op

Daily Archives: 13 de setembro de 2019

Vítimas de incêndio em hospital no Rio eram todas idosas

A direção do Hospital Badim, atingido por um incêndio na noite desta quinta-feira (12), afirmou nesta sexta (13) que os bombeiros encerraram no fim da madrugada as buscas por mortos. Ao menos 10 corpos – todos de pacientes e a maioria idosos – foram retirados.

Na madrugada desta sexta, a Defesa Civil informou que havia 11 mortos. No início da tarde, no entanto, a Polícia Civil afirmou que eram 10 corpos no Instituto Médico Legal (IML).

Segundo exames preliminares, a maioria das vítimas estava no CTI do hospital e morreu asfixiada com a fumaça, sem queimaduras graves.

Os mortos na tragédia são Alayde Henrique Barbieri, Ana Almeida do Nascimento, 90 anos, Berta dos Santos, 93 anos, Darcy da Rocha Dias, 88 anos, Irene Freiras de Brito, 84 anos, José Costa de Andrade, Luzia dos Santos Melo, 88 anos, Maria Alice Teixeira da Costa, 76 anos, Marlene Menezes Fraga, 85 anos e Virgílio Claudino da Silva, 66 anos.

Igeprev prorroga prazo para Censo Previdenciário de servidores municipais de Petrolina

 

Após recadastrar quase 4 mil servidores municipais em Petrolina, o Instituto de Gestão Previdenciária do Município (Igeprev) prorrogou o prazo do Censo Previdenciário  que vem sendo realizado desde julho. O censo que seria encerrado nesta sexta-feira (13), foi prorrogado até 13 de novembro e deve recadastrar 5.451 servidores ao todo.

O censo é obrigatório e deve ser feito de forma presencial na sede do Igeprev de segunda a sexta-feira das 8h às 17h30. O serviço deve ser feito pelos servidores ativos, aposentados e pensionistas. Para garantir atendimento é preciso agendar o serviço até o dia 31 de outubro través do link: http://censo.sisprevweb.com.br/petrolina

O diretor-presidente do Igeprev, Willames Barbosa, lembra que o serviço foi prorrogado para garantir que todos os servidores tenham acesso ao serviço. “Já temos até o momento 4.744 segurados agendados. Houve uma importante procura por parte dos servidores e agora vamos fazer esta prorrogação para garantir que ninguém perca a oportunidade de realizar este importante serviço que permitirá um melhor planejamento do nosso instituto”, disse.

Esta é a primeira vez na história de Petrolina que a prefeitura realizará um censo previdenciário. O processo inclui também os servidores ativos da Câmara Municipal, autarquias e fundações públicas vinculadas ao Instituto de Gestão Previdenciária do Município de Petrolina (Igeprev).

Petrolina regulamenta serviço de vans e táxis e ganha integração de transporte rural e urbano

Além de anunciar a renovação da frota de ônibus, o prefeito Miguel Coelho também está ampliando as melhorias no transporte complementar de Petrolina. Nesta quinta-feira (12), o gestor assinou três importantes decretos que trazem as regras de circulação para cerca de 300 táxis e quase 200 vans, que até então, atuavam sem a devida regulamentação.

Os documentos foram assinados durante cerimônia realizada no Sesi Petrolina que contou com a presença de representantes da Autarquia Municipal de Mobilidade (Ammpla) e das associações das categorias. Com a novidade, a Ammpla terá condições de melhor fiscalizar os serviços e assim garantir mais segurança aos usuários.

Durante o evento, o gestor destacou que um dos principais pontos da regulamentação diz respeito à implantação da bilhetagem eletrônica que vai facilitar o transporte da população. “O que estamos fazendo com essa possibilidade da integração do transporte rural ao urbano é garantindo um maior fluxo de passageiros porque a partir de agora o trabalhador vai poder ter uma maior economia ao circular pela cidade. Não é apenas um decreto, é uma nova fase no serviço de transporte público que culmina com a chegada de novos ônibus para trazer dignidade aos petrolinenses“, disse.

O objetivo é que, em breve, os usuários da área rural possam integrar o serviço aos ônibus da área urbana.

Normas – Entre as regras para atuar como taxista em Petrolina estão: possuir habilitação nas categorias B, C, D ou E; concluir cursos específicos de acordo com parâmetros do Contran e da Ammpla; ser titular de certificação expedida pela Ammpla; conduzir veículo com as características exigidas pelas autoridades de trânsito e inspecionado pela Ammpla, anualmente, entre outros.

Já os interessados em atuar no transporte complementar rural devem estar cadastrados junto à Ammpla. O cadastro é individual e o autorizado ou substituto deve fazê-lo anualmente, mediante a apresentação de documentos como habilitação, identidade, CPF e requerimento à diretoria da Ammpla.

Carnaval das Caretas 2019