op

Daily Archives: 7 de agosto de 2019

Edson Moura assume vice-presidência do PSL em Afogados

O ex-prefeito de Tabira, Edson Moura, está confirmado como vice-presidente do PSL, partido do presidente Jair Bolsonaro, em Afogados da Ingazeira. A informação foi confirmada ao blog pelo Presidente da legenda, Toninho Valadares.

A Diretoria ainda tem nomes como Wellington Pires (Secretário), Wesley Almeida (Tesoureiro), Josivan Véras e Capitão Sidney Cruz.

A maior surpresa de fato é o médico que para estaria querendo pleiteiar uma presença em chapa majoritária no município. Moura já tinha externado em uma ocasião simpatia pelo projeto do PSL no município.

O partido tem algumas possibilidades para 2020. Uma delas, defendida pela sala mais jovem do partido, a candidatura própria, que a legenda nacional e estadualmente tem estimulado.

Outra possibilidade ventilada é da composição com outro projeto. Aí, ganharia força um possível alinhamento com o ex-prefeito Totonho Valadares.

Afogados: educação comemora posição no IDEPE

 

A Secretaria de Educação da Prefeitura de Afogados da Ingazeira comemorou em nota a manutenção entre as dez mais no ranking do IDEPE no Estado.

O anúncio oficial será feito nesta quarta (07), no Palácio do Campo das Princesas, em solenidade marcada para ter início às 9h30, com a presença do Governador Paulo Câmara.

O resultado é previamente conhecido uma vez que são convidados para a solenidade os dez melhores colocados em cada uma das categorias de avaliação do Índice de desenvolvimento da educação em Pernambuco (IDEPE).

Esse é o terceiro ano consecutivo em que a rede municipal de educação de Afogados fica em destaque.

O Prefeito José Patriota e a Secretária Municipal de Educação, Veratânia Moraes, deverão acompanhar o evento, que contará com as presenças de Prefeitos e gestores escolares das diversas regiões do Estado.

Por 370 votos, Câmara aprova texto-base da Previdência em 2º turno

Sem surpresas, o plenário da Câmara voltou a ver uma vitória expressiva da reforma da Previdência, dessa vez na votação do texto-base em segundo turno. Foram 369 votos a favor e 124 contrários à proposta que muda as regras de aposentadoria, além de uma abstenção. Resultado próximo ao do primeiro turno, em julho, que teve o placar de 379 a 131.

Exonerado temporariamente para reassumir como deputado federal e votar a favor da PEC na Câmara, o ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, exaltou o impacto fiscal da reforma, estimado em R$ 930 bilhões nos próximos 10 anos. “Desse projeto, que tem potência fiscal superior a R$ 900 bilhões, vai dar ao Brasil o poder de mostrar aos investidores a importância de que os investimentos venham.”

A quarta-feira (7) vai ser destinada para a votação dos destaques. No segundo turno, só são permitidos os supressivos, ou seja, propostas que retiram trechos da reforma. No total, oito destaques devem ser analisados, sete deles da oposição e um do Partido Novo.

No final da sessão de terça-feira (6) ainda havia quórum para entrar nessa fase da votação, mas o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, atendeu a pedidos de parlamentares.

Nesta terça, o Governo assinou uma portaria garantindo que nenhum viúvo ou viúva terá pensão inferior a um salário-mínimo. A medida mira um ponto da reforma que ainda gera polêmica entre os deputados: o que determina que o beneficiário receba, em caso da morte do parceiro ou parceira, 60% do benefício do titular, mais 10% por dependente.

Críticos do texto da reforma afirmam que ele daria margem para que alguns recebessem menos que o mínimo. Para o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, a portaria pacifica a questão.

Agora, o Governo tenta encerrar a votação dos destaques na quarta-feira. Para isso, o presidente da Casa convocou sessão a partir das 9 horas e cancelou as votações previstas para as comissões.

A tendência é que todos os destaques sejam rejeitados sem maiores dificuldades. A dúvida é se vai dar tempo de encerrar o processo na quarta ou se os deputados terão que voltar na quinta-feira (8).

*Com informações do repórter Levy Guimarães

Serra: definido local da 229ª Festa de Nossa Senhora da Penha

Após muitas especulações acerca de mudança no local da tradicional Festa de Nossa Senhora da Penha, padroeira de Serra Talhada, a Prefeitura Municipal informa que a festividade permanecerá na Praça Sérgio Magalhães, porém em novo formato nesta 229ª  edição do evento.

A primeira novidade deste ano será o novo formato do Polo Cultura Viva, que permanece apenas com o palco e com as barracas da Padroeira na Praça Sérgio Magalhães. Já o parque de diversões, será instalado na Rua Cornélio Soares, próximo aos Correios.

A decisão foi tomada após entendimento entre as comissões de festa da Paróquia da Penha, Prefeitura Municipal e diretoria da CDL, que definiram o modelo.

A Festa da Padroeira de Serra Talhada começa no dia 29 de agosto e segue até o dia 08 de setembro. Em breve será anunciada a programação oficial.

Carnaval das Caretas 2019