Daily Archives: 6 de agosto de 2018

Ao lado de aliados, José Humberto participa da Convenção de Armando

O deputado estadual José Humberto (PTB) participou, neste sábado (04), da convenção que oficializou Armando Monteiro como candidato a governador pelo bloco de oposição “Pernambuco Vai Mudar. O evento aconteceu no Classic Hall, no Recife, e reuniu mais de 15 mil pessoas.

Com o apoio de prefeitos, ex-prefeitos e lideranças provenientes de vários municípios do interior do estado e região metropolitana do Recife, José Humberto reuniu uma das maiores comitivas do evento. “Com a força e apoio daqueles que aprovam o nosso trabalho por Pernambuco na Assembleia Legislativa vamos seguir em frente em busca da reeleição”, disse o parlamentar.

Além de Armando Monteiro para governador, a convenção oficializou Fred Ferreira para vice-governador, Mendonça Filho e Bruno Araújo para o Senado e um grande número de candidatos a deputado federal e estadual pertencentes aos 13 partidos que compõem o bloco da Oposição.

 

Fonte: Blog Ponto de Vista

Sinpol-PE acusa governo do Estado de “calote” nos policiais civis que trabalharam durante São João deste ano

 

O Governo Paulo Câmara está sendo alvo de mais uma denúncia do Sindicato dos Policiais Civis de Pernambuco (Sinpol). De acordo com a entidade, os profissionais que trabalharam no São João deste ano, em sua maioria, ainda não receberam as diárias correspondentes ao período junino.

Além de não receber pelas horas extras laboradas acima de sua jornada semanal – direito garantido pela Constituição do país -, os policiais “pagaram para trabalhar no São João”.

“O atraso ilegal no pagamento das horas extras é uma prática comum no Governo do Estado”, dispara o presidente em exercício do Sinpol, Rafael Cavalcanti.

O Sindicato já requereu o pagamento das diárias dos policiais que trabalharam no São João, mas até agora o valor não foi disponibilizado. A entidade informou ainda que outra gratificação, o ‘Reflorestar’, que beneficia os policiais civis que atuam no Interior do Estado, não está sendo paga desde janeiro de 2018. O sindicato já acionou a chefia da Polícia Civil pedindo a resposta sobre o pagamento, mas até não houve retorno. O Sinpol estuda medidas jurídicas cabíveis para cobrar judicialmente o Estado. O Blog tentará um contato com o governo sobre o assunto.

 

Fonte: Carlos Brito

Isabela de Roldão e Jayme Asfora farão parte da chapa encabeçada por Maurício Rands

Ex-vereadora recifense será candidata a vice-governadora na chapa encabecada por Maurício Rands

Em reunião terminada na noite deste domingo (05), o grupo de partidos formado pelo PDT, PROS e Avante finalmente fecharam questão quanto aos nomes que farão parte da chapa majoritária.

O ex-deputado federal Maurício Rands (PROS) concorrerá ao cargo de governador, a ex-vereadora recifense Isabela de Roldão será a representante do PDT concorrendo a vice-governadora. Quanto ao Senado, os nomes escolhidos foram Sílvio Costa (Avante) e do vereador recifense Jayme Asfora .

Escrito por Wellington Ribeiro

Paulo Câmara oficializado candidato a reeleição

Foto: Marlon Costa/Pernambuco Press

Do Diário de Pernambuco

O governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), oficializou sua candidatura à reeleição, neste domingo, dia 5, na convenção do partido realizada em um clube da zona oeste do Recife. No evento, com direito a orquestra de frevo e clima de Carnaval fora de época, também foi confirmada a presidente nacional do PCdoB, Luciana Santos, como candidata a vice-governadora no lugar de Raul Henry, do MDB, que tentará um vaga na Câmara.

O deputado federal Jarbas Vasconcelos (MDB) e o senador Humberto Costa (PT) completam a chapa concorrendo ao Senado.

Quatro anos depois de ser lançado pelo ex-governador do Estado Eduardo Campos (PSB) – morto em um acidente aéreo durante a campanha daquele ano, com uma base de 21 partidos, Câmara chega à sua segunda eleição com o apoio de 12 legendas. “Ainda estamos conversando com o PROS e com o PDT para aumentar a chapa. Quanto mais gente conosco, melhor. Doutor Arraes dizia que o que ‘os políticos separam e o povo junta’”, afirmou o presidente do PSB em Pernambuco, Sileno Guedes.

No últimos meses, Câmara, que é vice-presidente nacional do PSB, trabalhou nos bastidores para levar o partido a fechar uma aliança nacional com o PT. Sem conseguir conversar com os correligionários, principalmente de Minas Gerais, São Paulo e Distrito Federal, o governador costurou um acordo que garantisse a neutralidade do partido, em troca da retirada da candidatura de Márcio Lacerda (PSB) ao governo mineiro e a da vereadora do Recife Marília Arraes (PT) da disputa em Pernambuco. De quebra, os petistas conseguiram isolar Ciro Gomes (PDT).

Ex-aliados dizem que Câmara não foi capaz de dialogar com a base ao dar prioridade à coligação com o PT, com quem tinha rompido em 2013 e confirmando o posicionamento adversário em 2016, quando ajudou na articulação pelo impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) e, em seguida, ingressou na base do governo Michel Temer.

Além da base mais enxuta, o governador vai enfrentar uma rejeição bem maior do que a de Campos, além de cobranças, sobretudo nas áreas de segurança pública e saúde. A oposição acusa o governador de ter falido o Pacto pela Vida, principal programa de combate à violência deixado por Campos, e calcula que Câmara não cumpriu 70% das promessas feitas na campanha de 2014.

 

Fonte: Nill Júnior

Diante de mais de 15 mil pessoas, Armando avisa: É hora de olhar para o futuro e cuidar de Pernambuco

A imagem pode conter: 18 pessoas, pessoas sorrindo, multidão

 Fotos: Leo Caldas e Ricardo Labastier/Divulgação

Diante de um Classic Hall lotado, o senador Armando Monteiro (PTB) fez uma conclamação ao povo de Pernambuco, durante a convenção que lhe oficializou como candidato ao governo pela frente de oposição “Pernambuco Vai Mudar”:  chegou o momento de olhar para o futuro e de, tendo um público de mais de 15 mil pessoas como testemunhas, homenagear quem mais merece: o povo pernambucano. O evento ocorreu neste sábado (4), reunindo candidatos e representantes dos 13 partidos que compõem a aliança liderada pelo petebista: PTB, PSDB, DEM, PSC, PPS, PRB, Podemos, PV, PSL, PRTB, PHS, PSDC e PMB.

Era uma hora da tarde quando, após uma sequência de discursos que incluiu seus companheiros de chapa  – os candidatos a vice-governador Fred Ferreira (PSC) e às duas vagas no Senado, Bruno Araújo (PSDB) e Mendonça Filho (DEM) -, Armando se posicionou na passarela armada na casa de eventos de Olinda para as falas da convenção, que começou às 9h. “Não é hora de olhar para o passado. Querem falsear o debate. Mas sabe o que nos interessa? É o lado da mudança, o do futuro de Pernambuco”, afirmou.

“O que é ser novo? Não é apenas ser jovem. Ser novo é ser diferente, é ser capaz de entender as mudanças e transformações. É ser honesto, é entender que se governa para a maioria de forma transparente”, salientou.

Armando desferiu críticas contundentes à letargia que tomou conta do Estado desde que o governador Paulo Câmara tomou posse, em janeiro de 2015.  “Sabemos que a eleição de 2014 não foi uma eleição em que apenas se elegeu um governador. Foi uma homenagem ao ex-governador Eduardo Campos”, disse o candidato a governador, emendando: “Mas essa justa homenagem de seguiu uma grande decepção. Esse governo tem a marca da omissão: falhou na saúde, na educação, na segurança.”A imagem pode conter: 16 pessoas, pessoas sorrindo, multidão

Para Armando, Pernambuco vive um momento em que a pressa do povo em se ver livre dos problemas não se conecta com a do governo, que não responde à população com a urgência necessária. “São duas velocidades: a do povo, que sofre, a velocidade da vida real, e a velocidade desse governo: um governo lerdo, quase parado. Pernambuco tem pressa para compensar o atraso”, enfatizou o candidato a governador, cujo palanque conta com o apoio de 94 candidatos a deputados federais e estaduais.

AUTORIDADE – A questão da falta se segurança recebeu atenção especial do candidato Armando Monteiro. “Não estou fazendo uma promessa, estou dando um aviso: os bandidos não vão ter vida fácil. Vamos restaurar a autoridade, não vamos nos esconder atrás do balcão.”

Armando também reservou um momento especial para falar de sua família. Primeiro, de seu pai, Armando Monteiro Filho, falecido em 2 de janeiro deste ano. “Sinto uma ausência enorme. Se meu pai fosse vivo, ele estaria aqui celebrando. Mas eu tenho aqui a minha mãe, que está representando meu pai. Dona Do Carmo, um beijo”, disse, emocionado. Ele ainda falou do papel de sua esposa, Mônica Guimarães, na sua caminhada. “Mônica, tenho muito amor por você. Você é muito importante na minha trajetória”, prosseguiu, falando da admiração que sente pelos filhos Armando, Cecília, Sophia e Luiz Ignácio.

O candidato ao governo finalizou seu discurso lembrando que fará de tudo para elevar o nível do debate. “Mas, do jeito que a bola vier, nós vamos devolver.  Faremos o enfrentamento em qualquer campo. Eles apostaram que nós não chegaríamos unidos aqui. Pois erraram feio. Chegamos inteiros e coesos.”

MAJORITÁRIA – O candidato a vice, Fred Ferreira, garantiu que será um aliado fiel durante a campanha: “Sou disciplinado. Se me derem uma missão, eu vou cumprir. Pode contar comigo, Armando”. Já Bruno Araújo, postulante ao Senado, observou a caminhada coesa do cabeça de chapa em sua vida pública. “A história de Armando é firme, retilínea e coerente”, acrescentou. Mendonça Filho, que ocupa a outra vaga de candidato ao Senado, optou por elogiar a disposição do povo de Pernambuco para resistir a tempos difíceis. “O povo de Pernambuco nunca foi omisso, nunca foi covarde. E vai saber escolher o caminho certo”, finalizou.

Diante de um Classic Hall lotado, o senador Armando Monteiro (PTB) fez uma conclamação ao povo de Pernambuco, durante a convenção que lhe oficializou como candidato ao governo pela frente de oposição “Pernambuco Vai Mudar”:  chegou o momento de olhar para o futuro e de, tendo um público de mais de 15 mil pessoas como testemunhas, homenagear quem mais merece: o povo pernambucano. O evento ocorreu neste sábado (4), reunindo candidatos e representantes dos 13 partidos que compõem a aliança liderada pelo petebista: PTB, PSDB, DEM, PSC, PPS, PRB, Podemos, PV, PSL, PRTB, PHS, PSDC e PMB.

Era uma hora da tarde quando, após uma sequência de discursos que incluiu seus companheiros de chapa  – os candidatos a vice-governador Fred Ferreira (PSC) e às duas vagas no Senado, Bruno Araújo (PSDB) e Mendonça Filho (DEM) -, Armando se posicionou na passarela armada na casa de eventos de Olinda para as falas da convenção, que começou às 9h. “Não é hora de olhar para o passado. Querem falsear o debate. Mas sabe o que nos interessa? É o lado da mudança, o do futuro de Pernambuco”, afirmou.

“O que é ser novo? Não é apenas ser jovem. Ser novo é ser diferente, é ser capaz de entender as mudanças e transformações. É ser honesto, é entender que se governa para a maioria de forma transparente”, salientou.

Armando desferiu críticas contundentes à letargia que tomou conta do Estado desde que o governador Paulo Câmara tomou posse, em janeiro de 2015.  “Sabemos que a eleição de 2014 não foi uma eleição em que apenas se elegeu um governador. Foi uma homenagem ao ex-governador Eduardo Campos”, disse o candidato a governador, emendando: “Mas essa justa homenagem de seguiu uma grande decepção. Esse governo tem a marca da omissão: falhou na saúde, na educação, na segurança.”

Para Armando, Pernambuco vive um momento em que a pressa do povo em se ver livre dos problemas não se conecta com a do governo, que não responde à população com a urgência necessária. “São duas velocidades: a do povo, que sofre, a velocidade da vida real, e a velocidade desse governo: um governo lerdo, quase parado. Pernambuco tem pressa para compensar o atraso”, enfatizou o candidato a governador, cujo palanque conta com o apoio de 94 candidatos a deputados federais e estaduais.

AUTORIDADE – A questão da falta se segurança recebeu atenção especial do candidato Armando Monteiro. “Não estou fazendo uma promessa, estou dando um aviso: os bandidos não vão ter vida fácil. Vamos restaurar a autoridade, não vamos nos esconder atrás do balcão.”

Armando também reservou um momento especial para falar de sua família. Primeiro, de seu pai, Armando Monteiro Filho, falecido em 2 de janeiro deste ano. “Sinto uma ausência enorme. Se meu pai fosse vivo, ele estaria aqui celebrando. Mas eu tenho aqui a minha mãe, que está representando meu pai. Dona Do Carmo, um beijo”, disse, emocionado. Ele ainda falou do papel de sua esposa, Mônica Guimarães, na sua caminhada. “Mônica, tenho muito amor por você. Você é muito importante na minha trajetória”, prosseguiu, falando da admiração que sente pelos filhos Armando, Cecília, Sophia e Luiz Ignácio.

O candidato ao governo finalizou seu discurso lembrando que fará de tudo para elevar o nível do debate. “Mas, do jeito que a bola vier, nós vamos devolver.  Faremos o enfrentamento em qualquer campo. Eles apostaram que nós não chegaríamos unidos aqui. Pois erraram feio. Chegamos inteiros e coesos.”

MAJORITÁRIA – O candidato a vice, Fred Ferreira, garantiu que será um aliado fiel durante a campanha: “Sou disciplinado. Se me derem uma missão, eu vou cumprir. Pode contar comigo, Armando”. Já Bruno Araújo, postulante ao Senado, observou a caminhada coesa do cabeça de chapa em sua vida pública. “A história de Armando é firme, retilínea e coerente”, acrescentou. Mendonça Filho, que ocupa a outra vaga de candidato ao Senado, optou por elogiar a disposição do povo de Pernambuco para resistir a tempos difíceis. “O povo de Pernambuco nunca foi omisso, nunca foi covarde. E vai saber escolher o caminho certo”, finalizou.

Fotos: Leo Caldas e Ricardo Labastier/Divulgação

Ministério Público do RS vai investigar premiações compradas por políticos com recursos públicos

Nota do blog: vários prefeitos e vereadores na região, inclusive em nosso município (Iguaracy), já foram agraciados pela mesma empresa, com o título de melhor prefeito e vereador. Confira!

Foto reprodução da internet

Agora confira a reportagem especial de Giovani Grizotti exibida na noite de ontem no Fantástico da TV Globo, onde Jumento paga empresa e é diplomado como um dos melhores prefeitos do Brasil. Reportagem completa clicando aqui!

 Fonte: Blog Do Roberto Murilo

 

Afogados: prefeitura recupera estradas na zona rural

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira informou em nota que foram recuperados mais de 70 quilômetros de estradas nas comunidades rurais de Capoeiras, Carnaubinha, Várzea Comprida, Serrote, Jatobá de Dois Riachos, Cafundó, Curralinho, Barra do Riacho, trecho entre Curral Velho e Serrinha, Monte Alegre e a estrada da Queimada Grande.

O trabalho vem sendo acompanhado de perto pelo Secretário de Agricultura em exercício, Valberto Amaral. Durante esta semana, estão sendo previstas a recuperação de mais 27 quilômetros de estradas rurais, dessa vez nas comunidades da Serra da Opa, a exemplo de Minador da Carapuça, Opa, Brejo e Barro da Carapuça. Neste ano, a Prefeitura já concluiu a recuperação de 1.800 quilômetros de estradas na zona rural de Afogados.

“Esse tem sido um trabalho permanente. Montamos um extenso cronograma de trabalho para atendermos as comunidades, semana à semana, para que nossos trabalhadores rurais possam trafegar com mais segurança e dignidade. As comunidades ainda não atendidas, podem nos procurar para informarmos o calendário e o cronograma desse trabalho de recuperação,” destacou o Secretário Valberto Amaral.

 

Fonte: Nill Júnior