamente o fato de a contribuição ter perdido a finalidade para a qual foi criada. O governo nunca reconheceu isso”, afirma.

Com o fim desse valor adicional, as demissões ficarão mais baratas. ​

Em outubro, o governo já estudava o envio de uma MP que acabasse com a cobrança. Como os valores passam pelo Orçamento antes de irem para a administração do FGTS, o montante entra no cálculo do teto de gastos e ocupa espaço orçamentário.

A lei publicada no DOU na quinta também trouxe mudanças no Saque Certo, que incluiu mais duas modalidades de retirada de dinheiro do fundo. No saque imediato, os trabalhadores com até um salário mínimo (R$ 998 neste ano) poderão retirar esse valor de cada uma de suas contas no fundo.

O limite anterior, previsto na MP, era de R$ 500 por conta. Quem já fez o saque seguindo a regra anterior e está enquadrado no novo limite, poderá retirar o restante no dia 20.

A mesma publicação também revogou o aumento no percentual do lucro do FGTS que é dividido entre os trabalhadores.

O fim da multa foi incluído pelo governo também na Medida Provisória 905, que criou o programa Verde Amarelo de estímulo ao emprego, e que corre o risco de naufragar diante da resistência do Congresso.

Uma das regras mais polêmicas incluídas na medida é a cobrança de contribuição previdenciária dos trabalhadores que estejam recebendo o seguro-desemprego.

Prefeito de Serra Talhada diz que posse dos servidores convocados será em janeiro

Representantes dos aprovados do concurso para servidores municipais que foram convocados no dia 29 de outubro solicitaram ao blog intervenção junto ao prefeito Luciano Duque sobre a posse, próxima etapa do certame.

“Já são 43 dias desde a convocação e até agora estamos buscando saber quando será a posse”, diz um dos membros da comissão. De acordo com o prefeito Luciano Duque a posse acontecerá em janeiro para a maioria dos servidores, inclusive da educação.

Segundo o gestor, como a maioria é da área da educação, não teria sentido a posse em fim de ano. E prometeu: “Seguramente em fevereiro fazemos uma nova convocação”. Só professores são 35, além de auxiliares de serviços gerais, 64.

Dia 29 de outubro, a Secretaria de Administração realizou a terceira convocação de candidatos aprovados no último Concurso Público do município. Foram convocados 133 aprovados.

Carnaval das Caretas 2019