24 de novembro de 2020

Empresa pernambucana leva energia solar ao PI

GM Gestão em Engenharia investirá R$ 40 milhões na implantação de duas miniusinas fotovoltaicas de 5MWp cada uma

Uma Parceria Público-Privada (PPP) vai permitir que uma empresa pernambucana implante um sistema de energia solar no Estado do Piauí. A concessão é válida por 25 anos para operação, manutenção e gestão de duas miniusinas fotovoltaicas de 5 Megawatts-pico (MWp) cada uma, totalizando 10 MWp. O investimento da GM Gestão em Engenharia é de R$ 40 milhões. O processo para entrega e operação das miniusinas leva cerca de um ano a contar da assinatura do contrato.

De acordo com o diretor comercial da empresa, Guilherme Gondim, elas serão implantadas para atender a consumo de energia dos prédios públicos do Piauí durante 25 anos, “O governo do Estado fez a modelagem e viu que ao implantar esse modelo, ia ter uma redução de cara de 20% com gasto de energia, ou seja, irá reduzir ao valor pago a distribuidora local”, explica. O governo estadual lançou o processo de licitação para quatro lotes, onde cada possui espaço para duas mini usinas. “No total são oito mini usinas com uma capacidade total para geração de 40 MWp”, complementa.

Ainda de acordo com ele, esse modelo é extremamente vantajoso. É que não há nenhum gasto pelo Estado, apenas o de modelagem do projeto. No entanto, depois que a empresa vence a licitação da PPP, esta fica obrigada a reembolsar o governo pelos custos da contratação da empresa que realizou a modelagem para implantação das mini usinas.

A empresa pernambucana ganhou a concessão para um lote. O diretor técnico da GM Gestão em Engenharia, Murilo Gondim diz que o grande ponto positivo é que o modelo é excelente para órgão públicos. “Ele baseia-se na resolução da Aneel. O Nordeste tem um índice muito bom de radiação solar e através da compensação de energia gerada, o crédito será abatido na distribuidora de energia do Piauí”, ressalta ainda dizendo que a PPP vai permitir uma geração de um consumo mais barato com energia limpa e sustentável.

Além disso, as usinas são responsáveis por geração de emprego e renda para os arredores da região. Durante a implantação dessas duas mini usinas, serão gerados cerca de 60 empregos diretos. Após a entrega, 20 funcionários devem ser contratados para gerir e operar a estrutura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *