Daily Archives: 4 de maio de 2019

Buscas por vítimas de Brumadinho chegam ao centésimo dia

De acordo com último balanço da Defesa Civil, 235 mortes foram confirmadas e 35 pessoas continuam desaparecidas.

G1

As buscas por vítimas da tragédia de Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, chegam ao centésimo dia neste sábado (4). De acordo com último balanço da Defesa Civil, 235 mortes foram confirmadas e 35 pessoas continuam desaparecidas.

De acordo com o tenente do Corpo de Bombeiros Pedro Aihara, esta já é a maior operação de busca e resgate do Brasil, ultrapassando o trabalho realizado nos deslizamentos na Região Serrana do Rio de Janeiro, em 2011.

Cães farejadores, drones e aeronaves têm participado das buscas. Segundo o Corpo de Bombeiros, os trabalhos seguem diariamente, das 6h às 23h, e com reuniões durante as madrugadas. A operação só será encerrada quando todas as vítimas forem encontradas ou quando não houver mais condições biológicas de buscas.

A Barragem do Córrego do Feijão, da Vale, se rompeu no dia 25 de janeiro. Os rejeitos de minério devastaram a área administrativa da mineradora, incluindo o refeitório da Vale, onde muitos trabalhadores almoçavam. A lama também destruiu plantações e casas de moradores da região. O Rio Paraopeba, um dos afluentes do São Francisco, foi contaminado. A captação de água está interrompida desde o dia do rompimento.

Desaparecidos

De acordo com o médico legista do Instituto Médico Legal (IML) Ricardo Moreira Araújo, mais de 180 segmentos de corpos resgatados da lama ainda aguardam identificação. Ele ressaltou que esses fragmentos podem pertencer a vítimas que já tiveram as mortes confirmadas.

Ainda segundo Araújo, o trabalho é feito seguindo protocolos da Interpol e internacionais para que, além da identificação dos corpos, seja possível a coleta de provas para a investigação.

O médico legista afirmou que a meta do IML é identificar todos os corpos e fragmentos resgatados até o “limite biológico”, ou seja, quando não houver mais possibilidades de reconhecimento.

Lula pedirá progressão de regime: “Quero ir pra casa”

Em entrevista ao jornalista Kennedy Alencar, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse que pretende pedir progressão de regime para deixar prisão fechada. Ele está preso na Superintendência da Polícia Federal.

Lula afirmou que teria reunião hoje à tarde com seus advogados para solicitar benefício que tem por direito, deixando claro que não desistirá de provar inocência e que a atitude não é admissão de culpa.

” Por que você acha que eu digo que não troco a minha dignidade pela minha liberdade? Porque, de vez em quando as pessoas falam ah, mas agora foi julgado e tem a tal da detração [penal] e você já pode sair. Obviamente, quando os meus advogados disserem Lula, você pode sair, eu vou sair. Só sairei daqui se qualquer coisa que tiver que tomar decisão não impedir de eu continuar brigando pela minha inocência.

A questão da detração, presidente, é um direito que o sr. tem, porque o sr. já tem menos de oito anos de pena a cumprir. E, no regime brasileiro, pode ir para o semiaberto. Como não há vagas, o sr. poderia sair para trabalhar durante o dia e voltar para casa. O sr. vai pedir a detração penal?  perguntou Kennedy.

Olha, eu só pedirei no dia em que meus advogados, o Cristiano [Zanin] e o [Roberto] Batochio, disserem pra mim Presidente Lula, o sr. pode pedir, que, se o sr. pedir, o sr. pode continuar a sua briga pela sua inocência. Os meus advogados ainda não disseram isso. Eu vou ter uma reunião com o Cristiano, que eu quero entender bem isso. Tem muita gente dando palpite”.

Então, vamos ser claros aqui: se os advogados disserem que sr. pode pedir esse direito e isso significar que o sr. pode continuar dizendo que é inocente, o sr. vai pedir? – retrucou Alencar. “Não é só dizendo, não. Eu quero continuar provando a minha inocência. Aí, eu posso pedir. Olha, se os advogados disserem para mim, Lula, você pode pedir a detração e você vai continuar brigando pela sua inocência do mesmo jeito que você está, eu não tenho nenhum problema de pedir, porque eu quero sair daqui”.

Lula ainda disse que poderá pedir se os advogados garantirem que ele pode continuar se defendendo.”Peço. Eu quero ir pra casa. Agora, se eu tiver que abrir mão de continuar a briga pela minha defesa, eu não tenho nenhum problema de ficar aqui”.

São João de Petrolina ameaçado

Ação Popular

O Ministério Público Federal (MPF) pediu a suspensão do São João de Petrolina de 2019 no Pátio de Eventos Ana das Carrancas em Petrolina.

A solicitação foi feita através de uma Ação Civil Pública ajuizada na 17ª Vara Federal de Petrolina.

Para tentar resolver a questão, na próxima segunda-feira uma audiência de conciliação será realizada entre os representantes da Prefeitura de Petrolina, o Ministério Público e o juiz federal responsável pelo caso, Arthur Napoleão Teixeira Filho.

De acordo com o Ministério Público, caso a justiça não acate o pedido principal, o MPF vai requerer que só haja eventos no local após estudo conclusivo do comando da aeronáutica, analisando todos os problemas ocorridos nos últimos sete anos, como o comprometimento da visibilidade de pilotos.

Carnaval das Caretas 2019