Daily Archives: 9 de agosto de 2018

Lula Cabral, do PSB, anuncia apoio a Bruno Araújo

O prefeito do Cabo de Santo Agostinho, Lula Cabral,do PSB, anunciou nesta quarta-feira, 08, o seu apoio à candidatura de Bruno Araújo para o Senado.

Lula Cabral ressalta a relação antiga com Bruno, com quem foi Deputado Estadual de 1999 a 2002 e a disposição de Bruno a ajudar sempre sua gestão e o municipio, seja como deputado ou como ministro de Estado, para justificar o apoio.

“Bruno Araújo, mesmo sendo Aliado dos nossos opositores no Cabo, sempre nos respeitou e, não fez política pequena ou raivosa e como Ministro liberou muitos recursos para o Cabo. Não poderíamos faltar com ele e vou votar e pedir votos com muito empenho para que ele seja Senador de todos os Pernambucanos., destacou Lula

Com esse apoio, Bruno Araújo sai fortalecido para a disputa, pois o Cabo é Município importante e a Gestão do Prefeito Lula Cabral possui uma das melhores avaliações populares, segundo pesquisas.

Fonte: Blog do Edmar Lyra

Armando reafirma em sabatina: “Voto em Lula”

A imagem pode conter: 1 pessoa, câmera

O candidato ao governo do Estado pela coligação Pernambuco Vai Mudar, senador Armando  Monteiro (PTB), reafirmou, durante sabatina realizada na manhã desta quinta-feira (9), na Rádio Jornal, que vai votar no ex-presidente Lula nas eleições presidenciais desse ano. “Mantenho minha posição. Se Lula for candidato, eu voto em Lula”, disse Armando durante a entrevista. “O presidente Lula é alguém em que eu identifico um símbolo: ele veio de Pernambuco, e construiu uma liderança, com um olhar sobre os mais carentes”, completou.

“Lula fez muito por Pernambuco. Não há um grande projeto realizado no Estado que não tenha a participação de Lula: a Fiat, a refinaria, os estaleiros, a transposição do Rio São Francisco, o Prouni, a ampliação do bolsa-família , a politica de valorização do salário mínimo. Lula melhorou a condição de vida de milhões de pessoas”, destacou.

Armando e Lula trabalharam juntos no período em que o senador esteve à frente da Confederação Nacional da Indústria (CNI) e o líder petista era presidente, alinhando parcerias que foram essenciais para a qualificação profissional e atração de indústrias. Estiveram juntos no mesmo palanque em 2010 e 2014 – inclusive com duas vindas de Lula ao Estado para pedir votos para o petebista. Além disso, Armando foi ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio no governo Dilma Rousseff.

Armando aproveitou para criticar o governador Paulo Câmara pelo processo “violento” que deixou de fora da disputa pelo Palácio das Princesas a vereadora do PT do Recife Marília Arraes. “Como é um governo é mal-avaliado, ele precisa se agarrar com o presidente lula, como tábua de salvação, e eliminar concorrentes”, ressaltou o candidato ao governo, enfatizando ainda que o pré-candidatura da petista era legítima. “Sempre a postulação de Marília. Ela é guerreira, ela é combativa. Ela foi pro PT quando todo mundo estava saindo”, continuou Armando, lembrando o apoio que recebeu da neta do ex-governador Miguel Arraes em 2014.

SEM CONTRADIÇÃO – Armando ainda rebateu as colocações de que a frente liderada por ele tenha dificuldades em estabelecer uma agenda tendo a mudança de Pernambuco como ponto comum. “Nós temos trajetórias distintas, mas nos reunimos em uma frente por Pernambuco. Onde meu enfoque sobre segurança ou modelo de gestão pode ser diferente do dos meus companheiros?”, questionou.

A imagem pode conter: 1 pessoa, close-up

A imagem pode conter: 1 pessoa, sorrindo, barba, close-up e atividades ao ar livre

Fotos: Ricardo Labastier/Divulgação

Marília Arraes diz que não subirá no palanque de Paulo Câmara

Marília Arraes diz que não subirá no palanque de Paulo Câmara

Em coletiva de imprensa realizada nesta quarta-feira (1º), na sede da Central Única dos Trabalhadores em Pernambuco (CUT-PE), a vereadora Marília Arraes (PT) afirmou que não subirá em palanque do governador Paulo Câmara (PSB) no pleito eleitoral. O pronunciamento veio após a Comissão Executiva Nacional do Partido dos Trabalhadores em retirar sua candidatura para apoiar o PSB na disputa estadual. Além de Pernambuco, o PT apoiará os socialistas no Amazonas, Amapá, Paraíba e Maranhão.

“Eu não trabalho com futurologia, mas de forma alguma posso ser incoerente ao que falo e defendo. Não tem condições de a gente subir nesse palanque (de Paulo Câmara) em nenhuma hipótese.”

RECURSO

Acompanhada da deputada estadual Teresa Leitão, o presidente licenciado da CUT e demais dirigente, Marília também endossou o recurso apresentado por um grupo de petistas que defendem sua candidatura. À Executiva Nacional, os correligionários argumentaram que o acordo com os PSB não estipula um apoio formal ao ex-presidente Lula, o que invalidaria a aliança.

“É um posicionamento contrário a tudo o que vinha sendo conversado na estratégia de tirar o PT do isolamento nacional e buscar mais apoios à candidatura ao presidente Lula. Houve essa divergência e os companheiros elaboraram um recurso, que já foi apresentado, para que o Diretório Nacional possa apreciar melhor essa questão”, afirma Marília.

FONTE: JC ONLINE

“Campanha de Armando será conectada com o povo”, diz coordenador-geral

“Uma campanha alegre, limpa e conectada com a esperança do povo pernambucano em mudar”: assim será a caminhada da coligação Pernambuco Vai Mudar, na visão do coordenador-geral de campanha da aliança, o prefeito de Igarassu, Mário Ricardo (PTB). Nome de consenso dos 13 partidos que compõem o palanque do candidato a governador, o senador Armando Monteiro (PTB), o vice Fred Ferreira (PSC) e os postulantes ao Senado, os deputados federais Bruno Araújo (PSDB) e Mendonça Filho (DEM), Mário Ricardo está empolgado com a nova missão.

Desde segunda, quando foi anunciado por Armando, seu companheiro de partido, Mário Ricardo está trabalhando para uniformizar as ações de campanha. “Estamos cuidando de todas as questões, da infraestrutura às questões políticas, pra conduzir uma campanha propositiva, que discuta o futuro de Pernambuco. Nossa campanha será feita de gente, do nosso povo, para fazer a mudança que a nossa população precisa”, destaca o coordenador-geral de campanha.

Ao seu lado, Mário Ricardo terá um suporte de peso: o Conselho de Ex-Governadores, formado por Roberto Magalhães (DEM), Gustavo Krause (DEM), Joaquim Francisco (PSDB) e João Lyra (PSDB). “Essas lideranças têm um conhecimento profundo sobre Pernambuco e sobre o processo eleitoral. Já me reuni duas vezes com eles e nos encontraremos toda segunda-feira para avaliar a campanha”, enfatizou o prefeito.

Na avaliação de Armando, a escolha não poderia ser melhor. “Mário reúne condições indispensáveis para um processo como esse. Alia senso de organização, capacidade operacional, entendimento das questões políticas, experiência com eleição e tem boas relações na área política, em todas as latitudes”, salienta Armando, arrematando: “É uma pessoa que se relaciona muito bem com todo mundo. Ele tem todos os atributos para ser um excelente coordenador de campanha”.

Foto: Leo Caldas/Divulgação