Monthly Archives: setembro 2018

Datafolha: Câmara 38% x Armando 30%

G1 PE

Pesquisa Datafolha divulgada nesta sexta-feira (28) aponta os seguintes percentuais de intenção de voto para o governo de Pernambuco:

Paulo Câmara (PSB) aparece com 38%, seguido de Armando Monteiro (PTB) com 30%.

Julio Lossio (Rede) e Maurício Rands (Pros) tem 3%. Dani Portela (PSOL): 2%. Aparecem com 1% Ana Patrícia Alves (PCO) e Simone Fontana (PSTU).

Branco/nulo/nenhum são 16%. Não sabem 6%. A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal “Folha de S.Paulo”. 

Comparativo: Paulo Câmara (PSB) foi de 35% para 38%. Armando Monteiro (PTB) tinha 31% e tem 30%. Lossio (Rede) manteve os 3%.  Ana Patrícia Alves (PCO), Maurício Rands (Pros)e Dani Portela (PSOL) subiram um ponto cada. Simone Fontana (PSTU) manteve 1%.

Sobre a pesquisa desta sexta-feira, 28: a margem de erro é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos. Foram ouvidos 1.302 eleitores de 55 municípios de Pernambuco, com 16 anos ou mais, entre 26 e 28 de setembro. O Registro no TSE é o PE-03031/2018.

O nível de confiança utilizado é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral, considerando a margem de erro.

Rejeição: o Datafolha também mediu a taxa de rejeição (o eleitor deve dizer em qual dos candidatos não votaria de jeito nenhum). Nesse item, os entrevistados puderam escolher mais de um nome, por isso, os resultados somam mais de 100%. Veja os índices:

Dani Portela (PSOL): 31%

Julio Lossio (Rede): 31%

Paulo Câmara (PSB): 31%

Simone Fontana (PSTU): 31%

Armando Monteiro (PTB): 30%

Ana Patrícia Alves (PCO): 29%

Maurício Rands (PROS): 29%

Rejeita todos/não votaria em nenhum: 9%

Votaria em qualquer um/não rejeita nenhum: 2%

Não sabe: 6%

Simulação de segundo turno:  Paulo Câmara (PSB): 43% x 38% Armando Monteiro (PTB) (branco/nulo: 16%; não sabe: 3%).

Candidatos ao Governo anunciam e comemoram apoios

O governador e candidato à reeleição Paulo Câmara (PSB) recebeu o apoio da prefeita de Itambé, Graça Carrazone, do PDT. Ela reuniu seu grupo político no Engenho Monge, na Zona Rural da cidade, para confirmar o voto no socialista no próximo dia 07 de outubro.

Ao lado da gestora, estavam o ex-prefeito Fred Carrazone, que já administrou a cidade por seis vezes, e mais oito vereadores do município. O encontro também contou com a presença do candidato ao Senado, Jarbas Vasconcelos (MDB).

“Paulo foi muito bom como governador. Fez investimentos para melhorar nossa Educação e, mesmo diante das dificuldades, com arrocho financeiro e com o presidente (Michel Temer) fechando as portas, fez uma boa gestão. Até a véspera da eleição estaremos trabalhando e fazendo porta a porta para garantir uma boa votação ao nosso governador, para que no próximo mandato, ele possa fazer ainda mais pela nossa cidade”, declarou Graça Carrazone.

O governador Paulo agradeceu o voto de confiança da prefeita e disse que irá trabalhar cada vez mais para garantir melhorias para o desenvolvimento de Itambé e da Região.

Já o candidato Armando Monteiro (PTB), recebeu o apoio oficial do candidato a deputado federal pelo Partido Republicano Progressista (PRP) Albérisson Carlos, que é presidente da Associação de Cabos e Soldados e de Pernambuco (ACS).

“Mesmo sendo de um partido que integra a coligação do atual governador Paulo Câmara, Albérisson reafirmou o voto em Armando para dar um basta na insegurança que Pernambuco enfrenta e por acreditar que como governador o petebista dará mais atenção aos policiais e bombeiros militares”, diz a Coligação em nota.

“É fundamental essa valorização e o diálogo com a categoria. Nós vamos corrigir injustiças. O que aconteceu no passado, nós vamos virar a página e nós vamos inaugurar um novo tempo. Um primeiro compromisso é reexaminar as diferenças, o plano de cargo e carreiras, que é um elemento fundamental. Em suma, remuneração e as condições que são oferecidas aos policiais”, destacou Armando.

Fonte: Nil Júnior

Datafolha aponta empate técnico entre Paulo e Armando no 2.º turno

Pesquisa Datafolha divulgada nesta sexta-feira (28) aponta os seguintes percentuais de intenção de voto para o governo de Pernambuco: (Veja vídeo acima)

  • Paulo Câmara (PSB): 38%
  • Armando Monteiro (PTB): 30%
  • Julio Lossio (Rede): 3%
  • Maurício Rands (Pros): 3%
  • Dani Portela (PSOL): 2%
  • Ana Patrícia Alves (PCO): 1%
  • Simone Fontana (PSTU): 1%
  • Branco/nulo/nenhum: 16%
  • Não sabe: 6%

A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal “Folha de S.Paulo”.

No levantamento anterior, feito nos dias 18 e 19 de setembro, os percentuais de intenção de votos eram os seguintes:

  • Paulo Câmara (PSB): 35%
  • Armando Monteiro (PTB): 31%
  • Julio Lossio (Rede): 3%
  • Ana Patrícia Alves (PCO): 2%
  • Maurício Rands (Pros): 2%
  • Dani Portela (PSOL): 1%
  • Simone Fontana (PSTU): 1%
  • Branco/nulo: 19%
  • Não sabe: 6%

Sobre a pesquisa desta sexta-feira, 28

  • Margem de erro: 3 pontos percentuais para mais ou para menos
  • Quem foi ouvido: 1.302 eleitores de 55 municípios de Pernambuco, com 16 anos ou mais
  • Quando a pesquisa foi feita: entre 26 e 28 de setembro
  • Registro no TSE: PE-03031/2018
  • O nível de confiança utilizado é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral, considerando a margem de erro

Rejeição

A Datafolha também mediu a taxa de rejeição (o eleitor deve dizer em qual dos candidatos não votaria de jeito nenhum). Nesse item, os entrevistados puderam escolher mais de um nome, por isso, os resultados somam mais de 100%. Veja os índices:

  • Dani Portela (PSOL): 31%
  • Julio Lossio (Rede): 31%
  • Paulo Câmara (PSB): 31%
  • Simone Fontana (PSTU): 31%
  • Armando Monteiro (PTB): 30%
  • Ana Patrícia Alves (PCO): 29%
  • Maurício Rands (PROS): 29%
  • Rejeita todos/não votaria em nenhum: 9%
  • Votaria em qualquer um/não rejeita nenhum: 2%
  • Não sabe: 6%

Simulação de segundo turno

• Paulo Câmara (PSB): 43% x 38% Armando Monteiro (PTB) (branco/nulo: 16%; não sabe: 3%)

Fonte: G1 PE

Paulo Câmara: ” Pernambuco não pode e não vai andar para trás “

PAUDALHO – Após comandar uma bela caminhada no Córrego do Jenipapo, no Recife, o governador e candidato à reeleição Paulo Câmara (PSB) seguiu em ritmo acelerado na noite desta quarta-feira (26/09), levando a Caravana da Vitória à Mata Norte. Ao lado de seu companheiro de chapa Humberto Costa (PT), do ex-prefeito Pereira e de lideranças políticas locais e do estado, o socialista percorreu as ruas deste município no empolgante embalo da Frente Popular. E como já virou marca dos seus atos nesta eleição, teve abraço, xêro, beijo, selfie e aqueles carinhosos recadinhos no pé do ouvido, passando uma energia positiva extra para Paulo seguir mantendo Pernambuco na frente.

“É assim, ao lado do povo, conversando com o povo que nós vamos continuar governando. Esse carinho e, sobretudo essa confiança que nós recebemos nas ruas, reforça o nosso sentimento de que estamos do lado dos pernambucanos. Vamos vencer essas eleições porque o nosso compromisso e a nossa dedicação a Pernambuco é testado e aprovado todos os dias. Até o dia 07 de outubro, seguiremos visitando os municípios, conversando com as pessoas e mostrando que Pernambuco não pode e não vai andar para trás. Seguiremos olhando e andando para a frente”, assegurou Paulo, durante discurso em praça pública.

O candidato à reeleição destacou que o atual pleito coloca para o eleitor a opção de escolher entre dois lados bem distintos. “O que tem compromisso, que luta pela população, que é o lado de Miguel Arraes, de Eduardo Campos e do ex-presidente Lula”, frisou

O senador Humberto Costa também lembrou que a eleição é a melhor oportunidade para o povo brasileiro acabar com o desgoverno em que se transformou o Governo do presidente Michel Temer. “Colocando Fernando Haddad na Presidência da República, o Brasil voltará a ser feliz. Vamos mandar essa Turma do Temer para casa e retornar aos melhores momentos que o nosso País já experimentou, sob o comando de Lula”, afirmou.

O ex-prefeito Pereira aproveitou a ocasião para pontuar que a população de Paudalho mostrou que já se decidiu e votará fechada na Frente Popular. “Vamos eleger Paulo, Haddad e os senadores Humberto Costa e Jarbas Vasconcelos. O povo reconhece quem está do lado dele e sabe que o nosso governador é o mais preparado para manter o Estado e fazer as obras que a gente precisa”, apontou.

Fotos: Hélia Scheppa/Frente Popular de Pernambuco

Prefeitura de Afogados intensifica campanha “IPTU premiado”

Com o objetivo de estimular os contribuintes afogadenses a quitarem seus compromissos com a municipalidade, a Prefeitura de Afogados da Ingazeira colocou os veículos que serão sorteados ao final da campanha,  um Fiat Moby e uma Moto Honda, ambos zero quilômetros, em frente à sede da Prefeitura.

“Essa foi uma estratégia da campanha para, visualmente, estimularmos a adesão dos contribuintes à campanha e, consequentemente, o acréscimo na receita do município,” destacou o Secretário de Finanças de Afogados, Ney Quidute.

Além dos veículos, carros-chefes da campanha “Iptu premiado”, os contribuintes que estiverem em dia com os seus tributos até o 31 de Dezembro, também irão concorrer a duas geladeiras e dois televisores em LED.

A previsão da Prefeitura é de que o sorteio seja realizado em praça pública, nas primeiras semanas de janeiro próximo.

“Estamos dialogando com as emissoras de rádio para que o sorteio seja transmitido ao vivo, o que dará mais comodidade a todos os contribuintes que, por algum motivo, não possam comparecer ao local do sorteio,” finalizou Ney Quidute.

Fonte: Nil Júnior

“Entre ruas” leva o frevo para as vias do Recife

Estreia da circulação de Entre Ruas prevê apresentações e oficinas em vários locais do Recife

Com estreia marcada para a primeira sexta-feira de outubro (5), a temporada do espetáculo “Entre Ruas”, do Studio Viegas de Dança, vai levar o passo, a história e a trajetória do frevo às praças e ruas que fazem parte da memória da dança centenária na cidade do Recife durante os finais de semanas de outubro e novembro.

As ruas Velha, da Imperatriz, do Bom Jesus e do Apolo serão palco para o espetáculo, que também passará pelo Pátio do Terço, Largo de Santa Cruz e pelas praças do Diário e Maciel Pinheiro, onde aconteciam os concursos de passistas que revelaram mestres da dança do frevo como:  Nascimento do Passo, Sete Molas, Egídio Bezerra e Coruja, referências para vários passistas da atualidade. “Entre Ruas, é o frevo de ontem e de hoje. É nossa história cada vez mais viva e vivida pela cidade”, conta o diretor da peça Junior Viégas. Todas as apresentações serão gratuitas.

O espetáculo, que tem incentivo do Funcultura, foi criado a partir de uma pesquisa com base no filme “Olha o Frevo”, de Rucker Vieira, e em fotografias dos acervos da Fundação Joaquim Nabuco, Casa do Carnaval, Museu da Cidade do Recife e Paço do Frevo. A obra vai preencher os espaços públicos do Recife com muita dança e dará um mergulho no passado, no qual o frevo teve suas primeiras aparições e resistência, enfatizando as décadas de 40, 50 e 60.

Ao todo, serão oito apresentações encenadas pelos bailarinos Arylson Matheus, Bhrunno Henryque, Fiia Cachinhos, Gabriela Carvalho, Jonathan Carneiro, Júnior Souza, Júnior Viégas e Stephany Santiago, que vestem figurino criado por Djalma Rabelo.

“A trilha sonora passeia pela musicalidade que deu origem ao frevo e acompanha a evolução do ritmo, no que se refere à criação dos estilos do frevo”, pontua Alexandre Macedo, que assina a trilha e a coreografia do espetáculo. Assim, as músicas vão do maxixe ao dobrado marcial, passando pela marchinha, frevo de rua, frevo de bloco e frevo canção. Antes do espetáculo, serão oferecidas oficinas de frevo com conteúdo teórico-prático para o público infantil e juvenil, ministradas por Júnior Viégas nos locais das apresentações.

SERVIÇO:

Espetáculo “Entre Ruas”

Outubro

Praça Maciel Pinheiro

5 de outubro, às 17h.

Rua da Imperatriz

6 de outubro, às 10h.

Rua Velha

13 de outubro, às 10h

Praça do Diário

13 de outubro, às 16h

Largo de Santa Cruz

27 de outubro, às 10h

Novembro

Pátio do Terço

10 de novembro, às 10h

Rua do Apolo

10 de novembro, às 16h

Rua do Bom Jesus

18 de novembro, às 16h

Programação Gratuita

Fonte: Blog Nil Júnior

Em Afogados, Quinta Cultural homenageia o frevo

O Frevo é, desde 2012, considerado pela UNESCO – órgão da ONU para a educação e a cultura – patrimônio cultural imaterial da humanidade. Apesar de celebrado em Pernambuco no dia 9 de Fevereiro, no Brasil, a data em sua homenagem é 14 de Setembro.

Em homenagem ao dia nacional do Frevo, a Quinta-Cultural vai homenagear o ritmo com as apresentações de passistas, grupos de capoeira e da orquestra Show de Frevo, além da exibição de um documentário sobre a origem do ritmo. Concentração na Praça Monsenhor Alfredo de Arruda Câmara, a partir das 19h, para um grande arrastão do frevo em direção à praça de alimentação, onde ocorrerão as apresentações.

Origem do Frevo – O frevo foi criado no final do século XIX. O nome deriva da palavra ferver, pois o jeito de dançar faz parecer que os pés estão sobre água fervente, devido a rapidez dos passos. É um ritmo originário da mistura do maxixe, polca e marcha rancho, cuja dança é bastante influenciada pela capoeira.

Datas de Comemoração – o Dia nacional do Frevo é comemorado em 14 de Setembro, em homenagem ao jornalista Osvaldo da Silva Almeida, que foi, segundo pesquisas, o criador da palavra Frevo, tendo sido escolhido a sua data de nascimento, 14 de Setembro de 1882, como a data da homenagem.

Porém, mais tarde, um dos historiadores afirmou que na realidade a primeira aparição da palavra frevo ocorrera em 9 de Fevereiro de 1907, no Jornal “O Pequeno”, sendo essa a data considerada oficial, pelo menos em Pernambuco.

Cineclube – Hoje tem mais uma edição do Projeto Cineclube itinerante, dessa vez na comunidade rural da Varzinha. Será exibido o filme “Um tio quase perfeito”, a partir das 19h, na praça da comunidade.

Fonte: Blog do Nil Júnior

Prefeitura de Afogados abre novos cursos para segmento de beleza

A Prefeitura de Afogados abriu inscrições para novos cursos no segmento de beleza, nas áreas de corte e escova, barbearia, design de mechas e maquiagem. Os cursos foram demandados em recente reunião com os profissionais que atuam em salões de beleza da cidade, e estão sendo realizados em parceria com o SENAC.

As inscrições podem ser feitas na sala do empreendedor de Afogados, situada na Secretaria Municipal de Administração, na Rua Dr. Roberto Nogueira Lima, 165 – Centro, no horário das 8h às 13h. Lá, os interessados podem obter maiores detalhes sobre os cursos.

Segundo a Secretária de Administração de Afogados, Flaviana Rosa, já está em andamento o curso de unhas em gel, no centro desportivo municipal. As aulas são realizadas todas as segundas-feiras, tendo em vista que este foi acordado com os profissionais do segmento como o melhor dia para as atividades de capacitação profissional direcionadas ao setor. “As unhas em gel são uma nova tendência para o trabalho de manicures, pois proporciona mais durabilidade e resistência no resultado,” destacou Flaviana.

Fonte: Blog do Finfa

MEC pede adiamento do horário de verão por causa do Enem

O Ministério da Educação (MEC) pediu à Casa Civil que o horário de verão seja adiado. A solicitação ocorreu porque o primeiro dia do adiantamento dos relógios – 4 de novembro – coincide com o primeiro dia de aplicação de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).
Estão inscritos 5,5 milhões de candidatos na avaliação, em todo o País. O horário de verão pode confundir milhares de jovens que correrão o risco de perder o exame, porta de entrada para mais de 130 universidades públicas por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu).
Pelo horário oficial de Brasília, as provas do Enem são das 13h30 às 19h no dia 4, com abertura dos portões de acesso aos prédios ao meio-dia e fechamento às 13h.
Os nove Estados do Nordeste, ou seja, Pernambuco está incluído, não participam do horário de verão. Nesse caso, as provas, no Estado, serão das 12h30 às 18h – se o horário de verão for mantido.
Em outros anos, o horário de verão começou em outubro. Mas o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pediu ao presidente Michel Temer que fosse adiado para depois do segundo turno das eleições. O horário diferenciado vai até 17 de fevereiro.
A mudança vale para os Estados das regiões Sudeste, Sul e Centro-Oeste (Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Espírito Santo, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo, mais o Distrito Federal).
Fonte: Blog J.Campos

Flamengo perde para o Corinthians e acaba eliminado da Copa do Brasil

Flamengo foi derrotado pelo Corinthians em São Paulo
São Paulo – O Flamengo deu adeus ao seu sonho mais real. Ao perder para o Corinthians por 2 a 1, nesta quarta-feira, no Itaquerão, o Rubro Negro deu adeus a Copa do Brasil e sua premiação milionária. A pressão sobre o técnico Mauricio Barbieri cresce. Agora, para conquistar um título no último ano de mandato do presidente Eduardo Bandeira de Mello, o time precisa correr atrás do prejuízo no Campeonato Brasileiro.
A primeira chance do jogo ser do Flamengo foi um sinal do que seria o primeiro tempo. O Rubro-Negro assustou o Corinthians em cruzamento de Everton Ribeiro desviado pela zaga, aos 10.
No entanto, a força do fator casa começou a agir. Empurrado pela torcida, o time paulista abriu o placar aos 13. Jadson teve liberdade para lançar e encontrar Danilo Avelar nas costas de Pará e Everton Ribeiro. O lateral corintiano completou para as redes.
O Flamengo não se abalou. Como se jogasse diante de sua torcida, o time dominava a posse de bola. E quatro minutos depois do gol, empatou a partida. Pará recebeu bom passe em profundidade de Willian Arão e cruzou. Henrique desviou e enganou o goleiro Cássio.
No segundo tempo, o Flamengo manteve a postura de buscar o gol. Diego, que depois daria lugar a Vitinho, assustou aos 9, de falta. Lucas Paquetá, dois mintos depois e aos 20, deu trabalho para Cássio.
Aos 23, o Corinthians mais uma vez mostrou a sua força no Itaquerão, onde o Flamengo jamais venceu. Pedrinho, que entrara 38 segundos antes, bateu de fora da área e marcou.
FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS 2 x 1 FLAMENGO
Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (Fifa-MG)
Auxiliares: Bruno Boschilia (Fifa-PR) e Bruno Raphael Pires (Fifa-GO)
Renda: R$ 3.663.322,30
Público: 44.249 pagantes / 44.606 presentes
Cartões amarelos: Douglas (Corinthians); Lucas Paquetá, Willian Arão e Marlos Moreno (Flamengo)
Gols: Danilo Avelar, aos 13min do primeiro tempo; Henrique (contra), aos 17min do primeiro tempo; Pedrinho, aos 23min do segundo tempo
Corinthians: Cássio; Fagner (Gabriel), Léo Santos, Henrique e Danilo Avelar; Ralf e Douglas; Romero, Mateus Vital (Araos), Jadson e Clayson (Pedrinho) / Técnico: Jair Ventura
Flamengo: Diego Alves; Pará, Réver, Léo Duarte e Trauco; Cuéllar e Willian Arão (Lincoln); Everton Ribeiro, Diego (Vitinho) e Lucas Paquetá; Henrique Dourado (Marlos Moreno) / Técnico: Maurício Barbieri
Fonte: O Dia

Pesquisa Ibope para presidente: Bolsonaro, 27%; Haddad, 21%; Ciro, 12%; Alckmin, 8%; Marina, 6%

Uma nova pesquisa Ibope de intenção de voto para presidente foi divulgada nesta quarta-feira (26).

O levantamento foi encomendado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). A pesquisa ouviu 2 mil eleitores em 126 municípios no sábado (22), domingo (23) e segunda-feira (24).

O nível de confiança da pesquisa é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem a realidade, considerando a margem de erro, que é de 2 pontos, para mais ou para menos.

Os resultados foram os seguintes:

Jair Bolsonaro (PSL): 27%

Fernando Haddad (PT): 21%

Ciro Gomes (PDT): 12%

Geraldo Alckmin (PSDB): 8%

Marina Silva (Rede): 6%

João Amoêdo (Novo): 3%

Alvaro Dias (Podemos): 2%

Henrique Meirelles(MDB): 2%

Guilherme Boulos (PSOL): 1%

Cabo Daciolo (Patriota): 0%

Vera Lúcia (PSTU): 0%

João Goulart Filho (PPL): 0%

Eymael (DC): 0%

Branco/nulos: 11%

Não sabe/não respondeu: 7%

Em relação à pesquisa Ibope anterior (com entrevistas feitas no sábado, dia 22 e domingo, dia 23), a atual pesquisa (realizada no sábado, 22, domingo, 23 e segunda-feira, dia 24) mostra que:

Jair Bolsonaro passou de 28% para 27%; Fernando Haddad foi de 22% para 21%; Ciro Gomes passou de 11% para 12%; Geraldo Alckmin se manteve com 8%; Marina Silva foi de 5% para 6%. Os indecisos oscilaram de 6% para 7% e os brancos ou nulos, de 12% para 11%. Em suma, todas as oscilações ocorreram dentro da margem de erro.

Rejeição: os entrevistados responderam em qual candidato não votariam de jeito nenhum (nessa hipótese, o entrevistado pode responder mais de um nome; daí, a soma superar 100%). Os resultados foram:

Jair Bolsonaro: 44%

Fernando Haddad: 27%

Marina Silva: 27%

Geraldo Alckmin: 19%

Ciro Gomes: 16%

Cabo Daciolo: 11%

Henrique Meirelles: 11%

Eymael: 10%

Alvaro Dias: 9%

Guilherme Boulos: 9%

Vera Lúcia: 9%

João Amoêdo: 8%

João Goulart Filho: 7%

Poderia votar em todos: 2%

Não sabe/não respondeu: 7%

Simulações de segundo turno

Haddad 42% x 38% Bolsonaro (branco/nulo: 16%; não sabe: 4%)

Ciro 44% x 35% Bolsonaro (branco/nulo: 17%; não sabe: 3%)

Alckmin 40% x 36% Bolsonaro (branco/nulo: 20%; não sabe: 3%)

Bolsonaro 40% x 38% Marina (branco/nulo: 19%; não sabe: 3%)

Voto útil: a pesquisa também mediu o chamado “voto útil”, questionando o entrevistado sobre a probabilidade de deixar de votar no candidato de sua preferência, para evitar que outro que não gosta vença.

Do total de eleitores, 14% responderam que essa probabilidade é muito alta; outros 14% disseram que essa probabilidade é alta; 18% que é média; 21% que é baixa; 27% que é muito baixa; e 6% dos entrevistados não souberam ou não responderam.

Convicção: a pesquisa questionou os eleitores entrevistados sobre a convicção na escolha dos candidatos em quem pretendem votar. Do total de entrevistados, 43% responderam que trata-se de uma “decisão definitiva, que não mudará de jeito nenhum”; 18% disseram que é uma “decisão firme, mas que poderá mudar no decorrer da campanha”; 18% responderam que é uma “escolha do atual momento, que durante a campanha poderá mudar”; 17% disseram tratar-se de “apenas uma preferência inicial”; outros 5% não sabem ou não responderam.

Avaliação do governo Temer: a pesquisa pediu aos entrevistados uma avaliação sobre o governo do presidente Michel Temer. Os resultados são os seguintes: Ótimo/bom: 4%; Regular: 12%; Ruim/péssimo: 82%. Não sabe/não respondeu: 2%

Sobre a pesquisa: Margem de erro: 2 pontos percentuais para mais ou para menos. Entrevistados:2 mil eleitores em 126 municípios. Quando a pesquisa foi feita:22, 23 e 24 de setembro. Registro no TSE:BR-04669/2018 Nível de confiança: 95%. Contratante da pesquisa:Confederação Nacional da Indústria (CNI).

Fonte: Blog Nil Júnior

Deputada Socorro Pimentel critica gestão de saúde em Pernambuco

 A qualidade da gestão dos hospitais públicos estaduais foi alvo de críticas da deputada Socorro Pimentel (PTB) no Pequeno Expediente, ontem, na Assembleia. Ela citou casos de superlotação e falta de insumos básicos, além de alegar ausência de transparência na prestação de contas dos estabelecimentos de saúde no Estado.
A parlamentar citou como exemplo o que vem ocorrendo no Hospital Getúlio Vargas (HGV), no bairro do Cordeiro (Recife), que disponibilizou 72 novos leitos de emergência nessa segunda (24). “O Governo tem produzido imagens para tentar impressionar a população no período eleitoral, como nessa farsa protagonizada pelo secretário de Saúde Iran Costa Junior. Visitei o hospital hoje pela manhã e o que observei foram pessoas amontoadas nos corredores da emergência inaugurada ontem”, relatou.
Socorro Pimentel também contou situação ocorrida na semana passada, quando uma pessoa teria sofrido uma parada cardíaca no HGV e não pôde ser deslocada para a unidade semi-intensiva por conta de uma falha no elevador da unidade. “A inauguração de novos leitos não vai trazer a vida dessa paciente de volta”, considerou. Ainda segundo a deputada, faltam remédios e equipamentos básicos de higienização no hospital.
“O gestor da saúde estadual nem presta mais contas por esse cenário, como mostrou a desastrosa atuação dele na última vez que esteve aqui na Alepe”, avaliou a deputada. “Temos enfermeiros há 14 anos sem aumento e diversas falhas na atuação de organizações sociais de saúde (OSS), principalmente na transparência de suas ações”, enumerou a petebista.
Fonte: Blog Cauê Rodrigues