op

Daily Archives: 5 de setembro de 2019

Serra: estrutura pronta para a festa de Setembro

Está tudo praticamente pronto para a Festa de Setembro 2019, no Pátio de Eventos, em Serra Talhada, no Sertão do Pajeú. Uma das maiores festividades do interior de Pernambuco, o evento vai reunir cerca de 100 mil pessoas, de 05 a 07, dentro da 229ª Festa de Nossa Senhora da Penha.

A Prefeitura Municipal está montando uma mega estrutura no Pátio de Eventos, às margens da BR 232, que terá área de 177.968 metros quadrados, 02 palcos, camarotes, barracas, estacionamentos e dezenas de banheiros químicos e lixeiros, além do apoio da STTRANS, Secretaria Municipal de Saúde – com ambulâncias no local, Vigilância Sanitária, CEPEM – Centro de Ensino e Pesquisa em Emergências Médicas, Corpo de Bombeiros e Polícia Militar.

A programação tem início na quinta-feira (05/09), com Luan, Xand Avião e Eric Land; na sexta-feira (06/09), segue com Mano Walter, Luan Estilizado e Gianinni Alencar; e no sábado (07/09), se apresentam no encerramento Dorgival Dantas, Avine Vinny e Kennedy Brazzil.

Além da programação no Pátio de Eventos, a Prefeitura Municipal, por meio da Fundação Cultural de Serra Talhada, está realizando desde a quinta-feira, 29 de agosto, o Polo Cultura Viva, na Praça Sérgio Magalhães, com atrações culturais e religiosas.

Bolsonaro deve encontrar resistência para rever teto de gastos

A equipe econômica do governo federal trabalha com a possibilidade de flexibilizar o chamado teto dos gastos, criado com o objetivo de evitar, a longo prazo, o crescimento dos gastos públicos. A possibilidade de alterar a medida foi admitida, nesta quarta-feira (4), pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL), que afirmou que, sem alteração, vai precisar cortar “até a luz dos quartéis”.

Doria compara Bolsonaro a Lula após ser chamado de ‘ejaculação precoce’

O governador do Estado de São Paulo, João Doria (PSDB), reagiu ao ser chamado de “ejaculação precoce” pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL). Em um café da manhã com jornalistas na última terça-feira (3), o presidente utilizou o termo ao se referir a uma possível disputa com Doria nas eleições de 2022.

Em entrevista coletiva nesta quarta-feira (4), o tucano respondeu Bolsonaro, dizendo que foi criticado da mesma maneira pelo ex-presidente Lula em 2016. Na época, ele disputava a prefeitura de São Paulo e derrotou o então candidato do PT, Fernando Haddad.

“O Lula também falava isso em 2016, quando eu me apresentei como pré-candidato do PSDB às prévias do meu partido. E, para a tristeza do ex-presidente e hoje presidiário Lula, eu não só ganhei as eleições na capital como ganhei no primeiro turno”, provocou.

A primeira-dama de São Paulo, Bia Doria, também repudiou a declaração de Bolsonaro. Pelas redes socias, ela afirmou que o presidente usa expressões chulas, que “ferem e desrespeitam a família brasileira e a importância do cargo que ocupa”.

“Como mulher, mãe e primeira-dama do Estado de São Paulo, repudio com veemências as declarações do Presidente da República, que usa expressões chulas, que ferem e desrespeitam a família brasileira e a importância do cargo que ocupa”, escreveu, em sua conta do Instagram.

*Com informações do repórter Vinicius Moura 

Vera: Ao mexer na PF, Bolsonaro põe em risco permanência de Moro no governo

Uma possível saída do diretor-geral da Polícia Federal (PF), Maurício Valeixo, articulada pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL), voltou a ser cogitada nesta quarta-feira (4). Depois de um momento de elogios ao ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro – quem indicou Valeixo ao cargo – Bolsonaro retoma os ataques ao ex-juiz federal ao colocar a permanência do diretor da PF em xeque.

Para Moro, que chegou ao governo de Bolsonaro como um superministro e um super-homem, uma provável saída de Valeixo pode significar o fim de seu mandato. Isso porque, após aceitar sucessivas derrotas, a demissão do diretor da PF pode ser a gota d’água: Valeixo, com quem Moro trabalhou na Lava Jato, foi justamente colocado no cargo pelo ministro por ser alguém em que ele acredita que trabalhará, também, nos mesmos princípios de combate à corrupção pelos quais ele age.

Além disso, não há explicações fundamentadas para um desligamento – pelo contrário, as métricas internas de performance da PF demonstram melhora – e a saída representaria, apenas, uma perda de força e protagonismo ainda maior de Moro.

Bolsonaro parece estar fritando o ministro – dá um beliscão e depois afaga, critica e depois posta fotos juntos. Tudo isso para não causar um choque na opinião pública, que tem em Moro sua principal referência no combate à corrupção. Resta ele pensar se, em um momento onde há tantos problemas no governo – na área diplomática, ambiental e na econômica, que não cresce como deve – é uma boa opção colocar o cargo de Moro em risco.

Vítima de infarto, filho de Cafu morre aos 30 anos

Danilo jogava bola na casa da família quando passou mal

O filho mais velho do ex-jogador de futebol e pentacampeão brasileiro Cafu, Danilo Feliciano de Moraes, faleceu, nesta quarta-feira (4), aos 30 anos. Ele foi vítima de um infarto enquanto jogava bola na casa da família em Barueri, na região metropolitana de São Paulo.

Após tentar ser reanimado pela família, Danilo chegou a ser encaminhado para um hospital em Alphaville, mas não resistiu. Até o momento, não se sabe se ele chegou com vida ao hospital.

Em nota, a assessoria de imprensa da família do ex-jogador informou que o velório e enterro serão “restritos aos amigos e familiares.” Confira na íntegra:

“É com grande pesar que confirmamos o falecimento do Danilo Feliciano de Morais,  30 anos, filho do ex-jogador Cafu que ocorreu na noite da última quarta-feira, dia 04/09 decorrente de um infarto enquanto jogava bola, na casa de sua família, na região de Barueri em São Paulo.

Comunicamos que o enterro e o velório serão restritos aos amigos e familiares.

Agradecemos as mensagens e o carinho para com nossa família e pedimos a compreensão de todos neste momento de luto.”

Carnaval das Caretas 2019